Home » Meio Ambiente » Animais marinhos ameaçados de extinção: [Causas de Extinção e Características das Espécies]

Animais marinhos ameaçados de extinção: [Causas de Extinção e Características das Espécies]

Divulgue para seus amigos e seguidores!

Quais são as razões pelas quais existem animais marinhos em perigo de extinção?

Quais são as razões pelas quais existem animais marinhos em perigo de extinção?Na Terra ocorreram cinco extinções em massa de animais e neste momento estamos à beira da sexta, devido à ação predatória dos seres humanos.

Uma espécie é considerada em perigo de extinção quando seus membros correm o risco de desaparecer completamente do planeta.

Nesse sentido, a União Internacional para a Conservação da Natureza considera que mais de cinco mil espécies estão atualmente em perigo. Isso se deve às mudanças climáticas, à destruição de seus habitats, à caça e pesca e ao tráfico indiscriminado, sem controle legal, das espécies.

No caso dos animais marinhos, as causas não diferem muito das de outras espécies. Uma das principais causas é o aquecimento global, que aumenta a temperatura dos mares.

Você sabia que…?

O acúmulo de energia nas águas resulta em frequentes tempestades destrutivas e inundações, pois à medida que a temperatura aumenta, o volume da água também aumenta.

O aumento da temperatura do mar provoca o deslocamento dos seres vivos que os habitam em direção aos polos em busca de águas mais frias. Outra causa da extinção dos animais marinhos é a poluição cada vez mais preocupante dos mares e a destruição dos corais.

A poluição produzida pelos resíduos lançados ao mar, principalmente o plástico, sufoca as espécies marinhas até morrerem. A sobrevivência das espécies está cada vez mais comprometida pela caça furtiva, caça furtiva e comércio ilegal de espécies, incluindo espécies protegidas.

Merece atenção especial a situação dos ursos polares e focas cuja sobrevivência é comprometida devido às mudanças de temperatura causando alterações nos sistemas climáticos, ecossistemas, comportamento animal e desaparecimento de espécies.

Uma das consequências é o derretimento dos pólos e o aumento da temperatura, razão pela qual muitas criaturas marinhas perdem seus habitats e correm o risco de serem extintas.

Quais são os principais animais marinhos em perigo de extinção?

Os principais animais marinhos em perigo de extinção são os seguintes:

O grande tubarão branco (Carcharodon carcharias)

O grande tubarão branco (Carcharodon carcharias)É uma espécie conhecida, a estrela dos animais marinhos, uma celebridade que gera terror em muitas pessoas e, em outras, curiosidade, especialmente desde que estrelou o filme de Steven Spielberg, Tubarão, de 1975.

É a única espécie do gênero carcharodon que sobrevive à passagem de milhões de anos. Esta espécie vive nas águas quentes e temperadas dos oceanos.

Os fósseis mais antigos datam de 16 milhões de anos atrás, da época do Mioceno. É uma espécie de ampla distribuição e baixa densidade devido à sua baixa reprodução, para a qual não há um número exato de existência.

É considerada uma espécie protegida em alguns países, como Estados Unidos, México e Austrália. Embora a Convenção de Barcelona a considere uma espécie ameaçada, os países não adotaram medidas especiais para sua conservação.

Portanto, a pesca indiscriminada, a poluição marinha e outras causas fazem com que seja considerada uma espécie ameaçada de extinção.

a marina da vaquita

Animais marinhos em perigo de extinção - A marina da vaquitaA marina da vaquita tem 1,50 m de comprimento, pesa até 50 kg e é uma das espécies que corre sério risco de extinção.

É o único membro das seis espécies da família “toninha” que vive em águas mornas.

Apenas cerca de vinte vaquitas sobrevivem no Golfo da Califórnia e cerca de 30 no Golfo do México, por isso estima-se que em 2021 estará completamente extinta.

Embora não seja uma espécie obrigatória na pesca, sua vulnerabilidade é ser capturada por capturas acessórias nas redes dos pescadores, principalmente quando buscam camarão e tatoaba, espécies de alta demanda e alta rentabilidade.

Além disso, a toninha vaquita é um dos animais que mais sofreu com as consequências da poluição dos mares.

Outros tubarões e raias

Outros tubarões e raiasEstas são outras espécies em vias de extinção devido à sobrepesca, já que a barbatana de tubarão é muito procurada como ingrediente gastronómico no mercado asiático.

Por isso, 183 países reunidos na convenção que regulamenta o comércio de espécies ameaçadas de extinção, em Genebra, na Suíça, decidiram adotar medidas de proteção para o tubarão mako e outras espécies, como a arraia-guitarra e a arraia-rinoceronte.

Em alguns casos, os pescadores cortam as barbatanas do tubarão e depois jogam o corpo no mar, o que é uma prática aberrante que foi censurada, mas ainda praticada pelo lucro gerado pelas barbatanas.

São espécies sensíveis à sobrepesca, pois levam vários anos para amadurecer. Um terço dos tubarões e raias nos mares do mundo correm o risco de desaparecer devido a essas práticas insalubres do homem.

peixe napoleão

Animais marinhos ameaçados de extinção - Napoleon WrasseÉ um dos maiores peixes, cujo habitat está nos oceanos Pacífico e Índico.

É um peixe da família dos bodiões que pode medir até 2 metros de comprimento e pesar 200 kg. Habita as saias dos recifes de coral e se alimenta de crustáceos.

O peixe Napoleão está na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza, porque é amplamente caçado pela pesca de arpão, ou há situações em que seu ambiente é envenenado para paralisá-lo.

Isso resulta em danos ao resto das espécies e ao ecossistema marinho. Além disso, sua reprodução é muito lenta por ser uma espécie hermafrodita.

A baleia azul

A baleia azulÉ o maior animal do mundo, e está em perigo de extinção devido à caça furtiva e pesca ilegal, já que o comércio que gera produz grandes lucros no mundo.

É uma espécie que mede 15 metros, e é encontrada no Golfo do México, na Costa Rica e no Oceano Índico e Antártico.

Está em perigo de extinção devido à poluição marinha e à ação dos navios baleeiros que a caçam há séculos.

Atualmente, é proibido caçá-los, mas, apesar disso, a caça furtiva continua, razão pela qual organizações ambientais de todo o mundo estão acompanhando de perto, buscando evitar seu desaparecimento.

Outras espécies marinhas em perigo de extinção são a lontra marinha, o boto, o polvo guarda-chuva e a tartaruga-de-pente.


Divulgue para seus amigos e seguidores!
sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.