Home » Meio Ambiente » O que é Biomassa? Tipos e exemplos que podemos encontrar

O que é Biomassa? Tipos e exemplos que podemos encontrar

Começo ” O que é Biomassa? Tipos e exemplos que podemos encontrar

O que é biomassa?

A palavra biomassa refere-se a toda matéria orgânica de plantas e resíduos de animais passíveis de serem transformados em energia, assim como resíduos da atividade agrícola, resíduos de origem florestal em serrarias como serragem, cascas, podas, galhos e outros resíduos urbanos aproveitáveis.

Você sabia que…

A biomassa é uma fonte de energia renovável tão antiga quanto a descoberta do fogo por nossos ancestrais. Ela é responsável por nós podermos produzir energia de biomassa.

Os primeiros habitantes do planeta, que fizeram uso da combustão direta para melhorar suas condições de vida, aquecendo alimentos ao ar livre primeiro em fogueiras e depois em fornos e cozinhas feitas à mão, ou gerando vapor e eletricidade a partir do uso dessa fonte primária energia presente na natureza.

biomassa

Exemplos de biomassa

Resíduos de milho, café ou arroz, caroços de azeitona, cascas de frutas secas, restos de podas de videiras, outros galhos de plantas, pellets de madeira, serragem, lenha, casca de árvores ou toneladas de resíduos orgânicos gerados em centros urbanos são fontes de energia renovável provenientes de fontes heterogêneas matéria orgânica.

A origem da biomassa é solar, pois é derivada de a fotossíntese realizada por plantas ou seres autotróficos.

Como isso influencia a ecologia?

A primeira coisa que se deve dizer a favor desta energia de origem biológica é que ela contribui decisivamente para a manutenção ou preservação do florestas, Lençóis, parques ou reservas florestais. Portanto, tem um efeito positivo sobre a ecologia.

Promove também a reciclagem de resíduos provenientes da atividade agrícola, pois todos os resíduos são recolhidos e utilizados para produzir um tipo de energia renovável com baixo impacto no ambiente.

Por isso é considerada uma energia limpa e segura.

Que exemplos podemos encontrar?

Os melhores exemplos de versatilidade ou heterogeneidade dessa energia são obtidos nos diferentes tipos de biomassa utilizados na geração de energia, fundamentalmente energia térmica S eletricidade.

Estes são:

Biomassa natural

Corresponde aos resíduos gerados pela natureza, sem a intervenção do ser humano.

Você consegue em florestas, arbustos ou áreas verdes do planeta.

Você sabia que…

O melhor exemplo dessa biomassa são as grandes quantidades de folhas e galhos que começam a cair no chão, antes da iminente chegada do inverno e da despedida do outono.

Energia

Biomassa residual

Tem sua origem no florestas, arbustos ou áreas verdes do planeta.

Por exemplo:

Alguns exemplos de resíduos secos são serragem, cascas de frutas como caroço de amêndoas ou azeitonas, e até mesmo a poda de árvores frutíferas, onde se perderão pedaços de matéria orgânica.

Existem também massas residuais úmidas, como esgoto ou água de esgoto que percorrem os centros urbanos, ou restos de alimentos estragados que devem ser descartados em supermercados e postos de vendas municipais, resíduos de fezes de gado ou do tipo industrial biodegradável, entre muitos outros.

Biomassa gerada ou culturas energéticas

Aqui eles são gerados cultivos intencionalmente em espaços dedicados à produção de biomassa, sendo classificado dependendo do tipo de solo onde crescem, o produto colhido e uso final.

São usados, por exemplo, plantas de crescimento rápido. na zona mediterrânica tende a selecionar espécies lenhosas cultivadas em turnos de rotação curtos, ou espécies herbácea onde se destaca o cardo.

O que é uma usina de biomassa?

Em primeiro lugar, devemos saber de onde vem a biomassa que precisamos levar para uma planta para processamento industrial.

  • campos de arroz de biomassaOs especialistas concordam que as melhores fontes de biomassa são encontradas nos campos florestais e agrícolas, uma vez que grandes quantidades de resíduos ou restolhos são produzidos nesses espaços naturais e abandonados no campo.
  • Por exemplo, eles são muito úteis como fontes primárias de alimentação para usinas ou fábricas de biomassa: bagaço de cana-de-açúcar, casca de café e arroz, produzidos no agronegócio, ou os subprodutos obtidos em processos de secagem de grãos, ideais para geração de calor em sistemas de combustão direta.
  • Outra matéria-prima orgânica de primeira ordem para usinas de biomassa é gerada nos centros urbanos, onde grandes quantidades de resíduos alimentares são descartados diariamente e acabam no lixo, em vez de serem utilizados de forma ideal para gerar energia muito mais barata e limpa.
  • UMA “fazenda de energia” ou planta de biomassa é uma instalação capaz de abastecer grande parte da demanda de uma comunidade, baseada no uso consciente e racional de resíduos orgânicos, submetidos a processos de combustão com auxílio de tecnologia e com uma correta administração da biomassa encontrada praticamente disponível em todos os lugares.
  • No meio rural, esses equipamentos são fundamentais para a revitalização da atividade econômica local, abrindo fontes de emprego em cidades deprimidas, onde ao mesmo tempo são alcançados benefícios ambientais associados, baseados no uso consciente e racional da matéria orgânica disponível na natureza.
  • A isto junta-se o acréscimo de avanços tecnológicos à energia de biomassa, que têm permitido a construção de soluções viáveis ​​do ponto de vista económico e técnico (maior eficiência e desempenho) nas chamadas centrais de biomassa, onde os processos de conversão de biomassa em energia, transformando-a em combustíveis líquidos ou gasosos, de qualidade tão boa quanto os fósseis.

