Home » Animais » Toninha

Toninha

Divulgue para seus amigos e seguidores!

O boto É um mamífero marinho, da ordem do cetáceos, ou seja, compartilha parentesco com baleias, orcas e golfinhos. Menor do que o último, qualquer pequeno golfinho é muitas vezes chamado erroneamente de boto. Dentro dos cetáceos, os botos são os mais pequenos e apesar da confusão têm características físicas que os diferenciam claramente dos golfinhos.

Toninha

Como distinguir um boto? suas características

Embora o boto seja menor que o golfinho, sua constituição física é mais robusta. Seus dentes são achatados, enquanto nos golfinhos eles têm uma forma claramente cônica. Sua barbatana dorsal é triangular. Outra característica que diferencia a toninha do golfinho é o focinho. Enquanto no golfinho é fino e em forma de bico, no boto é bem arredondado, com as extremidades da boca bem levantadas.

A cor da toninha pode variar entre marrom ou cinza escuro, sendo sua parte inferior creme ou bege claro. Com esses tipos de cores, a toninha pode se camuflar tanto do topo da água quanto do fundo dos oceanos. Quando nascem medem entre 67 a 85 cm de comprimento, os machos podem medir até quase 2 metros de comprimento, e pesam em torno de 60 kg, as fêmeas, curiosamente, pesam mais que o macho, chegando a 73 kg.

Reprodução de botos

O acasalamento ocorre entre o final do verão e o início do outono. A gravidez dura entre 7 e 11 meses. Um único bezerro nascerá entre maio e setembro.

O tempo exato que leva para os botos atingirem a maturidade sexual é desconhecido, estima-se que seja entre 3 e 4 anos. As fêmeas têm um filhote a cada 1 ou 2 anos, podendo viver até treze anos.

Nas épocas de acasalamento, os machos dos botos apresentam um importante desenvolvimento testicular, podendo chegar a 6% de sua massa corporal.

Alimentando

Peixes pequenos como arenque, pescada, galeota, salmão, bacalhau e também lula são o principal alimento do boto. Os filhotes desses mamíferos, no período entre o desmame e quando começam a consumir peixes, se alimentam de krill.

boto

Os botos são as vítimas preferidas das baleias assassinas e dos tubarões, pois são os menores cetáceos. A pesca industrial, tão difundida, causa enormes prejuízos à população de botos que muitas vezes ficam presos em grandes redes de pesca. De acordo com estudos realizados, os botos são extremamente sensíveis ao ruído causado em áreas urbanas.

Curiosidades da toninha

Um fato curioso é que os botos se tornaram as vítimas preferidas dos golfinhos. A imagem idílica que temos desses animais contrasta com a ferocidade que assumem por motivos relacionados ao estresse. Essa ferocidade é descarregada na população de botos, que aparecem nas praias e ursos abatidos.

Uma das principais causas de stress nos golfinhos está ligada à falta de sexo, isto como consequência da competição pelas fêmeas e dos conflitos que surgem entre os machos, nas disputas territoriais. Os cientistas avaliaram que as estranhas mortes de botos estão relacionadas a ataques de golfinhos machos.

Uma espécie em risco

A existência da toninha está sendo ameaçada, a indústria pesqueira tornou-se o principal fator de risco para a vida desses animais. Muitos deles são vítimas de redes de pesca e outras vezes as empresas pesqueiras, em uma prática totalmente ilegal, usam-na como isca e isca para a pesca.

Uma das variedades de botos, conhecida como vaquita marina, é a espécie mais ameaçada. As autoridades da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), divulgaram um relatório indicando que esta variedade, que atravessa as águas do Golfo da Califórnia, foi incluída na lista de espécies de maior risco. A IUCN conclui que, talvez, seja o próximo animal a ser extinto, já que sua população diminui 15% a cada ano como resultado da predação pela pesca.

A toninha sem barbatanas é outra das variedades que corre sério risco de desaparecer. Os cuidados das autoridades parecem ser ineficazes, devido à proteção que os barcos de pesca recebem quando violam as normas relativas à proteção de espécies ameaçadas de extinção.


Divulgue para seus amigos e seguidores!
caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.