Home » Animais » Aranhas-marrom ou aranhas-violino

Aranhas-marrom ou aranhas-violino

Este aracnídeo é famoso por viver em cantos e recantos. Por isso se chama Aranhas-marrom (Loxosceles laeta), embora também seja conhecida como aranha violinista. Pertence à família das sicaridas, um grupo de aranhas altamente venenosas. Sua mordida é contundente e pode causar a morte de suas vítimas, incluindo humanos que não são tratados prontamente.

candelabro de canto

Nico Kaiser (licença)

Este animal é considerado uma espécie araneomórfica, pois suas peças bucais ou quelíceras estão distribuídas na diagonal. Pode ser encontrado em terras mexicanas, chilenas, peruanas, equatorianas, argentinas, uruguaias e brasileiras.. Ao longo dos anos, foram encontrados exemplares em território finlandês, americano, australiano e espanhol.

Características do Aranhas-marrom

Com as pernas estendidas, a Aranhas-marrom pode chegar a 45 milímetros e um peso médio de 100 gramas. Possui coloração marrom e marcações que vão do dorso ao tórax, que lembram um violino. Daí o seu outro nome.

Seus olhos são chaves para a identificação correta. Isso ocorre porque a Aranhas-marrom tem seis em vez de oito. Os dois pares laterais são minúsculos, mas dão-lhe um campo visual bastante extenso.

Sua anatomia é robusta e peluda. As fêmeas são maiores que os machos e seu opistossoma (parte posterior do corpo) é mais proeminente. Além disso, é mais perigoso.

Suas quelíceras (partes bucais) estão localizadas na região inferior do prossoma (parte anterior do corpo). Eles são percebidos como se fossem um alfinete, preto e fino.

A Aranhas-marrom se refugia em fendas de menos de 5 mm e pode saltar 10 centímetros de altura.
Estima-se que possa viver cerca de 150 dias.

Alimentação da Aranhas-marrom

Sua dieta é puramente carnívora. Eles comem principalmente baratas e grilos. A Aranhas-marrom é incapaz de caçar animais voadores usando sua teia, assim como outras espécies de seu tipo. Aproveite sua qualidade para se camuflar no ambiente, para sair à noite em busca de sua presa.

Quando sua vítima cai em sua teia, este aracnídeo desce para injetar seu veneno. Consequentemente, a derme do inseto se rompe, facilitando sua digestão.

Comportamento

Seu nível mais alto de atividade ocorre à noite., especialmente em climas quentes. Apenas baixas temperaturas minimizam seu ritmo. Seus lugares preferidos são os sujos, que acumulam grande quantidade de poeira.

Se você receber um exoesqueleto em casa, significa que pode haver uma ou duas cópias em 60 m². Suas teias de aranha também são um sinal de sua “alojamento” em casa. Os fios são curtos, semelhantes a redes, e têm um acabamento bagunçado. Eles os tecem nos cantos e também são identificados por sua cor nevada e sua textura macia, semelhante à do algodão.

A Aranhas-marrom tem um caráter tão tímido quanto solitário. Pode correr 15 km/h, e a aranha-tigre é seu único predador na natureza.

Reprodução da Aranhas-marrom

A Aranhas-marrom escolhe acasalar entre maio e julho. Durante a corte, o macho procura atrair a atenção da fêmea, com danças e “presentes”, mas se ela estiver insatisfeita, é provável que ele seja devorado.

A postura de ovos ocorre no máximo duas vezes por ano. Dois meses se passam desde o acasalamento até a eclosão. Eles geralmente colocam cerca de 140 ovos, mas mais de 80% dos filhotes morrem antes de completar um ano de idade.

Como detectar sua mordida?

Pode se manifestar de forma cutânea ou visceral. Mais de 70% dos afetados destacaram que é muito doloroso. Embora passe despercebido no início, após duas a 18 horas, a pessoa sentirá desconforto.

Os sintomas da pele começam com a vermelhidão da derme e seu inchaço. Em pouco tempo, você notará um círculo azul acinzentado ao redor da mordida. O eixo da ferida fica abaixo da derme, onde será visto um tom violeta.

A gravidade do caso estará sujeita à idade da pessoa afetada, às dimensões do animal e ao volume de veneno injetado. Em alguns casos, essa mordida precisará ser tratada com cirurgia reconstrutiva.

A forma visceral é muito mais rara, afetando apenas 10% das pessoas. Ela se manifesta de maneira semelhante à anterior. Após 12-24 horas, o paciente apresentará febre alta, taquicardia, vômito, dor nas articulações, sangramento na urina, etc. Isso acontece porque o veneno mata seus glóbulos vermelhos.

Em ambos os casos, a pessoa picada pela Aranhas-marrom deve ir ao hospital imediatamente.

Cuidados básicos e prevenção

É aconselhável colocar compressas de gelo na área da mordida de forma interrompida. Não exceder 15 minutos em uma única hora. O frio ajudará a reduzir o efeito do veneno.

A preparação adequada é a base da precaução. É preciso limpar os cantos, o fundo dos móveis e a parte de trás dos quadros, entre outros cantos. O uso do aspirador de pó servirá para esse propósito.

Afastar a cama das paredes impedirá que o aracnídeo as alcance. É necessário descartar toalhas ou roupas penduradas em portas ou paredes. Além disso, agite-os antes de usar.

caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.