Home » Geral » Riolito

Riolito

O riolito É uma rocha vulcânica ígnea de composição ácida ou félsica. É formado por feldspato, plagioclásio, sanidina e altas concentrações de quartzo. Contém pequenas quantidades de minerais máficos, como a biotita, além de alumínio e potássio. Devido à sua estrutura química e aos minerais que a compõem, equivale ao grão fino do granito. Seu brilho é fraco.

riolito

Rochas ígneas extrusivas formam-se a partir de erupções explosivas, a temperaturas superiores a 700 °C. que expelem para a superfície da Terra um magma ácido, rico em sílica. O resfriamento rápido da lava dá origem ao riolito. É de cor cinza claro e às vezes com tons rosa ou amarelo, devido à presença de feldspato potássico. Apresenta textura afanítica (grão fino) e aspecto vítreo.

Também é conhecido com uma textura porfirítica, produzida pela cristalização de plagioclásios ou sanidinas antes da erupção vulcânica. Qualquer que seja sua textura, os minerais que compõem o riolito não são reconhecíveis a olho nu. É necessário o uso de microscópios e a análise de fatias finas.

Características do riolito

A textura do riolito, diferente de outras rochas de origem vulcânica como o granito, deve-se ao seu curto período de cristalização. Este processo favorece a formação do vidro e evita a formação de grandes fenocristais (na textura afanítica). Já naqueles de textura porfirítica, a forma como expele seus gases é mais envolvente, encapsulando alguns cristais maiores.

Esta rocha é dura (6,5-7 na escala de Mohs) e firme. Surge da intervenção do fogo em grandes profundidades da crosta terrestre. Possui um sistema cristalino trigonal e pertence à classe dos minerais silicatos/óxidos.

Localização

Produto de violentas erupções vulcânicas, riolito é comum nos Andes sul-americanos, onde há quantidades de vulcões com intensa atividade. Também é encontrado junto com pedras-pomes, obsidiana e tufo vulcânico em ambientes geológicos semelhantes aos da América do Sul. Da mesma forma, nos continentes e suas margens, com condições tectônicas.

A maior proporção de riolito é encontrada na Nova Zelândia, onde nuvens de cinzas e vapor se fundiam com fontes ricas em enxofre. Também na Austrália e na Espanha. E embora seja uma rocha comum, está disponível em menor grau que o basalto.

O riolito apresenta uma estrutura fluida em bandas, ou franjas, que se formam durante o trajeto da lava em curtas distâncias. Deve seu nome a essa condição, proveniente das palavras gregas “rhyax” ou rio, que significa corrente; e “lithos” ou lita, que significa pedra.

Uso de riolita na indústria

No passado, o riolito era usado na fabricação de facas e pontas de flecha, ideais para caça para alimentação e autodefesa. Hoje esta rocha pertencente à família do granito é utilizada na engenharia civil para revestir edifícios e esculturas. Também em projetos e decorações urbanas inovadoras.

Devido ao seu caráter resistente, é utilizado no campo da construção para o enchimento e pavimentação de estradas e a montagem de colunas firmes.

Na ourivesaria…

No campo da ourivesaria é tratado com zelo. Pedras preciosas são às vezes encontradas em riolito, em cavidades que foram formadas pelo escape de gases durante o resfriamento. Gemas de grande valor no mundo, como jaspe, topázio, ágata, opala e berilo vermelho, estão disponíveis em tamanhos cobiçados.

É útil na elaboração de joias, especialmente pêndulos, aos quais se atribui uma grande carga espiritual às propriedades naturais da rocha.

Os coletores perseguem o riolito verde com inclusões de calcedônia, conhecido como jaspe orbicular. Também riolito em tons marrons com inclusões de cristais ou jaspe leopardo.

Propriedades naturais

É comum as pessoas carregarem e colocarem uma amostra de riolito em um local privilegiado da casa. Diz-se que tem poderes curativos e protetores.. A também chamada pedra das correntes dissolve as doenças, cargas negativas e atrai boa sorte.

Devido ao seu alto teor de quartzo, até 63% de sua estrutura, o feng shui o considera um instrumento de transformação. Renova as energias da aura, fortalece alma, corpo e mente. Favorece a autoestima e outros processos vitais como o amor, a felicidade, a criatividade e o progresso.

Colocado entre as sobrancelhas, o chakra do plexo solar funciona, ajuda a focar nos problemas presentes e visualizar soluções rápidas e viáveis. Promovendo o progresso em vários campos da vida. Serve para meditação. É a principal rocha dos nascidos sob o signo de Virgem.

A riolita é um símbolo místico do fogo, talvez devido à sua origem vulcânica.

liana trotte

Sobre Liana Trotte

Liana Trotte é uma graduada em engenharia pela Universidade Brasil, destacando-se por sua sólida formação e habilidades técnicas. Sua paixão pela resolução de problemas e inovação a conduzem a enfrentar desafios complexos com criatividade e determinação. Liana é uma profissional comprometida em aplicar seu conhecimento em busca de soluções eficazes e inovadoras. Sua formação sólida e mentalidade orientada para resultados a tornam uma adição valiosa em qualquer empreendimento que busque excelência em engenharia.