Home » Geral » Água-marinha

Água-marinha

Divulgue para seus amigos e seguidores!

Devido à sua cor azul cintilante, que evoca o oceano, o água-marinha é uma rocha muito utilizada em joalheria. A sua elevada dureza e a facilidade com que toma forma, através de uma técnica de cortes precisos, também a popularizou neste campo.

água-marinha

O nome desse mineral vem justamente do latim “Aqua Marina”, que se traduz como “água do mar”. No entanto, a água-marinha tem origem magmática e se origina em temperaturas que chegam a 1000 ºC. Também é encontrado em depósitos hidrotermais naturais, juntamente com outros tipos de rochas.

A água-marinha faz parte do grupo mineral berilo., que é reconhecida como a “mãe das gemas”, segundo especialistas dedicados à gemologia. Ocupa um lugar de honra ao lado de pedras famosas como esmeralda, bixbite, morganita, goshenita e heliodor.

Composição de água-marinha

Aquamarine inclui alumínio e ferro em sua composição. Este último determinará a escala de tons que ficará, que pode ser de um azul intenso a um tom esverdeado, semelhante ao das esmeraldas. Para mudar a cor da gema, especialmente as pálidas ou menos desejáveis, muitas vezes é usada uma técnica de aquecimento.

Para atingir o objetivo, é necessário elevar a temperatura da rocha para cerca de 450 ºC, o que lhe dará a sua cor de forma permanente. Porém, é importante que o procedimento térmico seja realizado por um especialista, pois pode gerar o efeito contrário: descoloração.

A água-marinha é favorecida por cortes de esmeralda, sejam retangulares ou quadrados. Quando o mineral não parece puro, o corte cabochão é o ideal. Destaca-se entre os preferidos dos joalheiros de todo o mundo, pois sua dureza lhe confere grande versatilidade.

Depósitos de água-marinha

Atualmente, o Brasil se destaca entre os maiores produtores desse mineral, visto que possui diversas minas pelo país, principalmente em Minas Gerais e nos Urais. Também é possível encontrar veios de água-marinha em solo africano: Nigéria, Madagascar, Paquistão, Zimbábue e Namíbia.

Outros territórios estão incluídos na lista de locais onde esse mineral é formado: Estados Unidos, Birmânia, Índia, Austrália, Espanha, precisamente na Galícia e Quênia. Em quase todos os lugares em que o berilo comum é registrado, a água-marinha pode ocorrer, em vários tamanhos, geralmente dez quilates.

História e misticismo

A data exata da primeira aparição da água-marinha não é conhecida, mas inúmeras lendas atribuem a ela o poder de acalmar a fúria do Senhor dos Mares, Poseidon, também chamado de “Netuno” pelos antigos romanos.

Esta pedra preciosa, em forma de amuleto, foi jogado por marinheiros na água, como método para se livrar de naufrágios, tempestades ou terremotos perigosos. É comum entregá-lo a pessoas nascidas no mês de março, pois lhes dá discernimento e sabedoria.

Tipos de água-marinha

Existe uma grande variedade de classificações de águas-marinhas, que são separadas de acordo com o local de onde são extraídas. Vale a pena mencionar:

  • Santa Maria: mineral com um tom azul vivo, muito raro. Como o próprio nome indica, vem da região brasileira de Santa Maria, em Itabira. Outras amostras reconhecidas são: a água-marinha de São Domingo, que está disponível na cor pastel, de uma fazenda com o mesmo nome. Da mesma forma, há quem opte pela água-marinha de Santa Teresa, com seu profundo e brilhante azul turquesa, que apaixona os fãs desta joia.
  • boca rica: Nome da mina brasileira de onde é extraído. Chama a atenção por seus tons verdes vibrantes, que lembram a sutil espuma do mar. Embora concorra de perto com a famosa água-marinha Petra Azul, que possui um azul escuro e intenso.
  • Olho de Gato: destaca-se entre seus concorrentes por sua capacidade de refletir a luz, fazendo com que pareça a íris de um gato. Esse fenômeno é identificado como chatoyancy e não se manifesta regularmente, por isso em gemas do tipo água-marinha é ainda mais marcante. A olho nu, incisões paralelas em forma de agulha podem ser vistas em todo o mineral.

Propriedades da rocha

A água-marinha é reconhecida como a pedra que simboliza a coragem. A ele são atribuídos poderes para acalmar e reduzir o estresse, ao mesmo tempo em que proporciona clareza mental ao seu portador. É repetidamente mencionado em artigos relacionados ao Feng Shui e decoração de espaços harmônicos, pois serve como proteção contra a poluição, embora o motivo não seja especificado.

No plano psicológico, água-marinha é útil para pessoas sensíveis. Da mesma forma, acredita-se que o uso de tal pedra torna o indivíduo mais tolerante com os que o cercam.

Aparentemente, permite afastar os pensamentos negativos e reduzir os medos. Se for esoterismo, dizem que aumenta a intuição, até provoca clarividência.

A pedra água-marinha é ideal para uso durante a meditação, pois protege a aura e alinha os chakras.


Divulgue para seus amigos e seguidores!
liana trotte

Sobre Liana Trotte

Liana Trotte é uma graduada em engenharia pela Universidade Brasil, destacando-se por sua sólida formação e habilidades técnicas. Sua paixão pela resolução de problemas e inovação a conduzem a enfrentar desafios complexos com criatividade e determinação. Liana é uma profissional comprometida em aplicar seu conhecimento em busca de soluções eficazes e inovadoras. Sua formação sólida e mentalidade orientada para resultados a tornam uma adição valiosa em qualquer empreendimento que busque excelência em engenharia.