Home » Esportes » Correr muito rápido é ruim para você? (Aqui está o que eu descobri!)

Correr muito rápido é ruim para você? (Aqui está o que eu descobri!)

Executando está entre as formas de exercício mais baratas e acessíveis para ajudá-lo a manter a forma e alcançar seus objetivos de saúde e fitness. No entanto, algumas coisas a considerar ao correr, incluindo seus formulários de corrida, ritmo e com que frequência você corre. Mas correr muito rápido é ruim para você?

Pessoas que se exercitam ou correm muito duro por muito tempo também são mais propensas a morrer do que praticantes de exercícios moderados ou corredores e talvez menos saudáveis do que as pessoas sedentárias, de acordo com um artigo publicado em Ativo.

Correr muito rápido e muitas vezes pode parar seu progresso, principalmente para iniciantes. Uma consequência ainda pior é correr muito rápido e muitas vezes aumenta o risco de lesão, principalmente se você tentar correr mais e mais milhas (km) em um ritmo que você acha que é “fácil”, mas não é.

Correr rápido pode resultar em lesões graves e outros problemas de saúde. Então, manter uma velocidade normal durante a corrida é melhor para você. Além disso quando você corre duro, seus músculos trabalham duro, levando a uma contração máxima de seus músculos. Então, certifique-se de aprender a gerenciar melhor seu ritmo de corrida.

Continue lendo para saber como garantir que você esteja correndo com as dicas de ritmo adequadas sobre como gerenciar seu ritmo para melhores resultados.

Correr muito rápido é ruim para você?

Uma rotina diária de atividade física é altamente benéfica no tratamento e prevenção de inúmeras doenças crônicas prevalentes, particularmente no sistema cardiovascular. Mas exercício de resistência constante e excessiva pode causar remodelação estrutural adversa do coração e artérias grandes, que geralmente voltam ao normal dentro de sete a dez dias, encontrou um estudo emitido pelo Revista da Associação Médica Do Estado do Missouri.

Exercício de resistência excessiva a longo prazo pode causar remodelação estrutural patológica do coração e artérias grandes, encontrou um Estudo de 2012.

De acordo com os pesquisadores, o exercício de resistência sustentado excessivo inclui participar de competições de resistência extrema, como maratonas, ultramaratonas, triatlo de distância do Homem de Ferro, corridas de bicicleta de longa distância e muito mais.

Ao longo de meses a anos de lesões repetitivas, correr, em algumas pessoas, pode levar a problemas de saúde. Além disso, o exercício sustentado excessivo a longo prazo pode estar associado a doenças cardíacas.

No entanto, o pesquisador também observou que esse conceito ainda é teórico e inconsistente. Além disso, acrescentaram que os exercícios vigorosos ao longo da vida normalmente têm baixas taxas de mortalidade e excelente capacidade funcional.

O que acontece se você correr muito rápido?

É tentador correr muito rápido, especialmente se você não tem muito tempo dedicado à corrida e ainda quer registrar seu número de milhas (km). Muitos possíveis efeitos colaterais estão associados a correr muito rápido. Aqui estão alguns contras de correr muito rápido.

1- Aumento da contração muscular

Quando você corre, seus músculos continuam contraindo e relaxando. Em uma corrida normal, os músculos fazem seu trabalho normalmente. Mas quando você corre muito rápido, seus músculos contraem com uma velocidade aumentada e em uma medida aumentada. Isso causa fadiga inútil que pode diminuir suas capacidades de treinamento.

2- Maiores chances de lesão

Uma chance muito baixa de lesão acompanha a corrida normal. Contudo corrida rápida aumenta as chances de lesão física. Quando seus órgãos corporais trabalham em uma velocidade maior, aumenta as chances de possíveis lesões físicas.

3- Reduz o desempenho no dia da corrida

Quando você quiser correr muito rápido, faça a si mesmo uma simples pergunta”, qual é o propósito desta velocidade? Esta questão resolverá muita confusão. Quando você investe seu poder e energia hoje, como você vai competir no dia da corrida? Então correr muito rápido usa a energia que era para ser usado no dia da corrida.

4- Correr muito rápido pode não beneficiá-lo

A atividade inútil de correr rápido fora do dia da corrida é inútil. Significa o uso de energy no lugar errado na hora errada. Correr rápido não é mais do que atividade inútil. Então, evite esse tipo de atividade.

5- Reduz seu progresso

Se você acha que pode aumentar seu progresso correndo rápido, você está errado. Corrida rápida reduz seu progresso geral em vez disso. Então, isso é uma perda para você, pois pode cansá-lo antes do último dia de corrida.

Como você sabe se você está correndo muito rápido?

