Home » Diferenças » Diferença entre roubo e furto

Diferença entre roubo e furto

É normal duvidar se roubo ou furto é a mesma coisa, principalmente quando você não é especialista em assuntos jurídicos. É por isso que aqui assumimos a tarefa de dizer quais são as principais diferenças entre um conceito e outro.

O que é um roubo?

Um roubo, desde o início, é crime porque se trata praticamente de apreender algo que não é seu. Em um assalto, as pessoas tiram seus bens ou pertences de outras pessoas, o que torna isso um crime.

A principal característica de um roubo é que ele ocorre com violência, seja com uso de armas, espancamentos, etc. Da mesma forma, se não forem usadas armas, técnicas de intimidação são usadas para apreender os pertences ou propriedades de terceiros.

O que é um furto?

O furto é outro crime, pois aqui também os criminosos procuram apreender bens ou objetos de outra pessoa. Isso mesmo, basicamente se trata de apreender algo que não é seu, qualquer tipo de propriedade ou objeto que não lhe pertence.

A característica aqui está no fato de que o furto não requer violência para apreender as coisas. O furto, ao contrário, ocorre de forma mais engenhosa, furtiva e com muito mais habilidade porque aqui os criminosos pegam coisas sem que o usuário perceba, sem usar força, fugindo rapidamente do local.

Principais diferenças entre roubo e furto

  1. Força: A principal diferença entre roubo e furto é o uso da força. A força é usada durante um assalto, seja diretamente ou como intimidação. Por outro lado, o furto não implica força, mas é feito furtivamente.
  2. Digitando: Outra diferença entre os dois crimes está na forma como são tipificados. Um roubo é classificado como crime, enquanto o furto pode ser classificado como crime e contravenção de acordo com sua gravidade.
  3. Punição: Da mesma forma, alterando como ambos os crimes são classificados, a punição dos mesmos varia. Por exemplo, um roubo é geralmente punido com prisão em qualquer uma de suas variedades. Um furto não leva necessariamente à prisão, pois só pode ser punido com multa, por exemplo.
  4. Classificação: Em ambos os casos encontramos diferentes tipos de classificações ou variedades. O furto é classificado conforme o bem que foi roubado, indo do mais básico ao mais caro. Em vez disso, o roubo é classificado com base na quantidade roubada e no nível de violência e se houve feridos.
  5. Cobertura: Finalmente, você deve saber que uma clara diferença entre roubo e furto é a cobertura fornecida pelo seguro. Geralmente, o seguro é responsável por cobrir o roubo com violência, sendo poucos os que cobrem o furto. O seguro residencial geralmente cobre furto, enquanto o seguro de carro é geralmente limitado a roubo.

emilio ribas

Sobre Emilio Ribas

Emilio Ribas é um engenheiro com formação na Universidade Brasil, destacando-se por sua excelência acadêmica e competência técnica. Com um profundo conhecimento em sua área, ele é conhecido por sua habilidade em solucionar desafios complexos de engenharia. Sua capacidade de inovação e criatividade o tornam um profissional respeitado no campo, e suas contribuições têm um impacto duradouro na pesquisa e desenvolvimento de soluções tecnológicas. Emilio é um verdadeiro líder em sua disciplina, moldando o futuro da engenharia com sua experiência e dedicação.