Home » Saúde e Beleza » O papel da progesterona na gravidez

O papel da progesterona na gravidez

Divulgue para seus amigos e seguidores!

 

A progesterona é um hormônio comumente associado às mulheres, porém, também está presente nos homens. Claramente, em muito menor grau do que nas mulheres. A progesterona na gravidez tem papel fundamental, pois é responsável por garantir o seu bom desenvolvimento.

Antes de saber exatamente como a progesterona funciona na gravidezÉ importante saber o que é esse hormônio em si, como é produzido e quais são suas funções em geral.

O que é progesterona?

A progesterona é um hormônio esteróide C-21 que está envolvido em vários processos no corpo feminino, como o ciclo menstrual e a gravidez. Apesar de ser um hormônio principalmente feminino, como mencionado acima, também está presente no corpo masculino.

Como é produzido?

Progesterona química

Este hormônio sexual é produzido principalmente nos ovários, especificamente no corpo lúteo destes. Os níveis de progesterona aumentam quando você está prestes a ovular, pois está relacionado ao espessamento do endométrio. Além disso, a progesterona na gravidez é produzida pela placenta em grandes quantidades. Mas essa não é a única maneira pela qual o corpo sintetiza esse hormônio.

As glândulas supra-renais e até o fígado são capazes de produzir pequenas quantidades de progesterona. É por isso que também é possível que os homens o produzam, embora, claro, em uma quantidade minúscula em comparação com as mulheres. Na verdade, esse hormônio é considerado uma substância precursora do estrogênio e do hormônio testosterona.

Quais são as funções da progesterona?

A progesterona tem várias funções no corpo, principalmente nas mulheres, mas também nos homens. Entre suas principais funções estão a regulação dos ciclos menstruais e sua participação essencial na gravidez.

Preparação do endométrio e regulação do ciclo menstrual

Em cada ciclo menstrual, após a ovulação, ocorre uma fase chamada ‘fase lútea’. Conforme observado acima, o corpo lúteo é um dos principais produtores de progesterona. Assim, durante esta fase, o corpo lúteo aparece nos ovários, produção de progesterona para preparar o endométrio para possível implantação.

Da mesma forma, foi observado que um baixo nível de progesterona está associado a ciclos menstruais irregulares. Portanto, nesses casos, a progesterona é prescrita como suplemento para melhorar a regularidade dos ciclos menstruais.

Regulação dos níveis de glicose e gordura corporal

Além de ter uma importante influência na regulação do ciclo menstrual, a progesterona pode ajudar a regular os níveis de glicose. Este último ocorre em mulheres e homens. Mas não só isso, mas também ajuda a regular a gordura corporal, transformando lipídios em energia e distribuindo gordura em diferentes partes do corpo.

Intimamente ligado aos sistemas imunológico, endócrino e ósseo

Por outro lado, esse hormônio também está intimamente ligado a vários sistemas do corpo. O primeiro deles é o sistema imunológico, no qual atua para facilitar a imunidade e a proteção do corpo. Por sua vez, a progesterona na gravidez produz imunossupressão, de forma que o sistema imunológico não considera o feto como um corpo estranho ou prejudicial.

Em relação ao sistema endócrino, foi previamente indicado que a progesterona era um dos precursores dos estrogênios e da testosterona. Mas, além disso, regula a síntese e a emissão dos hormônios adrenais. Da mesma forma, foi encontrada uma relação entre a progesterona e a melhora da função dos osteoblastos, facilitando a geração óssea. Portanto, esse hormônio beneficia a formação e manutenção da densidade óssea.

Progesterona na gravidez

Outras funções

Além das funções mencionadas acima, a progesterona também participa de outros processos. Por exemplo, esse hormônio está associado ao início da puberdade, maturação sexual e desenvolvimento físico. Por sua vez, a progesterona tem influência na libido. Nos homens, ajuda a prevenir a conversão da testosterona em diidrotestosterona, por sua vez, evitando neoplasias.

Progesterona na gravidez

A progesterona na gravidez desempenha um papel fundamental, pois graças a ela o endométrio engrossa para facilitar a implantação. Além disso, graças a esse hormônio, o sistema imunológico não se volta contra o feto. Se a progesterona não diminuísse a resposta imunológica, o corpo responderia negativamente à gravidez.