  • A maneira mais fácil é garantir que você possa respirar e falar facilmente enquanto corre. Um maneira mais confiável é monitorar o seu frequência cardíaca e garantir que se você estiver na zona de intensidade adequada (fácil, aeróbico e conversacional todos significam o mesmo).
  • Certifique-se de adaptar gradualmente seu corpo a correr em um ritmo de conversação para torná-lo mais eficiente e colher todos os benefícios, incluindo correr mais rápido e menos dor muscular.
  • Milhas de ritmo conversacional (ou km) permitirão que você construa uma extensa aeróbica base porque o estímulo ao desenvolvimento mitocondrial acontece mais quando você treina em um ritmo de lazer.

Se você é um corredor normal, você pode notar instantaneamente se você está correndo muito rápido. Aqui estão alguns sinais que mostrarão que você excedeu sua velocidade de corrida.

1- Você se cansa depois de algumas milhas

Correr normal não te cansa instantaneamente. No entanto, se você correr muito rápido, você vai se cansar em breve. Você vai se ver indefeso e você não pode imaginar completar a corrida.

Sempre que corro muito rápido, notei que me canso muito rapidamente, então tento diminuir a velocidade e ajustar meu ritmo. A grande coisa sobre correr é que você nunca para de aprender e melhorar suas velocidades de corrida, técnicas e benefícios.

2- Você começa a perder o interesse em correr

Quando você está cansado, você vai perder o interesse em suas corridas, especialmente se você é um iniciante e nada vai motivá-lo a correr.

Quando você perceber esse tipo de sinal, saiba que você está se esforçando demais correndo muito rápido. Se você nunca correr muito rápido, você pode nunca descobrir o seu verdadeiro potencial.

Tente investir em um rastreador fitness, que geralmente exibe todas as suas estatísticas de treinamento relacionadas à saúde e mantém você motivado.

3- Você está sem fôlego

Quando você correr muito rápido, você vai se sentir sem fôlego. Quando isso acontece, você não pode nem manter uma conversa. Se isso acontecer, sua velocidade de corrida foi aumentada.

Se você respirar muito rápido em repouso, você pode ficar tonto e não obter oxigênio suficiente. Você sabe que está respirando na velocidade certa quando sua respiração vem naturalmente enquanto corre. Se você se esforça para respirar, então desacelere (ou caminhe ) por um tempo até que ele volte a ser controlado.

  • Como qualquer coisa na vida, melhoria = um treino duro + recuperação. Correr em um ritmo de conversação promove uma recuperação difícil treinos, então você se sente descansado antes do seu próximo treino duro.
  • Eu recomendo você limitar o número de treinos difíceis para duas vezes por semana, e você corre fácil (sem trapaça) entre dias difíceis.
  • Conhecer sua frequência cardíaca máxima pode ajudá-lo a encontrar suas zonas de treinamento. Você pode investir em um rastreador fitness com pulso baseado frequência cardíaca monitores para ajudá-lo a rastrear suas zonas de treinamento.

4- Sem Melhoria

Geralmente, a corrida contínua ajuda a melhorar sua resistência. Se você não notar qualquer melhora e se sentir preso no mesmo ponto, isso significa que você está cansado devido a um aumento da velocidade de corrida.

Use um executando aplicativo para rastrear suas corridas. Eu uso strava pessoalmente. Usar o Strava ou qualquer outro aplicativo em execução é uma excelente maneira de acompanhar sua execução.

Mais importante, não se compare aos outros; usar um aplicativo de corrida para acompanhar o seu progresso para se tornar o melhor corredor que você pode ser.

5- Lesão Física

Normalmente, correr normalmente não leva a nenhuma lesão física. No entanto, se você correr muito rápido, você pode se machucar devido a uma contração muscular aumentada. Este é outro sinal de correr rápido.

Para evitar lesões, você sugere que você investir em um rastreador fitness para ajudá-lo a rastrear o quão difícil suas corridas são no dia-a-dia, pois isso ajudará você a colher benefícios ainda maiores de suas corridas.

Por que correr rápido é ruim?

Correr em uma velocidade apropriada é bom para construir resistência e resistência. No entanto, se você se der um tempo difícil correndo muito rápido, ele pode dar efeitos ruins em seu corpo. Aqui estão alguns efeitos colaterais de correr muito rápido.

  • Correr rápido leva a uma pausa no progresso em execução
  • Quando você corre muito rápido, você para de melhorar.
  • Correr muito rápido pode não ajudar a construir resistência.
  • Você pode perder a resistência física correndo muito rápido.
  • Correr rápido pode queimar suas calorias corporais por nada.
  • Essa prática afeta o processo de metabolismo.
  • A corrida rápida afeta o sistema imunológico.
  • Correndo muito rápido pode levar a problemas respiratórios.
  • Mulheres podem sofrer de perturbação menstrual.

Quão rápido é rápido demais para correr?

