Home » Frutas » Cultivo de melão: do plantio à colheita

Cultivo de melão: do plantio à colheita

  • Nome científico: Cucumis melo.
  • Família: cucurbitáceas
  • Fonte: Sua origem é imprecisa, mas especula-se que as primeiras colheitas tenham sido feitas no sul da Ásia, há mais de 4.000 anos.
  • Clima: Seco. Algumas variedades se dão melhor em climas áridos.
  • Dificuldade de cultivo: Fácil.
  • Bons vizinhos: Milho, acelga, cebola, orégano, girassol, lentilha, alface, repolho e amendoim.
  • maus vizinhos: Pepinos.

Preparação da terra

O meloeiro não é muito exigente em nutrientes, mas é sempre aconselhável usar substrato de qualidade S adubar antes de fazer a primeira semeadura.

A terra destinada à semeadura de melão deve ter uma boa exposição solar e a terra deve ser misturada com composto. O ideal é espalhá-lo por todo o piso, de modo a deixar uma camada de pelo menos 40 centímetros.

O próprio melão é exigente no que diz respeito sistema de esgoto e suas raízes são profundas, então é preciso um bom espaço para crescer sem preocupações. O alagamento pode causar asfixia na planta, além de promover pragas e doenças causadas por fungos.

Em relação ao pH, este deve ser entre 6 e 7; para o crescimento ideal das plantas.

Fatos divertidos

Um bom truque é fertilizar à terra com composto ou estrume um mês antes da semeadura para que as condições sejam as melhores.

Tipo de clima e condições ideais

O melão precisa de um solo e clima cuja temperatura superior a 21 ºC caso contrário, as sementes não germinarão. Também deve seu local de cultivo seja muito ensolarado, pois os primeiros meses devem receber sol direto.

Se você mora em um país de clima frio, é melhor esperar até que a temperatura esteja acima de 21ºC, mesmo que isso aconteça em meados da primavera.

Antes de plantar, é melhor até à terra para ter uma boa drenagem, coloque uma camada de esterco no fundo, e preencher com substrato. Lembre-se de fazer sulcos e montículos onde a planta será plantada.

Lembrar: A separação entre os sulcos deve ser de pelo menos 40 centímetros e os montículos devem ter uma altura de cerca de 5 centímetros.

Plantação de melão: quando fazer?

O melão pode ser plantado em canteiros?

Se você mora em um país quente, o momento perfeito para semear as sementes de melão é quando elas estiverem prontas fim do inverno, uma semana antes da última geada. Claro, esse aspecto depende se a semente ou a muda é plantada.

Com germinação

Quando você tem sementes de melão germinadas, o ideal é transplante-os no início da primavera a uma profundidade de 2 – 3 centímetros.

Após a semeadura, você deve fazer a primeira rega e manter o solo úmido, mas sem poças o tempo todo, até que cerca de 20 dias tenham passado e a planta tenha começado a crescer.

Sem germinação

A semeadura das sementes deve ser feita antes da primavera começar, no final do inverno. Isso, para que o crescimento da planta coincida com o início da primavera.

Para semear as sementes, lembre-se de que deve estar a uma profundidade de 1-2 centímetros e pode colocar 4 a 5 sementes em cada cova. Após a semeadura, é realizada a primeira irrigação e deve ser regada toda vez que o solo secar; até que os primeiros brotos comecem a sair.

Quando a muda tiver cerca de 10 cm de altura, ela pode ser transplantada.

Como crescer melão

Uma vez que a planta inicia seu processo de crescimento, o cuidado da planta é realizado. Os melões são de climas quentes, mas podem se desenvolver muito bem em climas temperados ou com pouca fruta, desde que sua temperatura seja superior a 21 ºC.

O cuidado com a planta do melão não representa muito trabalho, mas deve-se ter atenção especial a aspectos como rega e poda. Aqui estão algumas dicas para cada cuidado desta planta.

