Home » Animais » Cachorros e Cães » Isabella Bulldog Francês: Características, História e Dicas de Cuidados

Isabella Bulldog Francês: Características, História e Dicas de Cuidados

Isabella Frenchie

O Isabella French Bulldog, carinhosamente conhecido como “Isabella Frenchie”, conquistou o coração dos entusiastas de cães com sua cor única e deslumbrante da pelagem. Estes raros e procurados buldogues franceses ostentam um tom lilás diluído ou azul-prateado cativante que os diferencia dos seus homólogos mais comuns.

Um problema comum enfrentado por Isabella French Bulldogs são os problemas oculares. Devido à sua composição genética única, estes cães podem ser mais propensos a infecções oculares e complicações relacionadas. Como um proprietário responsável, é crucial ser proativo na manutenção de sua saúde ocular. Manter lenços umedecidos para limpar os olhos dos cachorros à mão pode ser uma medida prática para prevenir infecções e garantir o conforto e o bem-estar da sua Isabella Frenchie.

Neste artigo, vamos nos aprofundar em tudo o que você precisa saber sobre Isabella French Bulldogs, recorrendo a fontes especializadas, como o abrangente livro de Muriel Lee, French Bulldogs. Ao consultar especialistas confiáveis e experientes, nosso objetivo é fornecer informações e insights precisos sobre o atendimento, o treinamento e as características únicas de Isabella Frenchies.

O Que é um Buldogue Francês Isabella?

O Isabella French Bulldog é uma variação rara e única da raça Bulldog Francês que é muito semelhante ao Bulldog Francês “Lilás”. O Isabella French Bulldog tem uma cor de pelagem distinta que é uma diluição do gene da cor azul. A cor da pelagem desta raça é um belo prateado pálido com um toque de marrom ou azul.

Isabella não é uma cor reconhecida. Isso significa que o American Kennel Club não inclui essa cor no padrão da raça. As únicas cores Frenchie aceitáveis são fawn, brindle e pied. Isso significa que os franceses merle, Isabella Frenchies não são de cor reconhecida, mas ainda são buldogues franceses de raça pura, ao contrário do Pitbull francês.

O Isabella French Bulldog é uma raça pequena e compacta, com um corpo musculoso e uma cabeça quadrada. A raça é conhecida por sua personalidade amigável e brincalhona, tornando-se uma excelente companheira para famílias. Eles também são conhecidos por serem inteligentes e fáceis de treinar.

Uma coisa a notar sobre o Isabella French Bulldog é que é uma cor rara e, como tal, pode ser bastante caro. A raridade da raça também significa que pode ser um desafio encontrar um criador respeitável e ético. É essencial fazer uma pesquisa completa antes de comprar um Bulldog Francês Isabella para garantir que você está recebendo um cão saudável e bem criado. Nunca compre um cão apenas por sua cor, e certifique-se de olhar para a adoção antes de procurar Isabella para Filhotes de Bulldog Francês para venda.

Entendendo a cor de Isabella

Isabella é uma cor rara em buldogues franceses que é causada por um gene de diluição chamado “D-locus Blue”. Este gene dilui o pigmento vermelho chocolate (locus b/b ou chocolate) em um vermelho prateado prateado, resultando em uma pelagem única e bonita.

Os buldogues franceses Isabella têm uma pelagem dourada pálida com uma tonalidade azul suave ou lavanda. A cor pode variar em intensidade e pode ser descrita como um azul-prateado claro ou um cinza-acastanhado mais escuro. Esta cor é muitas vezes referida como “lilás” ou “lavanda” na comunidade do buldogue francês. Embora o termo “lilás” seja frequentemente usado de forma intercambiável com “isabella”, vamos diferenciar um pouco entre as duas cores.

Lilás é uma variação da coloração da pelagem de Isabella, onde o cão tem o gene diluído e o gene Co-locus ou cacau. Você também pode obter uma isabella de chocolate duplo, que tem uma coloração de chocolate ou fígado mais intensa, geralmente com pontos de creme ou bronzeado.

É importante lembrar que os “buldogues franceses azuis” são franceses que exibem uma cor cinza profunda, ou seja, um cão preto diluído. Todas essas são variações de cores diluídas, e há alguma sobreposição, especialmente em certos padrões. Por exemplo, no cachorro abaixo, seu rosto tem a cor diluída típica de Isabella, mas o corpo é realmente um salmoura azul e bajuladora.

É importante ressaltar que os buldogues franceses Isabella não são albinos. Eles ainda têm pigmento nos olhos, nariz e patas, que geralmente são de cor marrom claro ou rosa.

