Home » Animais » Medusa

Medusa

O medusa é um animal marinho, descrito como uma maravilha da natureza, que pertence a um grupo de mais de 10.000 espécies do filo Cnidaria, com diferentes características e cores variadas. Também é conhecido como aguamala, malaguas, aguaviva ou lágrimas do mar. É um invertebrado simples, com uma incrível capacidade de locomoção.

medusa

CARACTERÍSTICAS DA Medusa

O corpo da água-viva é simétrico, o que permite detectar o perigo e ir em busca de comida em qualquer direção. É gelatinoso e quase todo composto por água, apenas 5% é material sólido. Desenvolve-se em sinos ou sinos dos quais pende um tubo, na extremidade inferior da qual está localizada a boca. Para se mover verticalmente, eles o contraem enchendo-o com água que eles liberam fortemente para obter propulsão. Também se move horizontalmente com a ajuda do vento e das correntes oceânicas.

Medusa medem entre 5 e 40 cm de comprimento, mas existe uma espécie grande de 200 cm de diâmetro e 200 kg. Dependendo de sua espécie, eles têm entre quatro e oito tentáculos que facilitam sua alimentação e a injeção de substâncias venenosas. Suas “vítimas” não precisam estar próximas para alcançá-las, pois esses braços são longos e dilatados.

As medusas não possuem cérebro, mas receptores nervosos, que favorecem sua sobrevivência. Dependendo da variedade, Eles podem viver entre 2 horas e 6 meses. Apenas uma certa espécie pode viver para sempre.

CLASSIFICAÇÃO

A água-viva é classificada em três grandes grupos:

  • Hydrozoa: Pólipos e hidromedusas se destacam neste grupo. Os pólipos formam assentamentos de corpos polimórficos conectados entre si. Eles não têm esqueleto e seu nível de toxicidade é pequeno para humanos. Já as hidromedusas são carnívoras, se alimentam de pequenos crustáceos, possuem quatro tentáculos repletos de cnidócitos (células que secretam substâncias urticantes) e um manto gelatinoso chamado mesoglea. Eles geralmente não excedem 6 cm de diâmetro.
  • Cubozoa: Eles vêm de regiões tropicais e subtropicais, sendo encontrados em grande número ao redor do continente australiano e do Mar das Filipinas. Eles são nomeados por sua forma de cubo e existem cerca de 40 subespécies, como a vespa do mar, que é mortal devido ao seu veneno. No entanto, eles não são agressivos no comportamento.
  • cifozoário: Eles são catalogados como a verdadeira água-viva. Incluem exemplares conhecidos como a água-viva da lua, a água-viva azul e a água coagulada, muito numerosas no Mediterrâneo e parte do Atlântico. Seu tamanho varia entre 4 cm e 2 metros de diâmetro, podendo ultrapassar os 40 kg.

HABITAT Medusa

Características da água-viva, habitat, alimentação, reprodução, picada

As medusas têm um habitat bastante amplo, o oceano, onde se reúnem cerca de 2 mil espécies. Alguns vivem nas águas frias do Ártico e outros nas águas quentes dos trópicos. Boa parte deles permanece no fundo do mar e outros perto da superfície. Não é comum eles se reunirem no mesmo local, mas quando isso acontece, diz-se que há uma floração de medusas.

ALIMENTAÇÃO DE Medusas

As medusas são geralmente carnívoro. Eles usam as correntes oceânicas e o vento para localizar seus alimentos. Eles o pegam com seus tentáculos pegajosos e o levam à boca. Espécies grandes podem consumir crustáceos, peixes pequenos e águas-vivas ainda menores. Eles aproveitam as oportunidades, comem o que está disponível. É incrível, por exemplo, a quantidade de plâncton que eles podem comer. Esses animais liberam toxinas por fricção. Na verdade, é assim que eles pegam suas presas.

REPRODUÇÃO das Medusas

As medusas são machos ou fêmeas, ambos conseguem originar óvulos ou espermatozoides, ou seja, eles não precisam acasalar para criar descendentes Eles podem fazê-lo assexuadamente.

Sua reprodução ocorre ao longo do ano e durante o processo eles expelem óvulos e espermatozóides na água, onde se origina a fecundação. Da mesma forma, o esperma pode fertilizar os óvulos dentro do corpo da fêmea. Os ovos são originários de lá.

Ao desenvolver o ovos Larvas chamadas plânulas são liberadas, e estas se transformam em um pólipo assexuado, ou seja, um animal invertebrado com a aparência de um saco e estes, por sua vez, geram medusas assexuadas, fechando assim o ciclo reprodutivo.

FERIDA DE MEDUSA

A água-viva

Imaginar uma água-viva é pensar em suas dolorosas picadas. O sintomas deste ataque Geralmente são: comichão, dormência e dor na perna ou braço, no peito, cabeça e zona abdominal, náuseas, dificuldade em engolir, espasmos musculares, sudorese, alterações no número de batimentos cardíacos, corrimento nasal, olhos lacrimejantes e vermelhidão no área de mordida.

Se você for atingido por uma água-viva, é recomendado não arranhe, use água salgada para limpar a ferida e não água doce. A aplicação de vinagre também é adequada para aliviar a coceira, assim como a aplicação de um material frio por 15 minutos, mas não de água fresca gelada, diretamente sobre a pele. É melhor colocá-lo em um saco plástico e, em seguida, colocá-lo cuidadosamente na mordida. Isso atenuará os sintomas.

caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.