Home » Ervas Comestíveis » Quanto tempo leva para a hortelã crescer?

Quanto tempo leva para a hortelã crescer?

Se você já se perguntou quanto tempo leva para crescer hortelã? Você tem que saber que essa planta pode viver até 25 anos, muito tempo, né? Isso se deve ao fato de que as lamiaceae (sua família) são plantas perenes e podem durar muito tempo.

Quanto cresce a hortelã?

Muitas vezes aqueles de nós com cultivo de hortelã podem acreditar que esta planta nunca para de crescer, é como se não se cansasse de fazê-lo. Hortelã é conhecida por pode viver até 25 anos Ou mais.

Uma planta de hortelã pode medir até aproximadamente 120 cm.

E é que esta planta está ‘rastejando’ e desdobra pequenas ‘crianças’ (estólons) no chão, expandindo como quiser, sendo recomendável tê-la em um vaso ou colocar uma barreira se você não quiser expandir. Quando os brotos que saem do solo murcham, as raízes permanecem vivas em estado de ‘hibernação’ para depois brotar novamente.

Fatos divertidos

Sementes de hortelã levam tempo para germinar entre 5 a 10 dias.

Quando posso começar a colher minha hortelã?

A hortelã cresce rápido. Depois, dois ou três meses Depois do plantio você pode começar a colher suas folhas. Se você remover a ponta, a planta formará duas novas hastes de lá e crescerá mais folhada.

Fatores envolvidos no crescimento da casa da moeda

Para que a planta cresça adequadamente, os seguintes pontos devem ser considerados:

  • A variedade de hortelã que você usa
  • Condições ambientais
  • Poda de manutenção
  • Substrato ou terra
  • Cuidado de hortelã
  • Umidade
  • Irrigação
sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.