Os buldogues franceses Isabella também podem ter olhos azuis ou verdes, o que é resultado do gene de diluição que afeta a pigmentação na íris. No entanto, os olhos azuis ou verdes não são exclusivos dos buldogues franceses Isabella e podem ocorrer em outras cores do buldogue francês também.

O melhoramento para a cor Isabella pode ser desafiador e só deve ser feito por criadores experientes que entendam a genética envolvida. É also importante ressaltar que os buldogues franceses Isabella não são reconhecidos pelo American Kennel Club e não devem ser mostrados em eventos de conformação.

No geral, a cor Isabella é um traço único e bonito nos buldogues franceses. No entanto, é importante que os potenciais proprietários façam suas pesquisas e entendam a genética e possíveis preocupações com a saúde associadas à reprodução dessa cor.

Cada vez mais, você pode encontrar variações mais raras de Isabella French Bulldogs, como esta Isabella merle Frenchie neste vídeo:

História dos Buldogues Franceses

Os buldogues franceses foram criados pela primeira vez na Inglaterra durante a década de 1800. Eles foram originalmente desenvolvidos como uma versão menor do Bulldog Inglês, que foi usado para bull-baiting. O tamanho menor do buldogue francês os tornou mais adequados como cães de colo, e eles rapidamente se tornaram populares entre a classe alta.

A raça foi trazida pela primeira vez para a França por rendeiras inglesas, que haviam se mudado para o país durante a Revolução Industrial. Os franceses se apaixonaram pela raça e começaram a criá-los. O buldogue francês tornou-se particularmente popular em Paris, onde eram conhecidos como “Bouledogues Français”.

No início dos anos 1900, buldogues franceses foram trazidos para os Estados Unidos por americanos ricos que se apaixonaram pela raça enquanto viajavam pela Europa. O American Kennel Club reconheceu a raça em 1898, e eles rapidamente se tornaram populares nos Estados Unidos também.

Hoje, os buldogues franceses são uma das raças mais populares do mundo. Eles são conhecidos por suas personalidades afetuosas e brincalhonas, bem como suas distintas “orelhas de morcego” e tamanho compacto.

Apesar de sua popularidade, os buldogues franceses ainda são propensos a certos problemas de saúde, como problemas respiratórios e distúrbios na coluna, que os futuros donos devem estar cientes antes de trazê-los para sua casa.

Saúde e Expectativa de Vida dos Buldogues Franceses Isabella

Problemas comuns de saúde

Os buldogues franceses Isabella, como todos os buldogues franceses, são extremamente propensos a certos problemas de saúde. Alguns dos problemas de saúde mais comuns que Isabella Bulldogs franceses podem experimentar incluem:

  • Síndrome Braquicefálica: Esta condição é comum em buldogues franceses e outras raças de face chata. Pode causar dificuldades respiratórias, especialmente durante o exercício ou no tempo quente.
  • Displasia do quadril: Esta é uma condição genética que pode causar dor e problemas de mobilidade em cães.
  • Alergias: Os buldogues franceses Isabella podem ser propensos a alergias, que podem causar irritação na pele, coceira e outros sintomas.
  • Infecções de ouvido: Devido às suas orelhas flácidas, os buldogues franceses Isabella podem ser mais propensos a infecções de ouvido.
  • Alopecia por diluição de cor: Isabella Frenchies são vulneráveis a muitas doenças de pele, mas o mesmo gene que lhes dá sua cor bonita também pode causar queda de cabelo e queda de cabelo.

Quanto Tempo Vive o Buldogue Francês Isabella?

A expectativa de vida de um buldogue francês Isabella é geralmente em torno de 10 a 12 anos. No entanto, como todos os cães, o tempo de vida de um buldogue francês Isabella pode ser afetado por vários fatores, incluindo genética, dieta, exercício e saúde geral.

Cuidando de um Buldogue Francês Isabella

Necessidades Dietéticas

Os buldogues franceses Isabella têm necessidades alimentares específicas para manter sua saúde. Esses cães precisam de uma dieta de alta qualidade, rica em proteínas, vitaminas e minerais. Uma dieta pobre em carboidratos também é recomendada. Os donos devem evitar alimentar seus restos de mesa de buldogue francês Isabella, pois isso pode levar à obesidade e outros problemas de saúde.

Os donos também devem garantir que seu Bulldog Francês Isabella tenha acesso a água fresca e limpa em todos os momentos. Isso é especialmente importante durante o tempo quente, pois os buldogues franceses Isabella são propensos ao superaquecimento.

Requisitos do exercício

Os buldogues franceses Isabella são uma raça de baixa energia, mas ainda necessitam de exercícios regulares para manter a saúde. Os donos devem procurar fornecer ao seu Bulldog Francês Isabella pelo menos 30 minutos de exercício por dia, como um passeio pelo bairro ou um jogo de busca.

