Home » Diferenças » Diferença entre uma língua e um dialeto

Diferença entre uma língua e um dialeto

Termos linguagem e dialeto são frequentemente usados sinônimo, ou para erroneamente se referir à sua contraparte. Apesar de serem conceitos que compartilham certas semelhanças, existem diferenças que conseguem contrastar uma da outra. Neste artigo vamos conhecer os principais diferenças entre linguagem e dialeto, vamos rever cada conceito individualmente e, em seguida, dar uma conclusão precisa.

O que é uma língua?

A definição de linguagem é um pouco complexa e pode confundir os leitores, por isso vamos tentar revisá-la de forma simples. Uma língua é considerada um sistema de linguagem usado por uma comunidade que fala, que não se assemelha muito a outra língua existente e que tem suas próprias regras para que seu desenvolvimento continue.

Outra característica importante da língua é que ela é usada oficialmente e apoiada em documentos, obras literárias, etc. Por exemplo, o espanhol é a nossa língua, usado em centenas e milhares de obras literárias, com a RAE como a entidade encarregada de preservá-la e com vários países falando isso. Neste caso específico, o espanhol é uma língua derivada do latim.

O que é um dialeto?

Entendendo melhor o conceito de linguagem, podemos rever o que significa um dialeto e como ele se distingue da língua. O dialeto é considerado um sistema de linguagem usado especificamente em certas regiões com pequenas variantes da língua que são baseados. Ao contrário da linguagem, esta é usada em regiões, estados, cidades, etc. Não tem forte presença internacional e não tem uma entidade que os apoie.

Em geral, os dialetos não têm regras escritas, pois são derivações feitas pela mesma comunidade. Além disso, um dialeto não tem grandes diferenças com a linguagem de origem, duas pessoas com um dialeto diferente podem se envolver em uma conversa tranquilamente. Então, podemos considerar o dialeto como o forma particular na qual a língua varia dependendo da região.

Principais diferenças entre linguagem e dialeto

Já conhecíamos tanto conceitos quanto dessa forma será mais fácil para nós entender as diferenças entre os dois, embora certamente você já tenha notado vários. As principais diferenças entre linguagem e dialeto são:

  • Características próprias: Uma língua tem suas características e qualidades que a tornam uma linguagem única, difícil de entender para alguém que não a fala. Considerando que o dialeto apresenta apenas pequenas variações da língua, para que duas pessoas que falam espanhol, mas que tenham um dialeto diferente, possam se entender.
  • Regras, gramática e estrutura: A língua tem certas regras que devemos seguir ao falar ou escrevê-la, além disso, tem uma estrutura marcada. Por outro lado, o dialeto não apresenta regulamentos nesse sentido, a forma de se expressar para usá-lo é livre geralmente.
  • Número de pessoas que o usam: A principal característica do dialeto é a limitação geográfica, ou seja, apenas uma comunidade ou região e até mesmo municípios costumam usá-lo com frequência. Em vez disso, a língua é usada em muitos outros países e com muito mais pessoas usando-a. Por exemplo, um país com milhares de dialetos é a Itália, onde é muito comum mudar as pessoas e ter seu próprio dialeto.
emilio ribas

Sobre Emilio Ribas

Emilio Ribas é um engenheiro com formação na Universidade Brasil, destacando-se por sua excelência acadêmica e competência técnica. Com um profundo conhecimento em sua área, ele é conhecido por sua habilidade em solucionar desafios complexos de engenharia. Sua capacidade de inovação e criatividade o tornam um profissional respeitado no campo, e suas contribuições têm um impacto duradouro na pesquisa e desenvolvimento de soluções tecnológicas. Emilio é um verdadeiro líder em sua disciplina, moldando o futuro da engenharia com sua experiência e dedicação.