Home » Animais » Condor Andino

Condor Andino

Atravessando os céus da América do Sul, nos relevos íngremes da Cordilheira dos Andes, é possível avistar em seu voo elegante, uma das maiores aves não marinhas do mundo, é a condor andino. Ave carniceira cujo nome científico é Vultur Gryphus. Este animal pertence à família Catharidae e embora sua ordem ainda esteja em disputa, devido às várias teorias sobre sua linha de parentesco, sabe-se que não possui subespécies. A sua presença estende-se pela maior parte dos países abrangidos por este grande maciço montanhoso.

condor andino

Características do Condor Andino

Devido ao seu tamanho, à extensão de suas asas desdobradas e seu peso, é considerada a maior ave voadora do planeta. O condor andino pode atingir uma altura de 142 cm e uma envergadura de quase 330 cm, seu peso é de aproximadamente 11 a 15 kg nos machos e 8 a 11 kg nas fêmeas. Sua cabeça é completamente desprovida de penas, acredita-se que esta seja uma adaptação higiênica, pois é o local que apresenta maior dificuldade para limpeza, devido ao seu caráter necrófago. A pele da cabeça é levemente avermelhada; Tem um bico em forma de gancho com bordas extremamente afiadas.

O condor andino fica em pernas largas, providas de unhas curtas e levemente curvas. As pernas são adaptadas para andar e manusear habilmente a carniça, da qual se alimenta. A plumagem dos espécimes jovens é marrom, durante as sucessivas mudas de penas, o condor andino adquire a característica plumagem preto-azulada que o caracteriza. Em seu pescoço tem um colar marcante de penas brancas que parece proteger a pele.

Nos machos, destacam-se crista e dobras na face e pescoço. que aumentam de tamanho à medida que o condor avança na idade. As fêmeas, embora não tenham a crista que distingue os machos, têm as dobras no rosto e no pescoço. Outra característica do dimorfismo sexual é o tamanho menor das fêmeas.

O condor andino se destaca por seu voo elegante e longos deslizamentos. Sendo um animal pesado, esta espécie usa correntes de ar térmicas que são produzidos nas áreas andinas, isso permite que ele permaneça no ar por muitas horas e é a razão pela qual os espécimes podem ser vistos nas áreas dos oceanos Pacífico e Atlântico, aproveitando as correntes de ar do mar.

condor andino, características, alimentação, reprodução, hábitos

O condor andino praticamente não emite sons, isso porque a siringe está quase totalmente atrofiada.

Como o condor andino se alimenta?

A dieta do condor andino é basicamente composta por animais mortos, só em certas ocasiões pode caçar pequenas presas. Sua grande capacidade de voar lhe permite percorrer longas distâncias em busca de alimento em tempos de escassez. Quando o condor vê a carcaça de um animal, ele não pula imediatamente sobre ele, mas voa sobre ele por dias. Este comportamento foi possivelmente devido à expectativa de maior decomposição da presa. Uma vez que decide descer, começa a ingerir as partes mais moles, como olhos, abdômen, virilha e vísceras. Os condores detectam seus alimentos através do cheiro do gás liberado pela decomposição de uma carcaça – etil mercaptano.

Reprodução

o condor andino É um animal com características monogâmicas., mantém o mesmo parceiro ao longo de sua vida. Está provado que, para cortejar sua parceira, o condor macho dá à fêmea pequenos galhos, que ele coloca sob suas asas. Essa forma muito particular de namoro foi detectada em animais em cativeiro e não foi corroborada nesses espécimes na natureza.

Antes do acasalamento, o condor andino masculino e feminino passam por um período de “coexistência” 2 meses no ninho. Uma vez ocorrido o acasalamento, a fêmea põe um único ovo, que será incubado por ambos os membros do casal, alternadamente, por 2 meses. É uma das aves com maior período de incubação.

o condor andino

Quando o filhote nasce, os pais o alimentam com carne regurgitada. Somente aos 6 meses de idade, o filhote começará a fazer suas primeiras tentativas de voo e então, até completar um ano e meio, acompanhará seus pais na obtenção de alimentos. Após esse período, o jovem condor andino se juntará aos demais exemplares que compõem a colônia.

Hábitos do Condor Andino

O comportamento social do condor andino é caracterizado por uma estrutura hierárquica baseada no poder masculino. O macho exerce seu domínio sobre a fêmea e os exemplares mais velhos sobre os mais jovens. Esta estrutura dominante permite ao macho usufruir dos melhores locais para nidificar, deixando o resto reservado às fêmeas e aos animais jovens.

Através da secreção de ácido úrico em suas pernas, o condor andino pode nivelar sua temperatura em caso de calor excessivo ou quando se sente desidratado.

Devido à baixa taxa de natalidade que esta espécie possui, os predadores naturais que atacam seus ovos e caçam, o condor andino é uma espécie “quase ameaçada” e dos diferentes governos dos países em que habita, foram lançados programas de proteção, que conseguiram evitar a dramática diminuição da população.

caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.