Home » Animais » Turgor

Turgor

Palavra turgidez Tem sua origem etimológica no latim. É composto pelo verbo turgere, que se traduz como inchado; a partícula nt, que indica agente, e o sufixo ia, que equivale a qualidade. Assim, o termo identifica o evento de expansão completa de uma célula dilatadadevido à pressão do fluido.

Turgor

Como consequência da turgescência, as membranas celulares ficam tensas, devido à pressão exercida sobre elas pelas células inflamadas, ao absorver uma certa quantidade de água.

Quando o fluido exerce força contra a parede celular, a pressão de turgescência é produzida. E se a pressão for oposta, ou seja, for exercida pela parede celular contra o conteúdo da célula esticada, é conhecida como pressão da parede.

Normalmente, as duas pressões, a pressão de turgescência e a pressão de parede, prevalecem uma sobre a outra, preservando o equilíbrio. Existem três fatores fundamentais que intervêm na turgescência de uma célula viva: A criação dentro da célula de substâncias osmoticamente ativas, o fornecimento adequado de água e a presença de uma membrana semipermeável.

CONCEITOS PARA ENTENDER
DE TURGÊNCIA

Para uma melhor compreensão do processo, é pertinente estudar alguns conceitos da biologia como:

Osmose

A osmose é a passagem de um diluente através de uma membrana semipermeável de uma área de alta concentração para outra de menor concentração. A água é o solvente ou diluente universal e transcendental para os seres vivos. Possui propriedades físicas no nível celular, manifestadas ao passar de uma célula para outra e ao sair ou entrar no ambiente intracelular para o exterior. Em uma célula normal, a quantidade de fluido dentro e fora da célula é a mesma.

Soluções isotônicas

São aquelas em que o soluto está na mesma quantidade em ambos os lados da membrana celular, de modo que a pressão osmótica é a mesma nos fluidos corporais, mantendo o volume das células.

Solução hipotônica

Entende-se como aquele cuja concentração de sólidos ou soluto é menor no meio externo do que no núcleo citoplasmático da célula. Neste caso ocorre turgescência.

Meio hipertônico

É quando há maior concentração de soluto na parte externa. Quando a célula está em um meio hipertônico, a água interna da célula tende a sair para igualar a concentração com a do meio externo. Ou seja, há maior concentração de soluto na parte externa, a célula perde água, devido à diferença de pressão osmótica, e pode ocorrer morte por desidratação, pois a saída de água da célula permanece até que a pressão interna seja equalizada. . da célula com a do exterior; ocorre plasmólise.

Plasmólise

É o fenômeno oposto. Ocorre quando as células, perdendo água, se contraem, afastando o protoplasto da parede celular. A plasmólise é promovida pela semipermeabilidade da membrana citoplasmática e pela permeabilidade da parede celular nas plantas.

IMPORTÂNCIA DA TURGÊNCIA

É de uma importância significativa. Uma das razões é porque reforça o movimento das soluções nutritivas entre as células, devido ao contraste nas concentrações de seiva entre uma célula e outra.

É necessário para o crescimento de diferentes órgãos. Também é essencial nas células vegetais porque alcança sua estabilidade. Se as células vegetais perdem água, a pressão de turgescência diminui e elas se tornam moles. A perda de água nas plantas pode ser a causa de seu murchamento.

TURGÊNCIA NAS PLANTAS

O turgor é essencial para as plantas porque É a principal força de expansão celular nos tecidos. plantas em processo de crescimento. As plantas estão sujeitas à pressão de turgescência, o que lhes permite prolongar suas células e moderar a secreção abrindo e fechando as células estomáticas.

Faz parte do metabolismo celular, e frequentemente a pressão de turgescência, é fundamental no comportamento das plantas frente às variáveis ​​ambientais. Uma quebra no processo regulatório do turgor influencia seu desenvolvimento, principalmente em eventos como seca, poluição e temperaturas exageradas.

É graças à turgidez, que pecíolo, caule, folhas e frutos maduros alcançam firmeza e estabilidade, ajudando a planta a preservar sua forma e bom funcionamento, portanto, todas as plantas precisam da turgidez de suas células para seu suporte.

A parede das células vegetais permite que elas resistam ao turgor e é à pressão de turgor que as plantas devem sua cor verde.

TURGÊNCIA NA MEDICINA

Na medicina, refere-se a a elasticidade normal da pele, produzida pela pressão exercida pelos tecidos e pelo líquido intersticial. Permite que a pele se alargue e retorne ao seu estado original.

Um passo vital em qualquer exame físico é a avaliação do turgor. Analisando isso, um médico pode estabelecer se há desidratação.

caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.