Home » Meio Ambiente » Quais são as principais características da biodiversidade?

Quais são as principais características da biodiversidade?

Divulgue para seus amigos e seguidores!

Quais são as principais características da biodiversidade?

Abaixo vamos detalhar algumas das características da biodiversidade que acreditamos serem mais importantes:

  • Origem.
  • Os diferentes tipos.
  • Porque és importante.
  • Como é avaliado.

Origem da biodiversidade

O termo, que vem do inglês biodiversidadefoi cunhado por Walter Rosen em 1986 durante a conferência sobre o assunto realizada em o Fórum Nacional de Biodiversidadeem Washington, Estados Unidos.

A biodiversidade é o resultado da evolução dos seres vivos moldados em um processo que leva quatro bilhões de anos, após o qual se desenvolveram as diferentes formas de vida e os processos genéticos dentro de cada espécie.

Isso deu origem à combinação dessas formas de vida que se entrelaçaram em seus ambientes, criando o mundo como o conhecemos hoje.

ETALFA_BiodiversidadeDiferentes espécies surgiram no período Fanerozóico, há cerca de 540 milhões de anos, pois até então existiam apenas bactérias e microrganismos.

Com o passar do tempo, o processo evolutivo sofreu retrocessos devido às extinções em massa que ocorreram ao longo da história do planeta.

Foi na chamada “Explosão Cambriana” Fanerozóico quando eles surgiram pela primeira vez organismos multicelulares que ao longo de centenas de milhões de anos deu origem a outras espécies, inclusive a nossa.

Tipos de biodiversidade

Existem basicamente três tipos de diversidade:

  1. Diversidade de espécies: está relacionado ao número de espécies em um determinado local ou área. Cada espécie terá uma classificação biológica ou científica.
  2. Diversidade de ecossistemas: Refere-se aos diferentes ecossistemas, seu tamanho e/ou abundância ao redor do mundo. Pode ser classificado de acordo com sua distribuição mundial, continental ou mais local.
  3. Diversidade genética: refere-se à diversidade genética que pode existir entre membros da mesma espécie. Tamanho, altura, cor, etc…

O que é biodiversidade?

Biodiversidade são os organismos e seres vivos do planeta e suas diferentes espécies e o ecossistema em que habitam.

O ecossistema refere-se às condições que circundam uma determinada área, enquanto a biodiversidade é a flora e a fauna que povoam esse ecossistema.

O que é biodiversidade?

O ser humano e os animais

Atualmente existem sete bilhões de seres humanos, mas em relação às demais espécies não há um critério específico sobre o número, tanto que a diferença fica entre 3 e 30 milhões; Destas, estima-se que quase oito milhões sejam espécies animais, das quais apenas quase dois milhões foram catalogadas.

plantas e biodiversidade

No que diz respeito às plantas, outro importante componente da biodiversidade, estima-se que existam quase trezentas mil espécies, das quais pouco mais de duzentas mil foram catalogadas, e das calculadas 600 mil espécies de fungos, apenas quase 50 foram catalogadas .mil.

Você sabia que…?

Em geral, apenas uma parte das espécies foi identificada, pois, embora os cientistas estejam nessa tarefa há mais de 250 anos, mais de 80% das espécies terrestres e 90% das marinhas não foram descobertas.

Um dos aspectos importantes da biodiversidade é que ela está relacionada às condições de cada área onde o clima influenciao solo, a paisagem em que os seres vivos vivem e as plantas se desenvolvem.

Você sabia que…?

Por exemplo, um ambiente com precipitação chuvosa, ventos fortes e baixas temperaturas não é o mesmo que uma área desértica com altas temperaturas. Cada espécie molda a biodiversidade adaptando-se ao meio ambiente.

Muitas vezes as mudanças que ocorrem na biodiversidade são influenciadas pela luta pela sobrevivência em O reino animal S o reino vegetalque se manifesta no poder das mandíbulas dos animais, na força das árvores e na mutação e evolução de cada espécie.