Irrigação

A irrigação é um fator importante na planta do meloeiro, pois, se não for feita corretamente, pode causar doenças e até a morte da planta. Assim, fique atento a estas indicações:

  • Antes dos primeiros brotos, o solo deve ser sempre mantido úmido. Dependendo do substrato, isso pode ser feito a cada 2 – 3 dias.
  • Quando começar a florescer e já houver sinal dos primeiros frutos, a rega deve ser feita diariamente, por cerca de 30 minutos, até que o fruto esteja maduro.
  • Após o término do período de maturação, a rega deve diminuir; por isso deve ser feito todos os dias.

O meloeiro necessita de muita água durante o seu crescimento e algumas variedades, como o melão, podem tornar-se sensíveis a climas muito secos.

Quando se trata de melão, é melhor implementar um sistema de irrigação por gotejamento.

Poda

Lembremos que o melão é uma planta rasteira, por isso a poda é essencial para seu bom desenvolvimento e para evitar doenças causadas por fungos. No entanto, isso deve ser feito com alguns cuidados.

Para fazer a poda corretamente, deve-se levar em conta que a planta do meloeiro é composta por uma haste principal (que geralmente tem 4 – 5 folhas) e hastes secundárias ou laterais (que devem ser podadas quando tiverem mais de 5 folhas).

As hastes laterais devem ser cortadas da terceira folha (se não tiver mais de 5 folhas, não podar). Enquanto o caule principal só se destaca, acima da terceira folha. A poda do arbusto de melão deve ser feita com tesoura.

Fatos divertidos

O objetivo da poda é controlar o número de frutos, acelerar o amadurecimento e facilitar a ventilação da prata, por isso não se deve pular esta etapa.

Possíveis pragas e doenças

O oídio é uma doença fúngica muito comum.

A planta do melão é um pouco sensível a doenças fúngicas. Isso porque se trata de uma planta com folhas folhosas, o que favorece a umidade e a proliferação de fungos e bactérias. As principais doenças que costumam atacar o meloeiro são:

Uma das melhores formas de prevenir doenças é podar o meloeiro assim que os caules laterais tiverem mais de 4 folhas. Isso favorece a ventilação.

No que diz respeito às pragas, sendo um fruto muito doce, o melão é alvo de pragas muito comuns, tais como:

A maioria das pragas que podem atacar o melão não causa danos irreversíveis, desde que são detectados e removidos corretamente e a tempo.

Coleta e colheita do melão

A colheita do melão deve ser feito com ferramenta, nunca arrancando o fruto da planta. Você saberá que é hora da colheita quando um forte aroma natural de melão é liberado da fruta.

Quando colher o melão?

A colheita do melão é feita quando o fruto está maduro, o que acontece entre o final do verão e o início do outono. Uma maneira quase infalível de saber que é hora de colher é olhar as folhas que estão presas ao fruto; se estiverem começando a secar, a fruta já está madura.

Fatos divertidos

Outra maneira de saber se o melão está maduro é tocá-lo suavemente com o dedo; um golpe seco, mas não muito forte (para não danificar a fruta). Se soar oco, é porque está pronto para colher.

Se você quer saber todos os truques para saber se um melão está maduro sem cortá-lo, não hesite em ver este artigo.

Perguntas frequentes

Quanto tempo leva para um melão dar frutos?

O melão dá sua primeira colheita 2 a 4 meses após o plantio. O tempo de espera depende de cada tipo de melão; embora, em geral, para o melão cantalupo você deve esperar cerca de 90 dias.

Em que mês o melão é plantado?

A época ideal para plantar o melão é início da primavera ou final do inverno, dependendo da temperatura ambiente. Para países acima do equador, a época ideal é entre abril e maio.

Como cuidar das plantas de melão?

A primeira coisa a garantir é que o solo é fértil e tem boa drenagem, muita exposição ao sol e um sistema de irrigação que não gera poças. A planta do melão não requer cuidados considerados especiais.

sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.