Home » Animais » Verme

Verme

Sua aparência não é necessariamente bonita, mas sua importância para a saúde do solo compensa isso. Graças aos minerais e nutrientes que transportam para a superfície e aos túneis que cavam ao longo do caminho, o verme Ele fornece a terra com a oxigenação necessária para dar vida.

Verme

Habitat e informações gerais da minhoca

Para quem tem jardins, este pequeno invertebrado, do tipo anelídeo, representa um hóspede de longa permanência, enquanto para os adeptos da pesca é a isca perfeita.

o verme é nativo da Europa, mas agora colonizou a América do Norte e a Ásia Ocidental. Mesmo sua grande população tornou uma praga em várias áreas.

Nos Estados Unidos, foi nomeado de uma maneira particular: “Buscador da Noite” e é que muitas vezes aparece à noite para se alimentar da superfície da terra. Quando o sol brilha, é comum que a minhoca fique enterrada no solo, mas bem próxima da saída de seu túnel, que pode ter até 2 metros de profundidade.

Possui uma vasta lista de predadores, entre os quais se destacam: pássaros, ratos e sapos, além de ser utilizado como adubo orgânico.

Seu corpo é desejado por diferentes animais, pois contém 72% de proteína. Depois de seco e triturado, é o alimento ideal para centenas de espécies de diferentes tipos.

O excremento é outro produto útil que a minhoca contribui para a agricultura. Conhecido como húmus, é o resíduo que esses animais liberam quando são alimentados com restos de plantas, restos de culturas e esterco de pássaros. O húmus de minhoca é, sem dúvida, um dos fertilizantes mais completos para melhorar a produtividade de qualquer terra.

Reconhecer um verme, suas características

Eles se conhecem por aí 3500 espécies de minhocas que foram devidamente classificados e estudados. Os seus gostos variam, pois alguns preferem penetrar na terra, construindo muitos canais verticais, enquanto outros, como os Epígeas, optam por viver muito perto da superfície.

Características da minhoca, reprodução, habitat Solo, vermelho da Califórnia

A minhoca se distingue principalmente pela combinação de cinza e vermelho em toda a sua pele. Pode ter uma extensão de até oito centímetros, embora haja casos de vermes que chegaram a medir até 35 centímetros com o corpo enrolado.

O tronco do verme é segmentado por 150 anéis juntos, também chamados de metameros. Cada um deles é coberto por seda ou pequenas cerdas, semelhantes a cabelos humanos, que esse animal usa para mover a terra em que cava.

Sua aparência suave e fina não deve confundir. Graças às suas partes aneladas, a minhoca é extremamente flexível, forte e altamente móvel.

Uma minhoca respira através de sua pele, que deve permanecer úmida para permitir a passagem de dióxido de carbono e oxigênio.

Embora não seja facilmente visível, a boca do verme está localizada no primeiro segmento de seu corpo. Ao cavar a terra, ele a come, extraindo nutrientes da decomposição da matéria orgânica, como folhas e raízes.

Apesar de não ter dentes, tem grande poder de sucção e é muito voraz. Você pode comer até 90% do seu peso em 24 horas. e eliminar até 60% de sua ingestão pelas fezes.

reprodução de vermes

as minhocas são hermafroditas, ou seja, eles têm órgãos sexuais masculinos e femininos. Apesar disso, a maioria das minhocas opta por se associar com seus pares para se reproduzir.

Minhoca

Após o processo, o verme forma uma espécie de casulo circular, que secreta um líquido do clitelio, aquele minúsculo e espesso espaço que é facilmente reconhecido no terço anterior do corpo.

Uma vez terminado, os espermatozóides e os oócitos são colocados dentro do casulo, que é imediatamente enterrado. Após duas a quatro semanas, os vermes recém-eclodidos emergem à superfície, alimentando-se dos dejetos dos adultos e, após 45 dias, repetem a tarefa reprodutiva.

importância ecológica

Embora para muitos sejam “bichos feios” que produzem nojo, as minhocas têm uma grande capacidade de transformar solo seco, duro e quase morto no oposto. Certamente é um processo que leva tempo, mas o fato de ser totalmente natural o torna um mecanismo adequado para cuidar de nossos recursos. Com o seu uso, é possível recuperar grandes áreas agrícolas que se pensava estéreis e trazê-las de volta à vida.

São precisamente as minhocas que são utilizadas na biotecnologia da Vermicultura. Este termo refere-se à criação intensiva deste espécime para reciclar matéria orgânica, que posteriormente será utilizada na fabricação de composto.

Entre os vermes domesticados mais utilizados, o “California Red Worm” destaca-se pela sua versatilidade e rentabilidade. Eles podem viver até 16 anos e produzir cerca de 1.500 descendentes anualmente.

caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.