Home » Frutas » Colheita do café

Colheita do café

Características da colheita do café

  • Os catadores se movimentam ao longo de apenas um lado da fileira, colhendo apenas 50% dos frutos.
  • A colheita é feita de cima para baixo e em zig-zag, começando com a fruta perto do centro do tronco, no final do ramo.
  • As frutas são cuidadosamente arrancadas, usando apenas o polegar e o indicador, e lançadas em uma cesta.
  • Frutas maduras que caíram no chão também são colhidas, isto evita o aparecimento de pragas, como a broca da baga.

Processo de colheita do café

Colheita seletiva

Este é o tipo de colheita mais utilizado em todos os países produtores, pois a colheita seletiva garante a qualidade do produto final. Este tipo de colheita consiste no seguinte:

  1. Obtenção dos elementos necessários para a colheita, tais como cestas de vime e grandes sacos de polipropileno.
  2. Rebusca: Esta é a colheita dos frutos da primeira floração. Consiste em pegar os frutos mais vermelhos (completamente maduros), desta forma garantimos a qualidade do produto final, já que um fruto verde gerará sabores amargos na xícara, enquanto um grão maduro dará um sabor e um aroma ideais ao nosso café.
  3. Após a colheita, são realizadas mais 2 ou 3 colheitas para limpar o solo de bagas que amadureceram recentemente.
  4. No final, é realizada uma colheita final, que consiste em levar todas as bagas restantes, mesmo que estejam maduras, vermelhas ou verdes. Além de limpar completamente o campo sem deixar qualquer vestígio de frutas no chão ou nos galhos.
  5. Todos os frutos são levados para a planta de processamento em sacos de polipropileno e deixados em repouso por pelo menos 12 horas antes do início do processo de extração das sementes.

Colheita de tiras

Esta é uma forma de colheita industrial que utiliza máquinas de colheita, que não selecionam os frutos maduros, mas colhem tanto frutos vermelhos, verdes ou marrons, o que pode baixar a qualidade do produto final.

Processo pós-colheita

Após a colheita das frutas passam por um processo chamado beneficio, no qual várias camadas da fruta do café são removidas, ela é dividida em duas partes, uma fase úmida na qual a polpa, casca e mucilagem são removidas, e uma fase seca na qual o pergaminho ou casca (endocarpo) é removido do grão, obtendo-se assim o café verde.
O café verde é classificado de acordo com a variedade de café e exportado em sacos para ser torrado e moído para criar a base para a bebida de café ou usado para outro de seus muitos benefícios.

sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.