Home » Meio Ambiente » Floresta Decídua: [Características, Flora, Fauna e Temperatura]

Floresta Decídua: [Características, Flora, Fauna e Temperatura]

Pontos importantes sobre a Floresta Decídua:

  • O que é? A decídua é uma floresta de bioma temperado com quatro estações muito bem definidas, composta por árvores de folha caduca que caem na estação fria do outono.
  • Onde está localizada? Encontramo-lo em grande parte da Europa, Ásia ocidental, costa leste da América do Norte, sul do Chile e Argentina e sudeste da Austrália. Na Europa Ocidental está nas latitudes 35º e 60º.
  • Como é a vida selvagem? Nestas florestas encontramos ursos pretos, raposas, ginetas, veados, javalis, gatos selvagens, corujas, esquilos, linces, texugos, o rouxinol e a águia careca entre as aves de rapina.
  • Como é a flora? Nelas podemos encontrar ervas e arbustos, com abundância de fetos, musgos e líquenes, bem como árvores de grande porte, como carvalhos, bétulas, choupos, faias e bordos com copas abobadadas, muito elegantes e interessantes.
  • Qual é a temperatura? É um bioma com atividade biológica muito bem diferenciada, onde as temperaturas médias são superiores a 0ºC. Em algumas áreas as temperaturas médias variam de 10ºC a 18ºC.
  • Como é o solo? Os solos da floresta decídua são muito férteis graças à contribuição periódica da serapilheira, formada pela quantidade de folhas que caem da árvore. Uma vez em terra, eles se decompõem em um composto de matéria orgânica fértil.
  • Como é a precipitação? A precipitação é abundante, com média anual de 1.500 milímetros, e bem distribuída ao longo do ano. Portanto, a floresta decídua não apresenta problemas de aridez que prejudiquem o desenvolvimento das plantas.

O que é floresta decídua?

O que é floresta decíduaA decídua é uma floresta de bioma temperado com quatro estações muito bem definidas, composta por árvores de folha caduca que caem na estação fria do outono.

Fornecendo uma boa matéria orgânica ao solo, que vê sua fertilidade aumentar desta forma.

Essas árvores sobrevivem ao inverno e se renovam na primavera, e entre elas encontramos carvalhos, bordos, faias, que são diferentes de sempre-vivas ou plantas perenes.

As florestas decíduas são características dos Estados Unidos, Canadá, Argentina, Chile, Europa, Rússia, Coréia, Japão, enfim, países espalhados pelos dois hemisférios do planeta.

São florestas altamente desenvolvidas porque estão em solos ricos em nutrientes cuja fertilidade aumenta, como notamos, no momento em que as folhas se espalham pelo solo durante o outono.

Esse mecanismo natural é a adaptação biológica que permite que as árvores mantenham seus níveis de água estáveis, pois perder suas folhas reduz seus níveis de transpiração.

Que características tem a floresta decídua?

Que características tem a floresta decíduaUma das características da floresta decídua é a beleza que possui graças à fertilidade do seu solo.

O que, embora pareça uma contradição, conspira contra sua massa vegetal, pois essas condições a tornam muito desejável para cultivo e pecuária.

Portanto, são florestas muito propensas a derrubadas e queimadas indiscriminadas por pessoas que priorizam a produção agrícola e a valorização da madeira em detrimento da manutenção do equilíbrio da natureza, causando desequilíbrios no meio ambiente.

É por isso que vemos como florestas inteiras desapareceram pela mão astuta do mesmo homem a quem a natureza serve à vida. A China é um exemplo disso, pois ali as florestas decíduas foram substituídas por extensos campos de cultivo, que têm prioridade diante da necessidade de alimentação de uma população que ultrapassa 1.400 milhões de habitantes.

Outros países, prevendo o desaparecimento dessas florestas, implementaram medidas para restaurar a vegetação, como é o caso das montanhas Apalaches dos Estados Unidos, as montanhas da Coréia e as áreas protegidas como reservas de caça na Europa.

Onde a floresta decídua está localizada geograficamente?

Onde está localizada geograficamente a floresta decíduaÉ uma floresta espalhada por diferentes locais em ambos os hemisférios, com relevo diversificado tanto de planícies como de montanhas.