Quais são as regiões com maior biodiversidade?

Há maior biodiversidade onde ocorrem condições do tempoágua e luz ideais para a vida, como a selva amazônica rica em espécies de flora e fauna, ao contrário de áreas desérticas, onde o crescimento e desenvolvimento de plantas e animais é difícil devido à aridez da terra e a falta de água.

Quais são as regiões com maior biodiversidade?As áreas árticas também apresentam obstáculos ao crescimento da biodiversidade, que sofreu profundas alterações nas últimas décadas devido ao derretimento dos polos e à presunção do futuro desaparecimento de antigos ursos polares, por os efeitos das mudanças climáticas.

Em áreas onde a vida é difícil, apenas os mais fortes sobrevivem, o que não acontece naqueles lugares onde o clima favorece o desenvolvimento das espécies.

As mudanças na biodiversidade às vezes não são perceptíveis no momento, mas depois de muitos anos, mas as espécies animais e vegetais podem se adaptar perfeitamente a essas mudanças no processo evolutivo em que estão envolvidas; eles evoluem à medida que a biodiversidade evolui.

Que perigos a biodiversidade enfrenta?

A biodiversidade nunca esteve tão sujeita a enormes perigos como agora, especialmente pela mão do homem, culpado das mudanças que estão ocorrendo o ambiente ecológico de todo o mundo.

A derrubada, a queima e a caça indiscriminada, têm contribuído para afetar a biodiversidade do planeta.

Animais e plantas têm sido submetidos a agressões permanentes de processos industriais que atacam seu meio ambiente, causando desastres na natureza, assim como acontece com gases de efeito estufa que aumentam a temperatura média do planeta, o que resulta em profundas mudanças na biodiversidade poluiu o ar, a terra S a água.

Desastres naturais e causados ​​pelo homem

Que perigos a biodiversidade enfrenta?A proliferação de incêndios durante o ano de 2019 causou um efeito devastador na biodiversidade da Austrália, onde centenas de milhões de animais morreram e milhões de plantas também desapareceram.

A destruição de três milhões de hectares em Nueva del Sur – uma área semelhante à da Galiza, na Espanha – resultou no desaparecimento de 800 milhões de animais, o que eleva o número total no país para um bilhão, segundo Professor Chris Dickmanespecialista em biodiversidade da Universidade de Sydney.

Entre as espécies devastadas pelo fogo estão os coalas, animais emblemáticos da Austrália.

O mesmo havia acontecido meses antes no incêndio na Amazônia, habitat de dois milhões e meio de espécies de insetos, 2.500 espécies de aves, 550 répteis e 600 mamíferos, segundo a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica.

características da biodiversidadeEste siniestro, que se prolongó por meses, trajo como consecuencia la pérdida irreversible de muchas especies y el cambio en la biodiversidad del que es considerado el pulmón del mundo, pues absorbe millones de toneladas del dióxido de carbono presente en la atmósfera, contribuyendo a frenar a mudança climática.

Esse violento ataque à biodiversidade está trazendo consequências desastrosas para a vida humana, a ponto de os cientistas alertarem para o perigo de distorcer a natureza como a conhecemos.


Divulgue para seus amigos e seguidores!
sergio koifman

Sobre Sergio Koifman

Sergio Koifman é um renomado biólogo com mais de duas décadas de experiência dedicadas à pesquisa e ao entendimento dos ecossistemas naturais. Seu extenso histórico inclui estudos aprofundados sobre a biodiversidade, conservação e sustentabilidade ambiental. Ao longo de sua carreira, Sergio desempenhou um papel fundamental na preservação da vida selvagem e na promoção de práticas sustentáveis. Sua paixão e compromisso em relação à natureza o tornam uma autoridade respeitada na comunidade científica e um defensor incansável da proteção ambiental. Seu trabalho tem um impacto duradouro na preservação dos ecossistemas e na conscientização ambiental.