Home » Geral » Hematita

Hematita

O hematita É em grande parte composto de óxido férrico. É pesado e relativamente duro. Segundo os pesquisadores, possui 70% de ferro em sua composição e também é muito abundante. Dele vem a maior quantidade de ferro na crosta terrestre.

hematita

MAURO CATEB (licença)

Este mineral metamórfico surge da exposição do ferro ao oxigênio, produzindo óxido ferroso, e sua nomenclatura é Fe2O3. É um dos minerais mais comuns do planeta, e É encontrado na maioria das rochas da Terra.

É possível localizá-lo em pedras pegmatíticas (compostas por granito, quartzo, feldspato e mica), em fissuras, zonas magmáticas ou fumarolas (fissuras por onde corre água geotérmica). Pode ter origem na solidificação de lava residual, sendo possível encontrá-la na chamada “génese sedimentar”.

Lenda

A hematita é um mineral gerado através do sangue de guerreiros antigos que derramaram seu líquido vital “vermelho carmesim” nas batalhas sangrentas que travaram séculos atrás, ou assim acreditava o grego Theofastro. É conhecido como hematita, oligista e diamante negro. À primeira vista é cinza escuro, quase preto, mas por dentro o carmim brilha. Há quem atribua propriedades benéficas ao coração.

Depósitos de hematita

Os reservatórios de hematita mais importantes são produzidos pelo acúmulo de sedimentos. Atualmente a maior exploração é realizada em um depósito localizado nos Estados Unidos (Alto Lago). Por sua vez, no Brasil (Minas Gerais) e na Venezuela (Cerro Bolívar) também existem grandes “armazéns” naturais deste mineral.

Características da Hematita

A cor vermelha carmesim deste mineral mancha a água quando uma rocha é lavada. A hematita apresenta duas variedades, a hematita especular, que recebe esse nome devido ao particular brilho cinza metálico que se assemelha a pequenos espelhos. E a hematita terrosa, que possui um tom avermelhado característico, e possui outros materiais inorgânicos em sua estrutura (titânio (Ti), alumínio (Al), manganês (Mn) e água (H2O)).

É um material bastante duro, até excede o ferro em dureza, mas não é muito resistente. Sua fragilidade o coloca em 5-6 na escala de Mohs. Tem uma densidade de 5,26 gr/cc.

A faixa (a cor que apresenta quando finamente dividida) é vermelha intensa, característica que a diferencia da goethita, que tem um marrom amarelado, da magnetita, que é preta, e da pirolusita, que tem um preto azulado.

Outras características únicas da hematita que a distinguem de minerais como magnetita e galena são a falta de magnetismo e a ausência de esfoliação (divisão lamelar).

Usos da hematita

A hematita é apreciada em obras de arte do passado. Nas “pinturas rupestres”, que segundo os cientistas datam de mais de 40 mil anos, ela está presente. Nossos primeiros ancestrais usavam hematita esmagada para deixar sua marca nas paredes das cavernas para a posteridade.

Séculos mais tarde, foi usado pela realeza egípcia para fazer espelhos. Remanescentes desses itens foram encontrados em várias sepulturas profanadas.

Da mesma forma, os gregos e os romanos o usavam como acessórios de vestuário ou como pintura de guerra, pois, de acordo com suas crenças, aqueles que os usavam se tornavam invencíveis.

Atualmente esta rocha tem usos industriais; É o principal minério para a exploração de ferro do mundo. Além disso, é aplicado como pó em agentes de polimento e na fabricação de corantes e esmaltes, devido à sua grande capacidade de pigmentação. Outro uso é em joias ornamentais, sendo usado inclusive comumente na confecção de joias de luto.

Alguns atribuem propriedades curativas ao ser humano, afirmam que carregar uma hematita em cima pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico do corpo, dizem também que pode ajudar a eliminar tumores de mama, câncer de próstata e cistos ovarianos.

Supostamente a pedra de sangue também tem certas vantagens em termos de sexualidade. Acredita-se que permite atingir o orgasmo, superar os desejos sexuais e fortalecer a força de vontade e a coragem de quem a usa.

Hematita em Marte?

Você já se perguntou por que Marte é vermelho? Aparentemente é devido à sua composição de materiais que por eras foram expostos a vestígios de oxigênio e vapor d’água que estão presentes em sua atmosfera, até formar óxido de ferro, o mesmo óxido de ferro com o qual a hematita é composta.

Em Marte existe um mineral muito parecido com a hematita, a ferrugem vermelha, eles até compartilham a mesma nomenclatura química, mas diferem em sua estrutura física. A ferrugem é fina, pulverulenta, com apenas algumas centenas de nanômetros de diâmetro, enquanto a hematita tem cristais tão grandes quanto areia.

liana trotte

Sobre Liana Trotte

Liana Trotte é uma graduada em engenharia pela Universidade Brasil, destacando-se por sua sólida formação e habilidades técnicas. Sua paixão pela resolução de problemas e inovação a conduzem a enfrentar desafios complexos com criatividade e determinação. Liana é uma profissional comprometida em aplicar seu conhecimento em busca de soluções eficazes e inovadoras. Sua formação sólida e mentalidade orientada para resultados a tornam uma adição valiosa em qualquer empreendimento que busque excelência em engenharia.