Home » Frutas » Doenças de limão persa e como curá-las naturalmente

Doenças de limão persa e como curá-las naturalmente

  • Doenças mais comuns: gomose, melanose, anthracnose.

Doenças mais comuns e como tratá-las:

Gummose

Esta doença afeta mais as árvores jovens. O primeiro sintoma são algumas gotas de cor vermelha na casca da árvore. Esta doença apodrece a casca até as raízes. As folhas ficam mais pálidas e começam a cair, e a árvore pode morrer. As frutas são perdidas quando apodrecem e o fungo atinge a semente. Essas frutas podem infectar outras, então você tem que mantê-las longe.

Como controlar e curar a gengam de limão persa naturalmente

Para evitar o gummismo de árvores pequenas, recomenda-se usar padrões de enxerto resistentes e não plantá-los tão fundo, deixando parte de suas raízes fora do chão. O controle de rega e a observação das plantas ajudam na prevenção. É importante tomar cuidado para não causar feridas que podem se infectar. Também é recomendado limpar as gramíneas ao redor da árvore deixando o espaço o mais limpo possível. Remova as árvores afetadas para que não infectem outras.

Fatos divertidos

A maioria das doenças do limão persa são geradas pelo excesso de umidade e por não manter a limpeza da área onde a árvore está localizada.

sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.