Home » Frutas » O cultivo do café

O cultivo do café

  • Nome científico: Coffea
  • Família: Rubiaceae
  • Origem: Etiópia
  • Dificuldade de cultivo: Complexo
  • O clima: Tropical, chuva abundante e pouco vento.

Preparando o solo para sua planta de café

A primeira coisa que você precisa saber sobre a planta do café é que o cultivo de café tem especificações geográficas e meteorológicas. Será fácil para você cultivar café se o lugar onde você mora tiver as seguintes especificações:

  • O café precisa ser cultivado em climas tropicais a não mais de 25 graus de latitude ao norte ou ao sul do equador, o que significa que se você vive perto dos pólos da terra em climas muito secos e frios, o cultivo de uma planta de café será completamente impossível.
  • A altitude ideal para plantar café depende do tipo de grão que estamos plantando, o café arábica precisa de uma altitude entre 500 e 1200 metros acima do nível do mar, por outro lado, o café robusta pode ser plantado em terras baixas, entre 800 metros e o nível do mar.
  • Além disso, o cafeeiro precisa de chuvas anuais entre 1.500 e 2.000 mm para colheitas à vista ou uma quantidade abundante de irrigação se você estiver planejando cultivar um cafeeiro em vaso para seu jardim. A falta de chuva ou irrigação pode ser tolerada em climas nublados ou de alta umidade.
  • As plantas do gênero coffea não toleram ventos fortes, exposição à luz solar direta ou temperaturas extremamente frias à noite e/ou neve ou granizo. A temperatura ideal para plantar café está entre 15 e 24 graus para a variedade Arábica e entre 24 e 29 graus para a variedade Robusta.
  • Embora as variedades de café precisem de especificações diferentes, todas elas crescem melhor em solos profundos, bem drenados e com pH inferior a 7. Idealmente, elas também precisam ser sombreadas por árvores mais altas e receber entre 1600 e 2000 horas de sol por ano.

Como plantar café?

O processo de plantio do café é longo e complexo, mas certamente vale a pena o esforço se você quiser ser capaz de produzir seu próprio café em casa. Se você quer saber como plantar café, aqui estão os passos mais importantes a seguir:

  1. A primeira coisa é selecionar a semente que queremos reproduzir, existem muitas variedades de café das quais podemos escolher a que mais nos convém de acordo com o sabor ou as características de nossa terra.
  2. As sementes selecionadas são separadas do resto da colheita do café, arrancadas e deixadas de molho por 3 horas em tinas de água (sem deixar fermentar), uma vez inchadas com água são transferidas para uma cama de sementes.
  3. Para germinar a semente, criaremos uma pequena cama de sementes de madeira, ou podemos usar uma caixa de madeira na qual colocaremos um teto de palma ou um saco ixtle para cobri-la e manter a umidade.
  4. Coloque as sementes em cima do solo e adicione uma camada leve de solo em cima, ou faça pequenos buracos de cerca de um centímetro de profundidade, coloque as sementes em cada buraco e cubra com mais substrato. A germinação pode levar entre 2 e 4 meses, dependendo da variedade.
  5. Após 6 a 7 meses de crescimento, a pequena muda de café (15 a 20 c.m.) estará pronta e poderá ser transportada para o solo final, que deverá ser enriquecido com um substrato rico em potássio, fosfatos e nitrogênio, podendo-se adicionar adubo, cama de folhas ou esterco.
  6. Se você quiser plantar várias sementes de café, terá que deixar espaços de 2 metros para que cada uma de suas plantas possa crescer confortavelmente e sem interrupção. Se for bem cuidado, após 3 a 4 anos o cafeeiro estará pronto para começar a dar frutos e poderá ser colhido.

Fatos divertidos

É importante semear sementes férteis, que foram colhidas alguns dias antes, pois o tempo pode deteriorar as propriedades do grão de café.

Cuidados com a planta do café

Distância de plantio

A distância comumente usada no plantio de café arábica para produção comercial é de 2,5 x 2,0 metros, embora isso seja determinado dependendo da altitude da plantação. O café Robusta, por outro lado, pode usar menos espaço, adaptando-se melhor ao terreno.