É importante notar que os buldogues franceses Isabella são propensos a problemas respiratórios, portanto, os donos devem evitar o esforço excessivo de seu cão durante o exercício. O exercício também deve ser evitado durante o tempo quente, pois os buldogues franceses Isabella são suscetíveis à insolação. Cores diluídas como a Isabella também são propensas a queimaduras solares, por isso, não deixe de investir em protetor solar para cachorros.

Em conclusão, cuidar de um buldogue francês Isabella requer atenção às suas necessidades específicas de dieta e exercícios. Ao fornecer uma dieta de alta qualidade e exercícios regulares, os donos podem garantir que seu Bulldog Francês Isabella permaneça saudável e feliz.

O Buldogue Francês se dá bem com Crianças ou Animais?

Os buldogues franceses são conhecidos por serem cães amigáveis e sociáveis. Eles são muito carinhosos e adoram estar perto de pessoas, incluindo crianças. No entanto, como acontece com qualquer raça, é importante supervisionar as interações entre cães e crianças para garantir que ambos sejam seguros.

Quando se trata de outros animais, os buldogues franceses também podem se dar bem com eles. Eles não são tipicamente agressivos com outros cães ou gatos, mas podem exibir algum comportamento territorial. A socialização adequada desde cedo pode ajudar os buldogues franceses a aprender a interagir positivamente com outros animais.

É importante ressaltar que cada cão é único e pode ter preferências diferentes na hora de socializar com crianças e outros animais. Alguns buldogues franceses podem ser mais tolerantes com crianças e outros animais de estimação, enquanto outros podem preferir ser o único animal de estimação da casa. É importante observar o comportamento do seu cão e se ajustar de acordo para garantir um ambiente feliz e seguro para todos.

Treinando seu Bulldog Francês Isabella

Treinar um Bulldog Francês Isabella é essencial para garantir que eles sejam bem comportados e obedientes. Esses cães são inteligentes, mas podem ser dramáticos e difíceis de treinar, por isso é importante começar a treiná-los desde cedo.

Um dos aspectos mais importantes do treinamento de um Bulldog Francês Isabella é a socialização. Esses cães podem desconfiar de estranhos, por isso é importante expô-los a pessoas e situações diferentes desde cedo. Isso os ajudará a se tornarem mais confiantes e menos ansiosos em relação a novas pessoas e ambientes.

Outro aspecto importante do treinamento de um Bulldog Francês Isabella é ensiná-lo a comandos básicos, como sentar, ficar e vir. Estes comandos não só facilitarão a sua vida, mas também manterão o seu cão seguro. A consistência é fundamental quando se trata de treinamento, por isso é importante praticar esses comandos regularmente.

O reforço positivo é um método de treinamento altamente eficaz para Isabella French Bulldogs. Isso envolve recompensar seu cão pelo bom comportamento com guloseimas, elogios ou brinquedos. Punir seu cão por mau comportamento não é recomendado, pois pode levar ao medo e à agressividade.

É importante manter as sessões de treinamento curtas e divertidas, pois os buldogues franceses Isabella têm um curto período de atenção. O treinamento deve ser uma experiência positiva para você e seu cão, portanto, certifique-se de fazer pausas e brincar com seu cão durante as sessões de treinamento.

Em resumo, treinar um Bulldog Francês Isabella requer paciência, consistência e reforço positivo. Socialização, comandos básicos e reforço positivo são aspectos essenciais do treinamento que ajudarão seu Bulldog Francês Isabella a se tornar um companheiro bem comportado e obediente.

Considerações Finais

No geral, o Bulldog Francês Isabella é uma raça única e especial que ganhou popularidade ao longo dos anos. Com sua impressionante pelagem azul-acinzentada e personalidade encantadora, não é de admirar por que tantas pessoas são atraídas por esta raça.

Embora a cor da pelagem possa ser uma de suas características mais marcantes, é importante lembrar que os buldogues franceses Isabella são mais do que apenas um rosto bonito. Eles são companheiros inteligentes, afetuosos e leais que fazem ótimos animais de estimação da família.

Ao considerar adicionar um Bulldog Francês Isabella à sua família, é importante fazer sua pesquisa e encontrar um criador respeitável. Isso garantirá que você tenha um filhote saudável e bem socializado que crescerá para ser um adulto feliz e bem ajustado.

Também é importante lembrar que possuir qualquer cão, incluindo um Bulldog Francês Isabella, é uma grande responsabilidade. Eles exigem exercícios diários, nutrição adequada e cuidados veterinários regulares. Mas com o cuidado e a atenção certos, um Bulldog Francês Isabella pode trazer alegria e companheirismo para sua vida por muitos anos.

caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.