Home » Geral » Cordierita

Cordierita

Muitos minerais são reconhecidos por sua alta resistência ao calor e expansibilidade. O cordierita se destaca entre eles, por ser um tipo de cerâmica refratária composta por silicato de alumínio e magnésio. É dado diferentes usos devido à sua adaptabilidade às mudanças de temperatura.

cordierita

A cordierita é frequentemente usada como cerâmica estrutural para acessórios que podem ser queimados. Sua versão densa pode ser prensada rapidamente para ser utilizada na criação de produtos técnicos. Enquanto isso, sua versão rugosa apresenta alta resistência a choques térmicos, podendo ser utilizada para testes desse tipo.

Este mineral é formado por metamorfismo térmico de sedimentos argilososTambém pode aparecer em rochas ígneas. A literatura sobre cordierita indica que também é adequada na fabricação de tijolos refratários e conversores catalíticos. Da mesma forma, alguns cristais transparentes, especialmente aqueles de cor azul ou roxa, são apreciados na joalheria.

Fundo de cordierita

O mineral resistente ao calor foi descoberto em 1812. Seu nome foi um reconhecimento ao trabalho do mineralogista, engenheiro e geólogo francês Louis Cordier, que fez a primeira descrição da cordierita, que inicialmente chamou de dicroïte. As peças foram encontradas em Cabo de Gata, Espanha, embora não tenha sido admitido como local adequado.

Dichroïte ou Dichroite se traduz do grego como “rocha de duas cores” porque sua polarização permite que ela mude de cor sob diferentes ângulos de luz. Na história viking é referido como uma espécie de bússola, que permitiria saber a localização do sol em dias muito nublados.

Também é conhecida como Iolita e Pedra das Musas, relacionadas às qualidades esotéricas que lhe são conferidas. Além disso, há quem o chame de Water Sapphire, embora esse nome não seja muito usado hoje). A cordierita tem depósitos importantes em lugares como Madagascar, Sri Lanka, Brasil e Estados Unidos. Também é encontrado em grande número na Índia, Namíbia, Austrália, Canadá e Tanzânia.

Variedades

Há um certo uso da cordierita como gema, nesse sentido costuma ser chamada pela já mencionada Iolita, que é traduzida do grego como “cor lilás”. No entanto, este mineral pode ter outras tonalidades como: azul safira, cinza amarelado, até azul celeste.

Em algumas ocasiões, é passado como uma safira com um preço mais barato que o real. Da mesma forma, os espécimes completamente transparentes, semelhantes ao quartzo, são muito procurados pelos colecionadores.

A dureza deste material atinge não negligenciáveis ​​7,7 na escala de Mohs, razão pela qual é considerado de média resistência. No entanto, é recomendável evitar golpes que produzam arranhões. É possível encontrar alguns cristais independentes com forma pseudohexagonal, mas também como pequenos grupos.

Propriedades curativas da cordierita

Várias culturas consideram a cordierita ideal para ajudar o corpo a eliminar toxinas, até mesmo excesso de gordura, por isso é recomendado para pessoas em regimes de redução de peso. Da mesma forma, é um adjuvante na cura de certas doenças, como é o caso da malária ou da febre. É necessário tê-lo sempre por perto durante o processo.

Em certos casos extremos, é sugerido para o tratamento de vícios, regeneração do fígado, regulação da pressão arterial, tratamento de inchaços estomacais, vômitos, azia e qualquer outra situação relacionada ao intestino. Se o paciente tiver dor de garganta ou sinusite com frequência, ele também se beneficiará.

Para casos específicos, a cordierita pode ser usada para tratar enxaquecas, dores de cabeça e dores de cabeça nos olhos, pois é um analgésico eficaz. Por outro lado, reduz varizes, bolhas e outras erupções cutâneas.

Qualidades espirituais

Diz-se que a cordierita é uma ferramenta eficiente para a meditação, permitindo acalmar a mente e as emoções. Sem dúvida, funciona muito bem para a cura espiritual, que limpa os processos de pensamento fortalecendo a intuição. Isso, em particular, nos ajuda a entender por que as coisas acontecem ou o motivo do comportamento de uma pessoa.

Em outros casos, ter uma pedra de cordierita influencia na sensação de segurança, fazendo com que seu usuário se sinta mais forte diante dos desafios que aparecem pelo caminho. Também melhora a percepção, tornando muito mais fácil definir ideias e como comunicá-las.

A cordierita estimula a memória. Faz florescer a criatividade, desperta a curiosidade e satisfaz o desejo de conhecimento. Sem dúvida, é uma pedra indicada para projetar a luz do nosso interior. Além disso, serve como proteção contra a propagação de doenças.

liana trotte

Sobre Liana Trotte

Liana Trotte é uma graduada em engenharia pela Universidade Brasil, destacando-se por sua sólida formação e habilidades técnicas. Sua paixão pela resolução de problemas e inovação a conduzem a enfrentar desafios complexos com criatividade e determinação. Liana é uma profissional comprometida em aplicar seu conhecimento em busca de soluções eficazes e inovadoras. Sua formação sólida e mentalidade orientada para resultados a tornam uma adição valiosa em qualquer empreendimento que busque excelência em engenharia.