Densidade de plantio.

A densidade de plantio influencia as propriedades físico-químicas do solo e as modifica de forma notória, aumentando o pH, cálcio, magnésio, potássio permutável, fósforo e carbono, favorecendo notavelmente a qualidade do solo graças aos nutrientes obtidos e melhorando a qualidade da planta do café.

Irrigação de café

O ideal seria que as plantas de café fossem plantadas em áreas com chuvas abundantes distribuídas ao longo do ano, se isso não ocorrer em seu jardim, você poderá observar o substrato de sua planta diariamente. Se o solo de seu pomar retiver umidade, a rega de seu cafeeiro deve ser menor, lembrando que a água não deve estagnar para não atrair pragas ou doenças para seu cafeeiro.

Poda do café

  • Poda alta ou baixa: Melhorar e estabilizar a capacidade produtiva da área de plantio, ajudar a manter o controle de doenças através da retenção de vento e luz.
  • Cobertura: Usado para evitar o crescimento excessivo da planta do café, isto é usado quando a planta tem cerca de dois metros de altura.
  • Poda de rejuvenescimento: Depois que o cafeeiro tem 8 anos de idade, sua produção de frutos diminui, então os ramos velhos devem ser podados para que possam florescer novamente.

Regulamentação de sombras

As plantas jovens de café devem ter sombra contínua a partir dos 7 meses de idade. Em geral, as plantas de café precisam de menos sombra quando a umidade ambiente é mais alta e quando o solo é bem fertilizado. Quando o ambiente não é tão úmido durante todo o ano, é necessário regular a sombra, podando as árvores ao redor em estações úmidas e permitindo a sombra em estações secas.

A sombra é uma parte importante do cuidado com a planta do café, pois evita que o sol superaqueça diretamente o solo, permitindo que a raiz tenha uma temperatura adequada. Também reduz a erosão ao evitar o impacto direto das fortes chuvas e ventos sobre o solo.

O uso de árvores de sombra tem sido debatido há anos, com alguns especialistas em café recomendando seu uso porque evitam certas doenças do café, como a ferrugem. Mas descobriu-se que essas mesmas árvores favorecem o desenvolvimento de outras, portanto, árvores de sombra não são aplicadas em todas as plantações de café.

Fertilizante para café

O cafeeiro precisará de certos nutrientes dependendo de vários fatores, tais como onde é plantado, sua idade, temperatura e recorrência de chuvas, porém geralmente os nutrientes básicos que o cafeeiro precisa são encontrados em fertilizantes à base de nitrogênio, potássio e fosfato.

Os fosfatos proporcionam benefícios ao desenvolvimento radicular e floração do cafeeiro, enquanto o nitrogênio tem um papel vital no crescimento e formação de novas folhas e ramos. Se você quiser saber mais sobre os tipos de fertilizantes para café, convidamos você a seguir o link.

Fatos divertidos

As recentes mudanças climáticas e o aumento da temperatura global estão representando uma grande ameaça à produção mundial de café. Isto é especialmente preocupante para os países produtores de café Arábica, pois esta variedade não tolera temperaturas acima de 24°C, o que afeta a floração e reduz a qualidade dos frutos. Por outro lado, temperaturas muito baixas, abaixo de 7°C, afetam as raízes, causando malformações.

Agora que você sabe como plantar café, você pode escolher entre os diferentes tipos de café arábica ou robusta e optar pela variedade que você mais gosta. Se você ainda tiver alguma dúvida, convidamos você a ler o artigo tudo sobre a planta do café.

Perguntas mais freqüentes

Quanto tempo leva para produzir uma planta de café?

O tempo estimado de maturação para que uma planta seja capaz de dar frutos é de 3 a 4 anos. Após este tempo, leva de 6 a 8 meses para a variedade Arábica e de 9 a 11 meses para a variedade Robusta.

Qual é o processo de cultivo do café?

Ela é dividida em 3 estágios, o primeiro é a germinação (2 meses), depois a muda é transplantada até ser uma planta de café saudável (7 meses), ela é transplantada novamente e amadurece aos 3 ou 4 anos de idade.

 

sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.