Home » Saúde e Beleza » Usos e benefícios do peróxido de magnésio

Usos e benefícios do peróxido de magnésio

O magnésio está no topo da lista dos minerais mais importantes para o nosso corpo. O problema é que, ano após ano, muito mais pessoas ao redor do mundo têm problemas para absorver esse mineral transcendental.

Embora as pessoas se preocupem muito com o tipo de alimento que consomem, o magnésio é afetado porque as dietas mais balanceadas, que costumam incluir muitas frutas e vegetais, não absorvem bem esse mineral. Isso ocorre porque os alimentos ricos em magnésio também possuem alto teor de fibras, o que acaba relegando o mineral mais importante do nosso organismo.

O problema de absorção desse elemento é um dos aspectos mais preocupantes na alimentação das pessoas, pois faz com que ele esteja em níveis realmente muito baixos no organismo.

Por isso, incorporando o peróxido de magnésio É transcendental, pois permite uma absorção mais rápida do mineral, o que confere múltiplos benefícios. Esse processo é possível porque o composto, ao entrar em contato com os ácidos presentes na água, libera progressivamente ácido monoatômico.

Em suma, o peróxido de magnésio ajuda a repor a falta do mineral mais importante do nosso corpo. Este produto vem em cápsulas para uma melhor digestão.

Seu consumo está em alta porque traz múltiplos benefícios, pois ajuda a prevenir doenças graves e, além disso, é muito útil para diversos tratamentos.

Claro, é preciso estar atento às suas contraindicações, para não ter problemas ao ingerir as cápsulas.

O peróxido de magnésio é um elemento transcendental para o ser humano, por isso é necessário conhecer suas propriedades, benefícios e recomendações no momento de sua utilização.

Que propriedades tem o peróxido de magnésio?

O peróxido de magnésio, cuja fórmula é conhecida como MGO2, é um pó fino branco que tem ação citotóxica na flora bacteriana anaeróbica.

É por isso que inibe e reduz a flora intestinal patogênica e facilita a implantação de probióticos. Sua liberação de oxigênio ocorre quando passa pela zona ácida do estômago e posteriormente por uma zona alcalina (a parte que inclui o intestino delgado).

O falta de magnésio em nosso corpo, pode resultar em doenças cardiovasculares.

Estudos médicos e científicos têm demonstrado que um baixa concentração deste mineral pode levar ao aparecimento de arritmias, hipertensão, aterogênese e cardiopatia isquêmica.

Nesse sentido, o peróxido de magnésio ajuda a prevenir ataques cardíacos, taquicardias, derrames, entre outras doenças. Isso se deve ao fato de repor a falta do mineral através de uma absorção rápida e eficiente.

Para os diabéticos, é um composto extremamente importante, pois a falta de magnésio pode desencadear um risco aumentado de diabetes tipo 2 e retinopatia, que é uma doença ocular diabética que pode causar cegueira.

O peróxido de magnésio é realmente útil no controle dos níveis de açúcar no sangue, porque influencia crucialmente a liberação de insulina.

Nesses casos, há estudos que afirmam que a ingestão desse composto reduz o risco de sofrer Diabetes tipo 2 em 15%.

Sem a absorção necessária de magnésio, o corpo fica exposto a extrema fragilidade em seus ossos. Essa doença, popularmente conhecida como osteoporose, é resultado da falta de cálcio.

A ausência deste metal extremamente importante para os nossos ossos está intimamente relacionada com a dietas deficientes em magnésio. Por esta razão, a ingestão de peróxido de magnésio é essencial para evitar problemas ósseos.

Está comprovado que a enxaqueca está relacionada com a falta de magnésio no nosso sangue. A ingestão dessas cápsulas é altamente eficaz na redução desses ataques, que resultam em fortes dores de cabeça.

Finalmente, o peróxido de magnésio fornece energia ao corpo, tornando-o muito útil para combater o estresse, a ansiedade e a depressão.

Peróxido de magnésio para o intestino

Para o intestino, ter níveis de magnésio regularizados é essencial. Por esta razão, o peróxido de magnésio é muito útil para tratar a constipação.

Esse problema se refere ao retenção excessiva de água no intestino grosso o que leva ao endurecimento das fezes.

Este composto é um bom aliado para limpar o cólon, pois as cápsulas de peróxido de magnésio entram no sistema digestivo e se decompõem em oxigênio e magnésio.

O oxigênio que é liberado liquefaz toda a matéria fecal solidificada que está aderida às paredes do cólon. Como resultado, a matéria que foi anexada normalmente é expelida do corpo.

Cápsulas de peróxido de magnésio. Onde comprar e como usar

Em geral, as embalagens costumam ter 90 cápsulas de peróxido de magnésio nos frascos, o que perfaz um total de 350 gramas.

Pode haver frascos com mais ou menos comprimidos. Seu consumo depende do tipo de doença que a pessoa sofre.

A ingestão de peróxido de magnésio, é aconselhável fazê-lo sob prescrição de um profissional, para evitar problemas futuros. Além disso, é útil saber qual dose tomar diariamente.

Por exemplo, nos casos mais graves, podem ser consumidas até 6 cápsulas por dia, enquanto nas doenças leves, entre 1 e 3 cápsulas de peróxido de magnésio por dia.

O preço do recipiente de peróxido de magnésio depende do número de comprimidos. Por exemplo, uma garrafa de 60 cápsulas custa cerca de 15 euros, enquanto uma de 240 cápsulas custa cerca de 24 euros.

Eles estão facilmente disponíveis em qualquer loja médica ou através de sites. Certifique-se de comprá-los em locais especializados, pois comer um produto de baixa qualidade pode alterar o funcionamento normal do corpo.

Contra-indicações do peróxido de magnésio

A ingestão irresponsável de peróxido de magnésio pode desencadear uma série de problemas, e nem é recomendado para ninguém.

Em primeiro lugar, não é um composto indicado para quem tem algum tipo de doença renal, pois tende a absorver cálcio. Portanto, o consumo de cápsulas de peróxido de magnésio pode causar cálculos renais.

Quando uma pessoa toma antibióticos, não é recomendado tomar peróxido de magnésio, porque pode bloquear os efeitos da medicação.

O efeito laxante do magnésio pode trazer sérios transtornos para quem tem problemas de intestino irritável, gastrite ou qualquer outra patologia digestiva.

Por fim, não é recomendado consumir cápsulas de peróxido de magnésio se você já estiver tomando diuréticos, pois isso pode resultar em um aumento considerável da urina.

isabella carolina

Sobre Isabella Carolina

Isabella Carolina é uma especialista em saúde e beleza com treinamento na Europa. Com uma abordagem refinada e inovadora, ela combina o conhecimento europeu de bem-estar e estética com as mais recentes tendências globais. Sua expertise se reflete em tratamentos personalizados que promovem a saúde e realçam a beleza, cativando seus clientes. Isabella é uma profissional comprometida em elevar os padrões de cuidados com a saúde e a estética, tornando-a uma referência respeitada no campo. Seu treinamento europeu adiciona um toque sofisticado e contemporâneo aos seus serviços, criando experiências únicas para aqueles que buscam o melhor em beleza e bem-estar.