Depende do tipo de corrida se você está correndo muito rápido ou não. Para diferentes corredores, o limite de velocidade também é diferente. Aqui estão velocidades aproximadas para diferentes tipos de corredores.

  • Velocidade normal de corrida: 12 mph
  • Corrida atlética: 14 a 17mph
  • Corredores velocistas perto da linha final: 25 mph

A partir da velocidade aproximada acima, você pode julgar se você está correndo rápido ou com uma velocidade normal. Se você é um corredor normal correndo por sua vida, 5 a 7 mph também é suficiente para você. Portanto, nunca exceda o limite de velocidade de execução para manter sua resistência e progresso de corrida.

Melhores dicas para otimizar sua saúde, fitness e longevidade durante a corrida:

Para otimizar sua saúde, condicionamento físico e longevidade sem causar danos estruturais cardiovasculares e remodelagem elétrica, as seguintes dicas recomendadas pelo Revista da Associação Médica Do Estado do Missouri:

  • Avoid uma rotina diária de exaustiva corrida extenuante por períodos maiores que uma hora continuamente. Idealmente, não faça mais do que sete horas por semana de corrida muito intensa.
  • Ao correr muito rápido, faça períodos regulares de descanso (mesmo por alguns minutos em um ritmo mais gerenciável, como diminuir a velocidade para andar no meio de uma corrida). Ele lhe dará um “período de descanso cardíaco”.
  • Uma ou duas vezes por semana, complete o treinamento de exercícios intervalado de alta intensidade para melhorar ou manter seu pico de aptidão aeróbica. Realizar intervalos de alta intensidade é mais eficaz na melhoria do seu condicionamento físico geral e capacidade aeróbica máxima do que o treinamento contínuo de exercícios aeróbicos.
  • Incorpore o cross-training usando alongamento, como yoga e treinamento de força, em sua rotina semanal de treinamento. Ajudará a reduzir a carga do trabalho cardíaco em comparação com o treinamento diário de exercícios de resistência de longa distância.
  • Mantenha-se ativo e evite sentar-se prolongadamente. Caminhe regularmente durante todo o dia e sempre procure oportunidades para subir as escadas. Invista em um pedômetro e construa lentamente até 10.000 passos por dia.
  • Evite competir cronicamente em corridas de longa distância, incluindo maratonas, ultramaratonas, triatlo de distância do Homem de Ferro, corridas de bicicleta de 160 km, especialmente depois dos 45 ou 50 anos.
  • Se você tem mais de 45 ou 50 anos de idade, tente reduzir a intensidade e duração de suas sessões de treinamento de exercício de resistência e permitem mais tempo de recuperação.

Como encontrar o ritmo adequado

Você está em um risco muito alto de lesão se você é um novo corredor, especialmente nas primeiras 3 a 4 semanas. Para um iniciante, recomendo:

  • Adotando o ritmo da conversa.
  • Programas de caminhada/execução.

Além disso iniciantes para correr devem se concentrar em pré-hab e recuperação, incluindo alongamento, fortalecimento, rolamento de espuma, glacê, automassagem.

Prehab e recuperação podem ser tão importantes (ainda mais críticos) do que correr nos estágios iniciais da corrida.

Se você é um corredor experiente: Lembre-se, muitos corredores experientes vão muito rápido todos os dias e se perguntam por que eles não podem melhorar seus passos ou correr bem.

  • Monitore seu ritmo de conversação porque é uma métrica melhor para aqueles que são experientes, corredores.
  • Eu recomendaria você. encontrar um friend ou membro da família mais novo para correr e tirá-los da porta, se é isso que é preciso para atrasá-lo.

Pensamentos Finais

Correr é uma boa atividade que previne muitas doenças se bem feita. No entanto, isso pode ser prejudicial quando você não segue SOPs. A velocidade é a principal coisa que deve ser mantida durante a corrida, pois a superpesada pode resultar em muitos problemas de saúde.

Como qualquer outra coisa na vida, é melhor correr com moderação; empurrar-se é bom às vezes porque ajuda a construir resistência e caráter.

Ouça sempre o seu corpo, e quando você sentir que suas corridas ou exercícios estão te deixando desconfortável, tire um tempo para se recuperar e fazer uma atividade física suave, como yoga ou natação.

augusto almeida

Sobre Augusto Almeida

Augusto Almeida é um graduado em Educação Física pela Universidade Brasil. Sua formação sólida e paixão pelo bem-estar o destacam como um profissional comprometido com a promoção da saúde. Com conhecimentos abrangentes em treinamento físico, ele é especializado em desenvolver programas personalizados de exercícios e condicionamento, ajudando as pessoas a atingirem seus objetivos de fitness. Augusto é um entusiasta do movimento e defensor da importância da atividade física, tornando-o um aliado valioso na busca por um estilo de vida ativo e saudável.