Home » Dinossauros » Dinossauros Carnívoros » Saurophaganax: um ladrão pré-histórico

Saurophaganax: um ladrão pré-histórico

Nome: Saurophaganax

Dieta: Carnívoro

Peso: 4 toneladas

Período: Jurássico Superior

Encontrado em: EUA

Gênero Saurophaganax foi um gênero de dinossauros saurischianos terópodes alossaurídeos que habitaram a Terra há aproximadamente 155 milhões de anos, no Período Jurássico.

O nome do Saurophaganax passa a significar “lagarto assassino supremo”, uma vez que vários indícios de presas com danos aos ossos causados por este animal foram encontrados, além do fato de que você pode ver por seus fósseis um personagem de grande predador do Jurássico.

O que você acha desse gênero? Continue lendo se você quiser ler o todo Informações sobre o Saurophaganax O que temos. Você vai saber tudo sobre este lagarto assassino!

Taxonomia de Saurophaganax

Reino Divisão Classe Ordem Subordem Infraordem Família
Animalia Chordata Sauropsídeos Saurischia Theropoda Carnossauros Allosauridae

Para considerar a taxonomia deste impressionante animal é importante observar a tabela a seguir, pois ela é dividida da seguinte forma:

  • Pertence ao Reino de Animalia
  • Está localizado dentro do filo chamado Chordata
  • Dentro da Classe Sauropsídeos
  • Pertence à Superordem de Dinosauria
  • Este dinossauro está localizado dentro da Ordem identificada como Saurischia
  • Ele está localizado dentro da Subordem Theropoda
  • Na infraordem referida como Carnossauros
  • Pertence à superfamília chamada Allosauroidea
  • E à Família Allosauridae

O território em que este animal foi encontrado na América do Norte, é por isso um famoso museu localizado no estado de Oklahoma, chamado de “Sam Noble”.

A partir disso, podemos mencionar que muitos vestígios fósseis foram encontrados naquele estado pertencente aos Estados Unidos da América, precisamente em uma faixa fina e pequena, enquanto outro grupo de vestígios foi encontrado no Novo México, vestígios constituídos por elementos ósseos como o fêmur, ossos da área do quadril e elementos ósseos vertebrais da área da cauda do Saurophaganax.

Características do Saurophaganax

Nas especificações físicas deste espécime podemos indicar que seu comprimento era de aproximadamente 10 ou 11 metros, enquanto sua altura era em média de 3 metros e meio, em termos de seu peso estima-se que poderia ser superior a 3 toneladas.

Você sabia?…

Uma das características mais fundamentais deste enorme espécime era uma estrutura que tinha a forma de uma folha horizontal na base da coluna neural.

Sabe-se também que este temível dinossauro era um dos carnívoros mais temidos de seu tempo, então os outros espécimes que viveram em uma era contemporânea provavelmente só conseguiram escapará de sua área, porque esse espécime agressivo poderia comer tudo em seu caminho.

Os vestígios encontrados na Formação Morrison, foram desde o início totalmente atribuídos ao Saurophaganax, no entanto, vozes críticas puderam ser detectadas por causa disso, muitos cientistas que não concordaram com essa decisão conseguiram afirmar ser realmente bastante raro que um Saurophaganax viviam nessas áreas (estado do Novo México).

Se começarmos a comparar este espécime com outros espécimes chamados como alossaurídeos, é muito provável que percebamos o grande comprimento que o primeiro dinossauro mencionado tem, mesmo que comecemos a compará-lo com o Torvossauroo Saurophaganax Ganha em dimensão.

No entanto, os dados que podemos saber sobre este espécime não são variados, ou seja, pouco se sabe sobre a vida ou o comportamento do dinossauro, porque era realmente um espécime realmente raro, difícil de encontrar em qualquer área do nosso plaRede.

Você sabia?…

Dan Chure estava encarregado de realizar o árduo trabalho de revisão deste espécime enorme e escuro, então ele mesmo foi responsável por atribuir os vestígios do Saurophaganax para o alossaurídeos, até mesmo este cientista chegou a chamar este espécime como Saurophaganax maximus.

No entanto, devemos salientar que não tem relação filogenética com a espécie Saurophagus maximus.

O dinossauro em nossa cultura

Se somos consumidores regulares da grande BBC, provavelmente notamos a existência de um documentário chamado “Planet Dinosaur”, um documentário de grande importância no qual nosso protagonista dinossauro faz uma grande aparição.

Na verdade, você pode ver claramente como esse espécime acaba por tirar de outro alossaurídeos A comida que ele tinha conseguido caçar, um fato bastante curioso, mas frequente, tanto milhões de anos atrás quanto hoje, além disso, a comida que estava sendo arrebatada pertencia ao corpo de um espécime de Camptossauro.

Descoberta de Saurophaganax

Em 1931, John Willis Stovall fez um achado importante no estado de Oklahoma, este achado consistia no conjunto de restos mortais que havíamos mencionado acima.

O próprio Stovall se propôs a realizar pesquisas sérias e, em 1941, conseguiu publicar apenas uma das revisões menos completas desse dinossauro. Criticado por muitos colegas deste, além disso, as críticas foram variadas, dentre as principais podemos dizer que o mundo científico enfatizou que se limitou apenas a narrar o achado, mas não se propôs a descrever o espécime como ele é.

Você sabia?…

Essa publicação quase custou a carreira de Stovall, no entanto, em meados do século XX, o mesmo cientista foi responsável pela publicação de uma nova versão, na qual ele corrigiu todas as críticas mencionadas e finalmente foi responsável pela revisão do animal.

Além disso, em 1978 Spencer George Lucas, foi responsável por fazer o mesmo trabalho, mas com muito mais seriedade e conseguiu publicar uma revisão muito mais profunda e detalhada do animal protagonista deste artigo, o que atraiu uma série de elogios no mundo científico da época, ao contrário do que acabou acontecendo com Stovall.

Poucos detalhes mais são conhecidos sobre o espécime, de modo que os estudos ainda estão sendo realizados e os esforços dos cientistas ainda estão de pé, assim que obtivermos mais dados sobre o Saurophaganax, fique tranquilo, vamos tê-los aqui rapidamente.

carlos cisneros

Sobre Carlos Cisneros

Carlos Cisneros é um paleontólogo de destaque e membro ativo da Sociedade Brasileira de Paleontologia. Sua paixão pela paleontologia o levou a contribuições notáveis no estudo da pré-história do Brasil. Com uma carreira dedicada à descoberta e análise de fósseis, Carlos desempenha um papel fundamental na reconstrução da história da vida no país. Seu trabalho não apenas enriquece nosso conhecimento sobre os ecossistemas passados, mas também ajuda a promover a importância da conservação e proteção do patrimônio paleontológico do Brasil.