Home » Frutas » Doenças da planta do café

Doenças da planta do café

Divulgue para seus amigos e seguidores!

O que causa doenças na planta do café?

Quando o manejo da cultura do café é inadequado, ventos, falta de sombra, ataques de pragas e até mesmo um ligeiro alagamento do substrato podem levar a doenças em nossa planta de café.
Enquanto doenças que atacam a raiz ou cerejas de café podem surgir em qualquer árvore ou arbusto saudável, é mais comum observar doenças e pragas em plantas de café que não foram fertilizadas com os nutrientes necessários, ou que não foram cuidadas da maneira correta.

Fatores que afetam o cultivo de café

  • A genética é principalmente o que determina a vulnerabilidade de uma planta de café, existem diferentes tipos de café e alguns são mais vulneráveis a doenças do que outros. Esta é a principal razão pela qual mutações genéticas de variedades de café começaram a surgir no laboratório, com o objetivo de tornar a planta mais resistente contra certas doenças como a ferrugem ou pragas como a broca da baga do café.
  • As condições ambientais são outro fator notável quando se fala de doenças do café, por exemplo, na variedade arábica a cultura está em risco de doenças quando a planta está em altitudes abaixo da suposta faixa (1200 e 2000 m. asl), pois o calor e a umidade a expõem a pragas e fungos.
  • O cuidado no cultivo é essencial para manter uma planta de café forte e saudável, por exemplo, uma fertilização inadequada do café pode levar a fraquezas estruturais, enquanto uma má gestão da poda pode enfraquecer a planta ou aumentar a probabilidade de bolores, fungos e pragas de insetos.
  • A baixa economia da plantação de café representa outro risco para a produção, pois quanto menor for o investimento em pesticidas orgânicos e fertilizantes ou na compra de novas mudas, maior será a deterioração da cultura, gerando produtos de menor qualidade e criando um círculo vicioso de produção de má qualidade.
  • As pragas de insetos também enfraquecem os grãos de café e reduzem sua densidade, além de facilitar as infecções secundárias por fungos e outros microorganismos, comendo as bagas e deixando-as expostas às mudanças de luz e umidade.

Doenças mais comuns da planta do café

Como já vimos, há vários fatores que podem afetar nosso cafeeiro e gerar uma doença, algumas doenças atacam apenas alguns continentes, mas a maioria delas ataca toda a zona tropical, aqui lhes falamos sobre as doenças mais notáveis:

Ferrugem do café

É o fungo que tem causado mais problemas para os cafeicultores do mundo inteiro. Este fungo dizimou produções inteiras de café durante anos, pois ao limitar o crescimento de novos caules, ele não só afeta a produção atual, mas também impacta aqueles de anos consecutivos.
Podemos destacar esta doença pelo aparecimento de um pó de laranja (semelhante à ferrugem) na parte inferior das folhas de café, o vento e a chuva espalham os esporos de ferrugem e esta condição cíclica gera a desfoliação das folhas.
A ferrugem ocorre mais comumente na variedade Arábica do que na variedade Robusta porque se desenvolve e se espalha facilmente a cerca de 21°C. Ela transforma os grãos de café, que contribuem para a desfoliação das folhas. Esta doença transforma os grãos de café, dando-lhes um sabor ácido ou adstringente, indesejável ao consumidor.

Fatos divertidos

Em 2012, a ferrugem causou graves danos na América Central, fazendo com que famílias inteiras perdessem sua renda e provocando protestos de agricultores para exigir matéria-prima de melhor qualidade para suas plantações de café. A partir daquele ano, no México e em outros países, foi criado o chamado “comércio justo”.

Rosa ruim

O Mal rosado é outro tipo de fungo que ataca a planta do café, manifestando-se como uma crosta ou membrana fina e rosada nos galhos, que perdem suas folhas e logo morrem. Esta doença tem afetado principalmente as culturas de café no Brasil.

Murcha de café

Esta doença também é causada por um fungo, que impede a circulação de água e seiva através do tronco e faz com que os galhos e folhas da planta do café caiam e morram. Às vezes provoca o amadurecimento prematuro das cerejas de café, o que resulta em sabores “verdes ou verdes” (amargos) na bebida.

 


Divulgue para seus amigos e seguidores!
sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.