Home » Geral » Rochas Plutônicas

Rochas Plutônicas

As rochas plutônicas ou rochas intrusivas, como também são chamadas, são formadas após um processo de resfriamento tardio do magma, que ocorre a milhares de metros de profundidade, no interior da Terra. Esses tipos de pedras são a antítese das rochas vulcânicas ou extrusivas, que se desenvolvem pela transformação da lava que passa do estado líquido para o sólido.

rochas plutônicas

Rochas plutônicas são mostradas como massas ígneas não estratificadas, que «modelam» depósitos de diferentes formatos e dimensões. Conhecidos como plutons, podem ser classificados em três tipos: lacólito, blatólito e lopolito.

O blatólito É a maior das jazidas, com área superior a 100 km2. Sua evolução é resultado de múltiplas intrusões. Apresenta granito e dioritos. É típico de locais marcados pela formação de montanhas. Apresenta um formato discordante com o da rocha envolvente.

O lacólito, por sua vez, concorda muito bem com a rocha hospedeira. Sua morfologia lembra a de um fungo, devido à sua base plana e cúpula superior. Suas dimensões são médias e brotam do empurrão e levantamento da rocha pelo magma.

Por último, o lopolito é como uma cúpula invertida. Seu contato corresponde à rocha hospedeira. Devido à sua aparência tubular, permanece intercalada em estratos de rochas sedimentares.

CARACTERÍSTICAS das Rochas Plutônicas

Denso e sem buracos. Assim são as rochas plutônicas. Eles têm uma textura áspera e são compostos de vários elementos. Eles são muito diversos, devido à variedade na composição química dos magmas de onde se originam.

São muito abundantes na superfície e são consideradas rochas primárias, pois favorecem a formação de outras rochas. Além da Terra, eles compõem a massa dos planetas telúricos (Mercúrio, Vênus e Marte). Eles também são encontrados no núcleo dos planetas gigantes do sistema solar, como Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

TIPOS DE ROCHAS PLUTÔNICAS

Existem muitos tipos de rochas plutônicas, mas entre as mais estudadas podemos citar:

Granito

Esta pedra é muito comum. É formado pela combinação de minerais como feldspatos, micas e quartzo que -após cristalização- se formam na parte mais profunda da crosta terrestre. Tem uma consistência dura e uma aparência cristalina. É fácil de polir e trabalhar. Ele vem em várias cores, mas as mais comuns são cinza e branco.

Sua densidade varia entre 2,63 e 2,75 g/cm3 e sua dureza é maior que a do mármore. Por esta razão, é amplamente utilizado para alcançar inúmeros acabamentos e aplicações. De fato, os antigos egípcios esculpiam em granito e faziam recipientes como potes. Da mesma forma, eles o usaram para a construção e revestimento de algumas pirâmides. Os egípcios, por exemplo, usavam granito para erguer estátuas, portões, colunas e muito mais.

Rochas plutônicas O que são, características, tipos, exemplos, informações

Hoje – graças ao engenho do homem – esta rocha tem sido explorada no campo da construção e decoração. Em alguns países, o mármore está sendo substituído pelo granito, pois dura mais.

Muitas vezes você pode ver como o granito é usado para montar balcões de cozinha. Uma vez polido, destaca-se o seu valor estético e funcional.

Eu gravo

A cor deste tipo de rocha varia do cinza ao verde e sua aparência é um pouco granular. Seu nome vem de uma pequena cidade localizada na Toscana, Itália, que é conhecida como Gabbro. Seu custo é muito baixo, quando comparado a outras rochas e mineralizações de cromo, platina e níquel. É muito procurada para trabalhos de jardinagem ornamental.

Pedra Verde

Os depósitos desta rocha plutônica estão localizados em áreas ocupadas por maciços, como os Alpes ou a Cordilheira dos Andes. Milhões de anos atrás, uma grande proporção de diorito estava concentrada na Pedra de Roseta no Egito. Nela, um grupo de pesquisadores descobriu uma inscrição do ano 196 aC. C, que permitiu decifrar o significado dos hieróglifos.

Hoje, o diorito é usado em obras pois quando misturado com outros materiais, obtém uma dureza extrema que favorece o levantamento de obras rodoviárias.

Devido à sua semelhança com o granito, é normalmente utilizado na preparação de bancadas de cozinha. Além disso, quando submetidos a processos de polimento, são usados ​​para decorar parques e outros espaços públicos.

Sienito

Tanto a composição quanto a textura desta rocha podem variar. Pode ser encontrada desde uma pedra de tonalidade clara e grão fino (semelhante ao granito), até uma rocha cinzenta com grãos grossos. Os sienitos têm uma quantidade menor de sílica do que os contidos nos magmas graníticos. Esta rocha é muito resistente ao fogo.

Peridotito

É uma rocha plutônica de cor escura e bastante colorida. Segundo estudos, é o de maior presença na crosta terrestre. No entanto, seu uso comercial é quase nulo. Piroxênios, olivinas e anfibólios são seus principais componentes. Alguns cientistas elogiaram sua capacidade de absorver dióxido de carbono.

liana trotte

Sobre Liana Trotte

Liana Trotte é uma graduada em engenharia pela Universidade Brasil, destacando-se por sua sólida formação e habilidades técnicas. Sua paixão pela resolução de problemas e inovação a conduzem a enfrentar desafios complexos com criatividade e determinação. Liana é uma profissional comprometida em aplicar seu conhecimento em busca de soluções eficazes e inovadoras. Sua formação sólida e mentalidade orientada para resultados a tornam uma adição valiosa em qualquer empreendimento que busque excelência em engenharia.