Home » Animais » Carrapatos

Carrapatos

As carrapatos são parentes próximos de ácaros. Eles são conhecidos por sua capacidade de “beber” o sangue de seu hospedeiro e pela variedade de doenças que transmitem, incluindo o tifo, que é um conjunto de patologias infecciosas que causam dores de cabeça, erupções cutâneas, delírio cerebral e febres muito fortes.

carrapatos

Eles atingem um tamanho máximo de 8 milímetros, tornando-se os maiores ácaros. Somente a fêmea pode ultrapassar essa proporção, pois quando está cheia de sangue chega a 1 centímetro.

Também perto de certos aracnídeos, como o escorpião, os carrapatos pertencem à classe acarina. Eles têm 8 pernas, cabeça, tórax e barriga. Eles não têm antenas, mas têm membros chamados palpos e uma boca chamada hipóstomo. Este órgão permite a paralisia que antecede a sucção do sangue.

Características do Carrapato

Sua cor difere entre as espécies, e existem pelo menos 800 variedades de carrapatos. Eles são classificados em duas subdivisões que são caracterizadas por sua aparência e hábitos.

  • O carrapato duro: possui um escudo no dorso, enquanto os palpos e o hipostômio estão nas extremidades.
  • O carrapato macio: falta o escudo ao nível das costas. Ambos os seus palpos e hipóstoma estão na área abdominal.

Sua rotina alimentar também estabelece claras distinções entre um e outro. O carrapato duro permanece em seu hospedeiro “bebendo” sangue até a muda, passando para o próximo ciclo de crescimento. Separa-se quando atinge a fertilidade. Em contraste, o carrapato mole suga o sangue até ficar satisfeito. Portanto, esse tipo de carrapato está mais associado à transmissão de muitas doenças.

Habitat do carrapato

Os carrapatos estão presentes em todo o planeta. No entanto, eles são encontrados em maior extensão em áreas tropicais. Isso como consequência direta das temperaturas e umidade, que são benéficas para seu desenvolvimento e sobrevivência. Eles também gostam de áreas com vegetação abundante ou áreas arborizadas. Ambientes de baixa temperatura impedem seu pleno crescimento.

Os carrapatos geralmente “sugam” o sangue de répteis, pássaros e mamíferos, com sangue quente ou frio não fazendo diferença significativa.

Seu comportamento

Os carrapatos têm uma longevidade que não se limita ao seu ciclo de vida, mas à duração dos patógenos que abrigam. Eles podem “gerenciar” sua comida no sistema digestivo. Esta é uma condição impressionante, porque eles podem digerir uma parte do sangue sugado. Enquanto isso, eles reservam o resto para ingeri-lo aos poucos. Dessa forma, uma ninfa ou carrapato adulto pode passar 1 ano e 7 meses sem precisar se alimentar. Por outro lado, sendo uma larva, é viável que ela passe 8 meses sem ingerir uma gota de sangue.

carrapatos

Quanto maior a temperatura no ambiente, mais ativo o carrapato será.. Portanto, pode ser difícil vê-lo durante as datas de inverno.

Alimentação de carrapatos

Ao contrário dos mosquitos, machos e fêmeas se alimentam igualmente de sangue. Graças ao hipostoma mencionado, eles podem “perfurar” a derme do hospedeiro escolhido, anexar-se a ele e alimentar-se.

Justamente por sua capacidade de adesão, é necessário um procedimento específico para separá-lo de sua presa. As consequências de removê-lo inadequadamente é que o hipóstomo permanece na derme da pessoa afetada e produz muito mais doenças.

Reprodução de carrapatos

No ciclo de vida dos carrapatos existem 4 estágios: ovos, larva (desenvolvem 6 patas), ninfas (semelhantes aos adultos, com 8 patas, mas sem maturidade sexual) e adultos. São transmissores de agentes patogênicos em qualquer um de seus períodos.

Quando o ovo eclode, nasce a larva cujo instinto a leva a procurar um hospedeiro. Pode se alojar em cães, gatos, roedores e até mesmo em humanos para saciar sua fome. O carrapato macio fará uma pausa de sucção a cada oportunidade de crescer. Assim, é normal que ele se separe e troque de pele até se tornar uma ninfa, e depois repita o processo para se tornar um adulto.

Riscos associados a carrapatos

Carrapatos Características, habitat, alimentação, reprodução, riscos

O perigo do carrapato se deve ao fato de uma fêmea poder colocar cerca de 4 mil ovos. Entre suas áreas favoritas para deixá-los estão a flora e os pátios. De tal forma que um jardim se torna uma área de cultivo para ela.

Dependendo da espécie, afastam-se do animal ou pessoa que serviu de hospedeiro, como medida temporária antes de procurar o próximo hospedeiro.

Se as circunstâncias forem positivas, um carrapato atinge seu desenvolvimento completo em apenas alguns meses. No entanto, em climas menos vantajosos – como ambientes frios – pode levar aproximadamente 2 anos para superar cada uma das etapas.

Ao longo de uma semana, um espécime adulto pode crescer até quatro vezes o seu tamanho. Porém, não para por aí, pois seu peso também é afetado, chegando a mais de 100 vezes, ainda mais se forem do sexo feminino e se encherem de sangue.

caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.