Home » Animais » Rouxinol-comum

Rouxinol-comum

Divulgue para seus amigos e seguidores!

O Pássaro mimo também conhecido como rouxinol comum É uma ave que é popularmente reconhecida por seu belo canto. Os sons dessas aves podem ser ouvidos tanto durante o dia quanto à noite, principalmente na época de acasalamento, quando exibem todas as suas habilidades de canto para atrair a fêmea. Seu nome científico é luscinia megahynchos sendo classificado na família de Muscicapidae. É uma ave migratória, nativa da Europa e Ásia, mas que escolhe o continente africano para passar o inverno boreal. Na primavera, eles retornam ao seu habitat para acasalar.

Pássaro mimo

Como é o Rouxinol-comum? Suas características

O Rouxinol Comum não é uma ave que se destaque notoriamente pelos seus aspectos morfológicos, apenas a sua marcada plumagem castanho-avermelhada pode sobressair como característica fundamental, sobretudo entre as coberturas superiores e as da cauda. Ressalta-se que sua cor não é uniforme, mas sim possui áreas com tons mais opacos, localizadas principalmente no par central de retículos. Durante o voo do rouxinol é possível detectar que as áreas inferiores são de cor acinzentada e uma área de plumagem branca pode ser observada na garganta.

O bico do rouxinol está em sintonia com sua plumagem, exibindo uma cor marrom escura, sendo a mandíbula inferior um pouco mais clara. As pernas na área dos tarsos e pés têm uma tonalidade clara da cor da carne. Não há diferenças perceptíveis entre homens e mulheres. Somente na presença de ambos, pode-se detectar que a cauda das fêmeas é um pouco mais opaca em suas cores.

Os exemplares jovens desta espécie distinguem-se por terem uma área mais baça na sua plumagem avermelhada, localizada na extremidade das penas. Toda a parte inferior dos rouxinóis jovens é quase branca e, vista como um todo, o animal parece ter uma cor manchada.

Alimentando

Para sua alimentação, o rouxinol opta por procurar insetos macios que pega do chão com seu bico afiado. No caso das minhocas grandes, essas aves têm o hábito de bater com elas no chão até que elas parem de se mover. Durante os meses de outono, o rouxinol se alimenta das bagas nas árvores.

Características do rouxinol, reprodução, alimentação, canto do pássaro

Reprodução do Rouxinol-comum

Com o início da primavera, os machos começam a emitir um canto harmonioso, que a princípio só pode ser ouvido à noite. Os espécimes jovens aprendem esse tipo de música apenas ouvindo os adultos uma vez. Dessa forma, o rouxinol tenta atrair uma fêmea para cumprir o ritual de acasalamento.

O canto nupcial do rouxinol começa a se espalhar ao longo do dia, tornando-se mais audível ao amanhecer e ao anoitecer. Durante seu processo de migração, da África, onde essas aves passaram o inverno boreal, os machos chegam ao seu destino cerca de 10 dias antes das fêmeas para recebê-las com sua corte.

A fêmea constrói seus ninhos em matagais e lugares escondidos não muito altos. Lá, no meio da primavera, colocará entre 5 a 6 ovos cor de azeitona. Após a incubação, tarefa realizada exclusivamente pela fêmea, os filhotes eclodem e, após 10 ou 12 dias, poderão deixar o ninho. Os filhotes do rouxinol manterão a plumagem mosqueada dos filhotes até a primeira muda de penas que deve ocorrer no outono. Antes do período em que você iniciará sua jornada migratória para a África.

A canção do Rouxinol-comum

O rouxinol cativou pela variedade e profunda sonoridade de seu canto. Ele pode descrever 2 tipos diferentes de bordas. Durante o namoro, o canto desses pássaros é alto e sonoro, pode ser ouvido com mais insistência durante a madrugada e durante a tarde. Após o acasalamento e mais perto da chegada do verão, os sons emitidos são menos vigorosos, mas mais sustentados, destacando-se uma enorme variedade de sons suaves e uma grande “riqueza musical”.

O rouxinol

Quando os filhotes começam a voar, os machos assumem a tarefa de ensiná-los a cantar. Os adultos emitem seu canto e os jovens tentam imitá-lo, de modo que nesses períodos é possível ouvir sinfonias harmônicas que parecem se replicar constantemente.

Em geral, é uma ave que prefere se esconder entre as folhagens das árvores, porém, quando canta, se deixa ver e permite que o observador chegue bem perto de onde está.

É comum vê-lo pulando de galho em moitas não muito distantes do solo, pois assim permanece na expectativa de obter seu alimento. Esse comportamento, de movimento ágil e pouco vôo, nos lembra outra espécie conhecida como tordo.

Pela variedade de notas que o rouxinol nos dá com seu canto, é conhecido como o melhor cantor entre os pássaros.


Divulgue para seus amigos e seguidores!
caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.