Home » Meio Ambiente » Clima Subpolar Características, Flora, Fauna e Adaptabilidade

Clima Subpolar Características, Flora, Fauna e Adaptabilidade

Pontos importantes sobre o clima subpolar características:

  • O que é o clima subpolar? O clima subpolar é um subtipo de clima continental D, subártico ou boreal, localizado nas regiões polares da Terra, entre 50° e 70° de latitude norte.
  • Onde está localizado geograficamente o clima subpolar? O clima subpolar está localizado em torno dos polos da Terra aos círculos polares, nas regiões do Ártico ao norte e da Antártida ao sul.
  • Como é a flora do clima subpolar? A flora do clima subpolar estão localizadas nas regiões frias do hemisfério norte, mas não possuem biodiversidade vegetal por o clima ser frio, seco e hostil.
  • Como é a fauna do clima subpolar? Como é a vida selvagem? Assim como a flora, a fauna do clima subpolar é escassa, com espécies adaptadas ao frio que sobrevivem em temperaturas abaixo de zero graças à sua pelagem grossa ou à camada de gordura que as protege.
  • Quanto tempo dura o dia e a noite no clima subpolar? Devido à inclinação do eixo da Terra, os dias e as noites duram cada um seis meses. Ou seja, durante meio ano o sol se esconde e na outra metade brilha 24 horas por dia.
  • Os seres humanos podem viver no clima subpolar? O clima subpolar não apresenta condições habitáveis ​​para os seres humanos devido às temperaturas extremas que se tornaram as mais baixas do planeta.

O que é Clima Subpolar?

O que é clima subpolarO clima subpolar é um subtipo do clima continental D, subártico ou boreal, que é característico das florestas de taiga, localizadas nas regiões polares da Terra, entre 50° e 70° de latitude norte.

O clima subpolar difere do clima polar por apresentarem biomas diferentes, pois, enquanto no clima polar o bioma é a tundra, no subpolar é a taiga.

Que é mais fria que a tundra e tem invernos muito longos e frios e verões curtos e amenos. Exceto no verão, que é a estação chuvosa que não é muito abundante, no clima subpolar a precipitação costuma ser na forma de neve, sem umidade no ar e com ventos fortes e intensos.

Foi o geógrafo, meteorologista e climatologista alemão-russo Wladimir Koppen quem ordenou os climas em categorias específicas, com base nas temperaturas, chuvas, estações de chuvas e latitude das regiões.

Também se baseou nas linhas de latitude da Terra, onde as regiões equatoriais eram consideradas tropicais. Os fatores que controlam o clima são latitude, altitude (não altitude), proximidade de corpos d’água, como oceanos, lagos e rios, proximidade de montanhas, correntes oceânicas e circulação atmosférica.

Assim, para Koppen, os tipos de clima são: tropical, seco, temperado, continental, polar e de alta montanha. Cada um possui subtipos de climas, e no caso do clima continental subpolar esses subtipos são: oceânico, monções, mediterrâneo e clima subpolar extremo ou forte.

Especifica que em todos os casos as temperaturas extremas são registradas mais do que em qualquer outro tipo de clima, pois varia em média de -3°C a 22°C, com verões e invernos secos.

Continuemos com mais clima subpolar características

Quais são as características do clima subpolar?

O que é clima subpolarClima subpolar características. A principal característica do clima subpolar é que ele é considerado as variações sazonais mais extremas do planeta no inverno.

Clima subpolar características. Quando as temperaturas podem chegar a -40°C, e no curto verão, quando ultrapassam os 20°C.

Em geral, os verões são curtos, pois, tendo em conta que neste tipo de clima existem apenas duas estações, são apenas três meses.

Onde está localizado geograficamente o clima subpolar?

Onde está localizado geograficamente o clima subpolar?Clima subpolar características. O clima polar está localizado em torno dos polos da Terra aos círculos polares, nas regiões do Ártico ao norte e da Antártida ao sul.

Clima subpolar características. E o clima subpolar é encontrado nas regiões de origem das massas de ar continentais que alimentam a frente polar.

