Home » Frutas » Doenças e pragas na folha de melancia

Doenças e pragas na folha de melancia

Características da folha de melancia

As folhas da melancia são verdes, sem pêlos, ásperas ao toque e com 7-20 cm de comprimento. As folhas são espalhadas com cinco lóbulos profundos, seus lados são arredondados e têm uma veia pronunciada. Algo interessante sobre as folhas é que elas são fototrópicas (fototropismo) e eles se movem conforme a posição do sol, eles fazem isso para manter seu equilíbrio energético.

Pragas e doenças comuns em folhas de melancia

Pragas

A maioria das pragas que podem afetar a melancia afeta muito suas folhas, não apenas a fruta, isso pode servir como um alerta ou sinal de alerta sobre uma praga:

  • o mosca branca geralmente vive na parte inferior das folhas da fruta
  • o Aranha vermelha faz suas teias de aranha nas folhas
  • o mineiro de folha faz suas galerias ou ‘caminhos’ pelas folhas
  • o tripes causar lesões na face inferior das folhas

Fatos divertidos

Existe uma planta ornamental muito bonita chamada ‘folha de melancia’ (Peperomia argyreia), recebe esse nome devido à semelhança que suas folhas possuem com a casca de uma melancia.

Doenças ou vírus

Muitos fungos fazem parte das doenças da melancia, apresentando como principais sintomas lesões nas folhas, essas lesões podem ser manchas claras ou amareladas com formato arredondado na face inferior, ou nas duas faces das folhas, as folhas podem secar e cair, em certos vírus as folhas têm formas de mosaico, anéis cloróticos, folhas enroladas e enroladas e tamanho menor.

As doenças mais comuns em folhas de melancia são:

  • Fungo
  • Oídio ou cinzas
  • Mosaico de folhas de melancia
sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.