Outra função importante da progesterona na gravidez é a alteração que ela cria no muco uterino. A progesterona faz com que esse muco aumente sua acidez e fique mais espesso, tudo com o objetivo de impedir a entrada de novos espermatozoides.

Por outro lado, a progesterona afeta diretamente a mudança das mamas durante a gravidez. Esse hormônio é responsável por estimular o crescimento das mamas, bem como o desenvolvimento das glândulas mamárias. Por sua vez, evita que o leite seja produzido durante a gravidez, mas, uma vez ocorrido o parto, favorece a lactação. Em suma, a progesterona é extremamente importante na gravidez, aqui estão todas as suas funções:

  • Ele estimula as glândulas do revestimento do útero a produzir nutrientes.
  • Estimula o espessamento do endométrio para facilitar a implantação.
  • Aumenta o fluxo sanguíneo para o útero.
  • Previne as contrações uterinas para evitar abortos ou partos prematuros.
  • Relaxa o sistema nervoso central. Desta forma, ajuda as mulheres grávidas a dormirem melhor.
  • Estimula o desenvolvimento das glândulas mamárias. Tem um papel importante na amamentação.
  • Impede que o sistema imunológico detecte o feto como um corpo estranho.
  • Altera a consistência do muco uterino para evitar a passagem de novos espermatozoides. Essa alteração também gera o chamado ‘tampão mucoso’, protegendo a mãe e o bebê de possíveis infecções.

O que acontece se houver deficiência de progesterona na gravidez?

Deficiência de progesterona na gravidez

Se houver deficiência de progesterona na gravidez, é possível que seja interrompida por um aborto espontâneo. Além disso, se houver níveis baixos desse hormônio, é improvável que ocorra uma gravidez, uma vez que progesterona facilita a implantação uterina. Em alguns casos, pode ocorrer uma implantação nas trompas de falópio, causando uma gravidez ectópica ou tubária.

Esse tipo de gravidez é muito perigoso, já que o embrião estando em uma trompa de Falópio, ele pode continuar a crescer até se romper, resultando em morte. Por isso, a progesterona é muito importante para o desenvolvimento normal da gravidez.

Progesterona artificial

Quando seu médico suspeitar de níveis baixos de progesterona durante a gravidez, ele pode lhe dizer para recorrer à progesterona artificial. Isto, com o propósito de prevenir a ocorrência de aborto. Além disso, se você engravidou por fertilização in vitro, pode ter que tomar certos medicamentos que impedem a síntese de progesterona.

Portanto, durante as 10 semanas de sua gravidez, você precisará de progesterona exógena para ajudar a sua gravidez a se desenvolver normalmente. Após 10 semanas, o hormônio artificial não será mais necessário, pois a placenta será capaz de produzi-lo por conta própria.

Como é administrado?

várias maneiras de administrar progesterona, uma das mais populares é por meio de injeções. Essas injeções são aplicadas nas nádegas diariamente. Também é possível usar supositórios vaginais, gel vaginal e até comprimidos orais. Os últimos são usados ​​nos casos em que o sangramento menstrual é irregular.

Possíveis efeitos colaterais

Embora a progesterona artificial possa ajudar a engravidar sem problemas, ela também pode ter efeitos colaterais. Alguns dos mais comuns são sonolência, retenção de líquidos, dores de cabeça, tonturas e muito mais. Em caso de qualquer efeito adverso, é melhor consultar o seu médico.

Não há dúvida de que progesterona na gravidez é essencial, pois é responsável por preparar o corpo corretamente para este maravilhoso processo.


Divulgue para seus amigos e seguidores!
anama ferreyra

Sobre Anama Ferreyra

Anama Ferreyra é uma renomada especialista em saúde e beleza, com sede na Universidade do Rio de Janeiro. Com vasta experiência e conhecimento em áreas como dermatologia e nutrição, Anama é reconhecida por suas contribuições para o bem-estar e a estética. Sua abordagem holística combina ciência e práticas naturais, oferecendo orientações valiosas para uma aparência e saúde ideais. Seus insights e pesquisa têm um impacto significativo no campo da beleza, ajudando as pessoas a alcançar um equilíbrio saudável e uma autoestima elevada.