Home » Animais » Mosca

Mosca

O mosca É um inseto terrestre, com grande presença no meio ambiente, pertencente à classe Insecta e à ordem Diptera. O mais comum faz parte da família Muscidae e é encontrado na maioria das regiões do mundo. Seu nome científico é Musca domestica. Possui quatro faixas escuras no dorso do tórax, o abdome é claro nas laterais e sua faixa central escura cobre os segmentos abdominais.

Mosca

Características da mosca

A mosca tem um corpo dividido em três zonas: cabeça, tórax e abdome. Seus olhos são vermelhos e são formados por milhares de facetas sensíveis à luz, apesar de serem repetidamente limpas esfregando as patas. Seu órgão visual carece de uma lente central, mas essas facetas ou unidades receptivas permitem detectar todos os movimentos instantaneamente.

A cabeça também contém as peças bucais, que usa para lamber, chupar, perfurar ou morder. Algumas espécies podem morder e sugar o sangue de humanos.

Possui asas que o ajudam a voar e outras menores, chamadas de balanceadores ou halteres, que estabilizam seu movimento.

A mosca é coberta de pêlos e um grande número de sedas sensoriais, que lhe permitem saborear, sentir e cheirar. Eles geralmente provam tudo que pisam e, se parece gostoso, abaixam a boca e tentam novamente.

Nas pernas tem pequenas almofadas aderentes que lhe oferecem a possibilidade de caminhar sobre superfícies lisas como o vidro.

As moscas adultas geralmente medem entre 5 e 8 milímetros de comprimento e entre 13 e 15 milímetros de envergadura. As fêmeas são geralmente maiores que os machos, e seus dois olhos estão mais distantes.

Habitat e alimentação da mosca

Características da mosca, habitat, reprodução, alimentação do inseto

A mosca esvoaça em quase todos os lugares onde há presença humana, independentemente do clima. Na verdade, ele se adapta à maioria das temperaturas do planeta. Ele é atraído pelo cheiro de peixe e carne. Alimenta-se de resíduos. É por isso que se vê onde há comida, lixo e lixo. Também se alimenta de fezes, frutas em decomposição e, em geral, de qualquer resíduo. Eles não mastigam, mas absorvem e regurgitam líquidos.

Ele carrega bactérias em seu corpo, tornando-o muito perigoso para a saúde.

Expectativa de vida e reprodução da Mosca

O ciclo de vida deste animal é composto por quatro fases morfológicaso que significa que é holometábolo: ovo, larva ou larva, pupa e adulto.

Cada fêmea pode colocar cerca de oito mil ovos brancos, com aproximadamente 1,2 milímetro de comprimento. Nas próximas 24 horas, as larvas começam a eclodir e devorar detritos orgânicos altamente nutritivos. Nessa época eles têm um tamanho médio de 3 a 9 milímetros de comprimento, sem pernas, com boca terminal e de cor pálida.

Após a alimentação, eles se transformam em pupas, que são marrons ou vermelhas, com cerca de oito milímetros de comprimento.

Terminada a metamorfose, a mosca adulta rompe uma parte da pupa de forma circular e voa em busca de congêneres para acasalar e poder completar seu ciclo de vida.

Nem todas as moscas põem ovos. Algumas espécies são ovovivíparas, ou seja, os ovos eclodem dentro da mãe, o que faz com que os filhotes saiam como larvas.

A mosca

O mais comum é que eles vivem entre 15 e 25 dias. Algumas espécies de moscas podem completar seus ciclos em poucos dias e outras em um mês ou dois.

Estudos científicos determinaram que se todos os ovos de uma mosca sobrevivessem, assim como seus descendentes, uma comunidade de mais de um bilhão de moscas por ano seria estabelecida.

Vantagens e desvantagens da mosca

As moscas vivem no lixo e em locais onde proliferam as fezes de outros seres vivos. Poucas horas depois de mortos, os animais atraem moscas. É assim que desempenham um papel crucial na eliminação e consumo de restos de animais. Além disso, eles têm o poder de transformar a matéria fecal.

Os chamados taquinídeos são usados ​​como controle biológico, pois parasitam várias espécies de percevejos.

Outro aspecto positivo das moscas é que elas servem de presa para outros animais, como pequenos roedores e pássaros, tornando-as parte essencial da cadeia alimentar.

Alguns desses insetos são polinizadores ativos, especialmente de plantas crucíferas e colas.

A maior de suas desvantagens é que, sendo atraídos por carne em decomposição e matéria fecal, eles são frequentemente uma fonte de transmissão de doenças infecciosas como cólera, disenteria e febre tifoide.

Da mesma forma, foi comprovado que estão relacionados com a transmissão de epizootias e doença do sono.

Existem várias moscas cujas larvas produzem miíase (bicheras ou vermes) tanto no gado como no homem.

caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.