Home » Decoração » Quais são as diferenças entre argamassa, concreto e cimento

Quais são as diferenças entre argamassa, concreto e cimento

Dentro do ambiente de entusiastas da construção e bricolage, é costume usar os termos cimento, argamassa S concreto como sinônimos. Por exemplo, as três palavras são frequentemente usadas para descrever a mistura de materiais que formam um composto que pode ser usado para unir tijolos ou blocos para construir uma estrutura, embora na realidade sejam coisas bem diferentes.

O argamassa é na verdade uma mistura de areia e cimento (também pode incluir cal) usado para unir tijolos e blocos para formar paredes e outras estruturas. A água também é adicionada à mistura para ativar o cimento e endurecer toda a mistura.

Argamassa

O concreto, embora utilize materiais de base semelhantes aos argamassa (cimento, areia, etc.), também inclui cascalho ou outro material similar. Seu principal uso é formar uma base sólida sobre a qual construir ou apoiar itens como postes de vedação, aço, etc. firmemente no lugar. A água também é adicionada à mistura (em quantidades desejadas) para ativar o cimento e iniciar o processo de cura.

O cimento é essencialmente o elemento de ligação em qualquer mistura. Quando combinado com água cura, endurece e se liga a qualquer outra coisa, mistura para formar uma massa sólida. Muitas vezes é conhecido como cimento Portland porque sua cor lembra a das pedreiras encontradas na Ilha de Portland, na Grã-Bretanha.

Como se pode constatar pelo referido nos parágrafos anteriores, todos estes materiais são essencialmente substâncias e misturas diferentes e cada um tem uma utilização muito específica, pelo que é importante não os confundir.

Por exemplo, se uma mistura de argamassa para formar uma base sólida em vez do concreto (também conhecido como concreto) quase certamente não teria a rigidez para suportar qualquer coisa construída sobre ele, levando a falhas ou possíveis colapsos ao longo do tempo.

Concreto

Em essência, o concreto É uma mistura muito mais forte do que argamassa. Isso pode levar muitos a pensar que tudo se resolveria produzindo uma argamassa forte como o concreto. No entanto, existem algumas boas razões para não fazê-lo.

Principalmente, não é conveniente que o argamassa ser tão sólido quanto o concreto, porque quando o concreto é usado para unir tijolos e blocos para formar uma parede, ele parecerá subjugado ao deslocamento dos fenômenos normais de expansão e contração dos materiais, ao assentamento das estruturas e ao movimento do solo, entre outros.

Os tijolos são a parte mais forte da parede, e o argamassa mais fracos, podendo quebrar e desmoronar devido à ação dos fatores citados, enquanto os blocos permanecem intactos. Nestas situações, a argamassa pode ser facilmente removida da parede e substituída por uma nova aplicação.

Cimento

Por outro lado, se o material de união fosse tão duro quanto o concreto, os deslocamentos, contrações e dilatações poderiam acabar fraturando tanto a argamassa quanto os tijolos, forçando a reconstrução da parede, o que implicaria em um maior investimento de dinheiro, tempo e trabalho.

tom r silva

Sobre Tom R Silva

Tom R. Silva é um especialista em construção e decoração com um profundo conhecimento em transformar espaços em verdadeiras obras de arte. Sua habilidade excepcional de combinar design arrojado com a funcionalidade prática o torna um profissional renomado. Com anos de experiência, Tom é apaixonado por criar ambientes que refletem a personalidade e estilo de seus clientes. Sua abordagem única e atenção aos detalhes garantem que cada projeto seja uma expressão única de elegância e criatividade. Tom é uma referência em design de interiores e construção, proporcionando espaços inspiradores e funcionais.