agricultura de biomassa

Nas plantas de biomassa, ocorrem dois tipos de processos: termoquímicos e bioquímicos.

Hoje, são muitos os países que optaram por assumir o desafio de multiplicar usinas de biomassa, mas o continente europeu tem sido o mais eficaz em todo o mundo, onde construíram as maiores usinas do mundo, 7 dos quais estão localizados na Finlândia, para fornecer uma importante geração de eletricidade de 1.100 MW. É seguido em ordem de importância pela Inglaterra e Polônia.

Mas como funciona uma planta de biomassa típica?

Uma usina de biomassa possui os seguintes equipamentos e processos:

  1. Cultivo e colheita de madeira, matéria-prima de biomassa.
  2. Transporte da madeira para a fazenda ou indústria de energia.
  3. Trituração da matéria-prima.
  4. Preparação.
  5. Armazenamento de combustível grosseiro.
  6. Armazenamento de combustível fino.
  7. Dosador.
  8. Entrada de ar.
  9. Armazenamento de combustível líquido.
  10. Caldeira.
  11. Economizador.
  12. Área de coleta de cinzas.
  13. Eletrofiltro.
  14. Tanque de água de alimentação.
  15. Tanque de condensado.
  16. Geração de calor.
  17. Gerador.
  18. Turbina.
  19. transformadores.
  20. Linhas de transmissão ou transporte de energia elétrica.

Como a biomassa é processada?

A biomassa pode ser reavaliada em caldeiras onde o material orgânico é queimado gradativamente, muito lentamente. Da mesma forma, são produzidas cinzas que são posteriormente utilizadas como fertilizante ou estrume com resultados muito bons para nutrir o solo.

Se um acumulador for adicionado a este sistema, o excesso de calor poderá ser armazenado.

Usado para?

Biomassa o que éA biomassa é mais comumente usada para produzir calor e em algumas indústrias é usada para gerar eletricidade, graças a um processo um pouco mais complexo.

Nas residências, também podem ser instaladas caldeiras de biomassa estrategicamente localizadas para obter aquecimento e aquecimento da casa nos períodos de inverno, com a ajuda do método de piso radiante.

Você também pode aquecer a água substituição de aquecedores de resistência, que fazem aumentar muita conta de luz, afetando a economia familiar.

O que é energia orgânica?

Embora a biomassa seja formada a partir de Energia solar contidos na matéria devido ao efeito do processo de fotossíntese gerado pela planta viva, não deve ser confundido de forma alguma com algum tipo de energia do astro Rei.

O Sol, pelo contrário, é um meio que permite a transformação da matéria para que possa ser utilizada em processos de combustão, em instalações elétricas industriais com caldeiras de grande porte capazes de produzir eletricidade, ou em caldeiras de uso doméstico para apoiar a produção de eletricidade, energia térmica em residências.

Portanto, energia orgânica é aquele tipo de energia renovável resultante dos processos de combustão aplicados à biomassa a partir de restos orgânicos encontrados na natureza.

Que impacto ambiental tem?

  • biomassaUma das principais dificuldades, embora em menor grau quando comparada a outros tipos de energia, é que quando a matéria-prima é buscada na natureza a partir da biomassa de forma errada, pode causar um desmatamento das florestas, prática que em nada contribui para melhorar a saúde do planeta, bastante a mudança climática que progride como uma doença incurável, desestabilizando o “sistemas verdes” do planeta.
  • Além disso, quando culturas inteiras são dedicadas a “aproxima-te” matéria orgânica para usinas de biomassa industrial, a segurança alimentar da localidade pode ser afetada, pois o solo acaba se esgotando e os itens tradicionais da mesa da família são desviados para produzir energia.
  • Outra desvantagem é que é necessário utilizar um grande número de hectares ou espaço vegetal, reservado apenas para a geração das culturas e seu posterior armazenamento e transferência para a usina, o que dificulta a logística caso estejam distantes do centro de produção de biomassa (fazenda ou usina elétrica).
  • NÃO é uma energia 100% limpa, pois em seu processamento industrial são emitidos alguns gases de efeito estufa. efeito estufa, embora em pequenas quantidades. Alguns desses gases tóxicos são: o dióxido de enxofre, que é produzido em quantidades ínfimas quando comparado às emissões desse mesmo gás no caso da geração de energia a partir de combustíveis fósseis como o petroleo.

sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.