Como é fácil supor, no clima subpolar existem algumas das regiões mais frias do planeta, onde as temperaturas de inverno quase sempre permanecem em 0°C, chegando mesmo a descer até -89°C, o que é considerado um verdadeiro registro na Terra.

No hemisfério sul, o clima subpolar é apenas nas regiões montanhosas, como o clima alpino (na verdade, é classificado como clima subalpino) ou o clima frígido, e também é chamado de clima frio ou siberiano quando a oscilação anual da temperatura aumenta muito, cerca de 50°C.

Flora do Clima Subpolar 

Que flora predomina no clima subpolarFlora do clima subpolar. As florestas de taiga, que é um bioma intermediário entre a estepe e a tundra, estão localizadas nas regiões frias do hemisfério norte.

Nas proximidades do Círculo Polar Ártico, no norte da Rússia, incluindo a Sibéria, e na Europa, Canadá e Alasca.

Flora do clima subpolar. As principais taigas do planeta são as florestas do lago Escravo-Muskwa e florestas boreais no Canadá, e os Montes Urais, Sibéria Oriental e as pastagens do Kamchatka na Rússia. No hemisfério sul não há taiga, embora seu equivalente possa ser a floresta subpolar de Magalhães.

Flora do clima subpolar. A Taiga é um bioma de grande importância na oxigenação e fixação de carbono do planeta, pois suas impressionantes extensões de florestas absorvem grandes quantidades de dióxido de carbono (CO2), uma das principais fontes do efeito estufa que causa tantos problemas à natureza.

Mas embora a taiga seja considerada um dos pulmões do planeta, ela não possui biodiversidade vegetal e animal, pois o clima é frio, seco e hostil, como o deserto gelado das regiões polares, embora dela se extraia madeira para a uso industrial.

Flora do clima subpolar. Seu tipo de vegetação são as coníferas, que formam extensas florestas, impenetráveis ​​por seus galhos espessos, com altura superior a 40 metros, o que impede a passagem da luz solar na vegetação rasteira, sem vida ao redor, mais do que musgos, líquenes e samambaias. , ou seja, pouca biodiversidade vegetal.

Flora do clima subpolar. Mais ao sul, é possível obter árvores de folha caduca, como choupos, bétulas e salgueiros, formando florestas mistas.

Fauna do Clima Subpolar

Que fauna predomina no clima subpolar

Fauna do Clima Subpolar. Assim como a flora, a fauna também é escassa, com espécies adaptadas ao frio, que sobrevivem a temperaturas abaixo de zero graças à sua pelagem grossa ou à camada de gordura que as protege.

Fauna do Clima Subpolar. Os principais predadores desse bioma são os ursos, mas também encontramos lobos, doninhas, alces, veados, esquilos, corujas, camundongos, coelhos e diversas espécies de aves em suas dependências.

Qual a duração dos dias e noites no clima subpolar?

Os humanos podem viver no clima subpolar?Clima subpolar características. Na região polar, diferentemente de outras regiões do planeta, ocorrem fenômenos estranhos com relação ao dia e à noite, que não se alternam como geralmente ocorre em outros climas.

Devido à inclinação do eixo da Terra, os dias e as noites duram cada um seis meses. Ou seja, durante meio ano o sol se esconde e na outra metade brilha continuamente 24 horas.

Os humanos podem viver no clima subpolar?

Os humanos podem viver no clima subpolar?Clima subpolar características. O clima subpolar não apresenta condições de habitabilidade para os seres humanos, devido às temperaturas extremas que, como explicamos, tornaram-se as mais baixas do planeta.

Aqui acontece o mesmo que em outros climas frios, onde só os esquimós podem ficar, acostumados a viver em condições inóspitas como as que descrevemos nas linhas anteriores.

O bioma taiga não possui uma biodiversidade animal e vegetal que possa servir para a subsistência do ser humano, por isso a presença do homem não se manifesta como em outros climas mais benevolentes.

sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.