Home » Meio Ambiente » Funções da célula

Funções da célula

Principais funções da célula

Principais funções da célulaTodas as células têm a capacidade de realizar três funções básicas fundamentais para a vida.

Como sabemos, graças aos postulados da teoria celular, as células são a unidade morfológica, fisiológica e genética de todos os seres vivos. Sabe-se também que cada célula vem de outra.

Além disso, foi suficientemente analisado que as células possuem uma estrutura comum: a membrana plasmática, o citoplasma e o material genético ou DNA. Estes são seus elementos básicos para funcionar plenamente. E permitem que estes cumpram suas três funções vitais: nutrir, relacionar e reproduzir.

Também foi determinado que a forma da célula é determinada por sua função. Pode variar dependendo da ausência de uma parede celular rígida, das tensões das junções com células contíguas ou vizinhas, da viscosidade do citosol, bem como de fenômenos osmóticos e do tipo citoesqueleto interno.

Mas, na verdade, o tamanho das células é variável. A capacidade de capturar nutrientes do ambiente que os cerca e a capacidade funcional do núcleo são fatores que limitam seu tamanho. Uma célula média mede cerca de 10 micrômetros. Só será visível com a ajuda de um microscópio.

funções celulares básicas

Então vamos ver como as funções básicas das células operam em todos os seres vivos.

Nutrição

NutriçãoComo o próprio nome indica, é a função responsável por obter todos os nutrientes de que a célula necessita para realizar a formação eficiente de estruturas que lhe permitam cobrir todas as suas necessidades vitais a nível estrutural, fisiológico e genético.

Isso significa que, graças à nutrição celular, a célula transformará os nutrientes que recebe em seu interior para convertê-los em compostos ricos em energia que serão utilizados posteriormente.

É justamente essa função que ajuda toda a energia dos nutrientes a ser aproveitada dentro da célula com a ajuda de incríveis reações químicas conhecidas mundialmente pelo nome de metabolismo celular, amplamente estudado na comunidade científica.

Moléculas de água, oxigênio, glicose, sais e ácidos passam através da membrana celular. O mesmo não acontece, porém, com os de amido, gordura e proteína, porque são muito grandes. Estes são decompostos por enzimas digestivas através de um mecanismo chamado digestão celular.

Depois de assimilados, sofrem transformações no citoplasma vitais para a vida celular. Essas mudanças são chamadas de metabolismo, que sempre exigirá respiração para que as moléculas de nutrientes se decomponham em glicose, a principal fonte de energia da célula.

Existem dois tipos de respiração: a primeira é anaeróbica, que ocorre fora das mitocôndrias sem a presença de oxigênio, em organismos citoplasmáticos produtores de energia. Mas também há respiração anaeróbica, que envolve essas organelas.

Algumas bactérias, leveduras e fungos são conhecidos por respirar anaerobicamente, mas quase todos os organismos unicelulares respiram aerobicamente. Na respiração celular, a célula é capaz de extrair energia das moléculas orgânicas que a alimentam, liberando dióxido de carbono.

No caso das plantas, a clorofila é essencial para o sucesso da nutrição, pois são pigmentos que captam a energia luminosa, metabolizando-a em energia química que libera oxigênio para a própria vida e para outros seres vivos.

Relação

É também uma função muito importante que permite que cada célula realize diferentes reações aos estímulos que são registrados no ambiente onde se desenvolve.

A primeira coisa sobre essa função é que ela estabelece a capacidade da célula de reconhecer esses estímulos, que se manifestam como sinais gerados no meio circundante. Se a célula não responder adequadamente, ela não sobreviverá.

reprodução celular

Funções Celulares - Reprodução CelularÉ realizado graças à divisão celular que ocorre em organismos simples, pois no ser humano a reprodução sexual é muito mais complexa.

Isso significa que cada célula vem de outra célula que se divide em duas e dá origem a outras duas células filhas.

Ela ocorre por meio de dois mecanismos possíveis: divisão por mitose, que possibilita a criação de duas novas células filhas idênticas; e divisão por meiose, que produz a formação de gametas ou células sexuais.

A meiose é mais complexa, ocorre troca genética e 4 células filhas diferentes se originarão uma da outra, com metade do conteúdo genético inicial que a célula mãe ou parental possui.

As células possuem organelas ou organelas, estruturas com formas diferenciadas que realizam várias funções bioquímicas necessárias para a sobrevivência e função celular.

Outras funções vitais

Existem muitas outras funções que são realizadas dentro das células. Algumas são estruturais, outras são funções secretoras, metabólicas, defensivas, de controle e reprodutivas.

Funções estruturais

Eles são responsáveis ​​pela construção dos tecidos, gorduras, músculos, ossos, que vão sustentar o corpo do ser vivo e seus órgãos.

funções secretoras

São responsáveis ​​por gerar substâncias essenciais à vida, pois garantem mecanismos de autorregulação do organismo, como ocorre com as mucosas e glândulas que regulam muitas funções das reações físico-químicas.

funções metabólicas

Eles permitem a ativação do mecanismo que decompõe os nutrientes que entram nas células, mas também os transporta por todo o corpo, com a ajuda das células do tipo digestivo presentes no intestino e dos glóbulos vermelhos.

funções defensivas

É composto por todas aquelas células responsáveis ​​por proteger o corpo contra ataques externos, que devem ser eliminados. Ou também combatem a ocorrência de doenças, como é responsabilidade dos glóbulos brancos.

funções de controle

É um mecanismo intrincado e muito complexo coordenado para transportar informações e gerar reações específicas que respondem apenas a determinados estímulos. O melhor exemplo ocorre nos neurônios.

funções reprodutivas

Funções Celulares - Funções ReprodutivasSão células que podem ser combinadas com outras de tipo sexual provenientes de outro organismo da mesma espécie, com a intenção de se reproduzir para que nasça um novo ser vivo.

Isso se chama reprodução sexuada. A célula também pode se dividir por conta própria, através do processo de mitose, para produzir um indivíduo idêntico ao pai. Isso é chamado de reprodução assexuada.

sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.