Encontramo-lo em grande parte da Europa, Ásia ocidental, costa leste da América do Norte, sul do Chile e Argentina e sudeste da Austrália. Na Europa Ocidental está nas latitudes 35º e 60º.

As florestas decíduas temperadas são encontradas na América do Norte e do Sul, Europa, Ásia e Austrália.

Que fauna predomina na floresta decídua?

Que fauna predomina na floresta decíduaA floresta decídua possui uma grande variedade de espécies animais que a tornam um bioma altamente atrativo.

Pois bem, no seu terreno encontramos animais terrestres, insetos e aves de rapina que motivam a atenção dos amantes da natureza.

Assim, encontramos o urso preto, raposas, ginetas, veados, javalis, gatos selvagens, corujas, esquilos, linces, texugos, o rouxinol e a águia careca entre as aves de rapina.

A atividade da fauna da floresta decídua congela no inverno porque enquanto os ursos hibernam e as demais espécies tendem a se proteger do frio intenso, os répteis ficam paralisados ​​e as aves migram em busca de espaços mais quentes.

Que flora predomina na floresta decídua?

Que flora predomina na floresta decíduaSão florestas muito completas porque nelas há toda a variedade do ecossistema vegetal que podemos encontrar, como ervas, arbustos e árvores, com abundância de samambaias, musgos e líquenes e árvores de grande porte.

Entre estas árvores estão carvalhos, bétulas, álamos, faias e bordos abobadados, muito elegantes e interessantes.

Outra espécie é o salgueiro-chorão, de notável beleza, que é uma árvore ornamental muito utilizada para decorar locais próximos a cursos d’água e espaços públicos, como parques e jardins, devido à curiosidade despertada por seus galhos caídos em forma de cachoeira.

Se pudéssemos falar sobre a inteligência da natureza, escolheríamos as árvores de folha caduca que usam sua seiva para proteger suas raízes do congelamento no inverno e se adaptam ao ecossistema de duas maneiras, pois realizam fotossíntese inclinando-se para o sol, enquanto absorvem nutrientes do chão com suas raízes.

Algumas dessas árvores, imponentes e belas, crescem até 1.000 metros acima do nível do mar em climas úmidos e chuvosos, como é o caso do carvalho, espécie que com seu tronco grosso e lenhoso simboliza tanto a força física quanto a força moral.

Outras espécies têm propriedades medicinais e cosméticas, ao mesmo tempo que servem de alimento, como é o caso da Bétula. que é usado para curar a febre e infecções hepáticas, urinárias e digestivas.

O álamo, por sua vez, é usado para combater resfriados e doenças do peito e dos pulmões.

Quão quente é a floresta decídua?

Quão quente é a floresta decídua?As florestas decíduas estão localizadas nas zonas temperadas do planeta. Na Europa Ocidental está localizado em um clima continental úmido e um clima marítimo.

Como explicamos, é um bioma com quatro estações bem definidas, com atividade biológica muito bem diferenciada, onde as temperaturas médias são superiores a 0ºC.

Em algumas áreas as temperaturas médias variam de 10ºC a 18ºC.

Como é o solo da floresta decídua?

Como é o solo da floresta decídua?Os solos da floresta decídua são muito férteis graças à contribuição periódica da serapilheira, formada pela quantidade de folhas que caem da árvore.

Uma vez em terra, eles se decompõem até se tornarem um composto de matéria orgânica fértil que ajuda a manter bons níveis de umidade e nutrientes.

São terrenos com diferentes tipos de relevo, desde planícies a montanhas e vales.

Como é a precipitação na floresta decídua?

Como é a chuva na floresta decíduaA precipitação é abundante, com média anual de 1.500 milímetros, e bem distribuída ao longo do ano.

Portanto, a floresta decídua não apresenta problemas de aridez que prejudiquem o desenvolvimento das plantas.

Em suma, neste bioma as chuvas ocorrem no verão, que é quando a evapotranspiração atinge níveis máximos, portanto, há uma maior demanda de água no solo.

Enquanto na primavera há um excesso de água que o solo não é capaz de absorver e é por isso que vemos alagamentos nas áreas mais baixas.

sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.