Home » Plantas ornamentais » Jibóia » Como cuidar de uma planta Jibóia na água?

Como cuidar de uma planta Jibóia na água?

A planta jibóia (epipremnum aureum), também conhecida como hera-do-diabo, é uma planta perene que pode ser cultivada em substrato sólido ou colocada em um aquário e facilmente cultivada hidroponicamente. Aqui contamos quais são os cuidados que esta planta tem quando cultivada na água.

Como cuidar jibóia

Esta planta requer um clima temperado (de preferência 16 a 21 °C), muita luz (evitando longas horas de sol direto) e alta umidade. É de origem tropical e subtropical, pode suportar qualquer substrato arenoso com matéria orgânica e até mesmo ser cultivado em água.

Como você pode manter uma planta jibóia na água?

Além dos requisitos acima mencionados, colocar uma planta jibóia na água requer alguns cuidados extras com relação ao sistema radicular (raízes), para evitar que ele apodreça e danifique o resto da planta.

  • Para colocar o jibóia na água, certifique-se de apenas submergir a parte das raízes, os caules e folhas devem estar fora da água para evitar danificá-los. Se o frasco for muito profundo, você pode cortar as primeiras folhas inferiores para evitar que elas submerjam.

Umidade ambiental e temperatura da água

Manter a umidade ideal na planta jibóia será mais fácil se ela for colocada na água, uma vez que a absorção será constante e manterá a planta fresca. É importante notar que a água deve estar a uma temperatura quente ou temperada. Em países com climas muito frios, a planta exigirá um aquecedor no caso de ser colocada na água, uma vez que a água muito fria pode deixar a planta doente.

Poda e limpeza de jibóia em água

No caso de jibóia ou hera-do-diabo em água, a planta, além da poda em folhas amarelas e danificadas, deve receber uma poda quinzenal nas raízes. Para cuidar e podar as raízes da sua planta, siga estes passos:

  1. Desde o início, você pode colocar a planta em um recipiente de vidro para observar o crescimento das raízes.
  2. Troque a água do seu jibóia uma vez por semana.
  3. Se as raízes começarem a se alargar demais ou ficarem sujas (podres), procure podar essas partes da raiz.
  4. Você também pode podar partes saudáveis da raiz se quiser evitar que ela continue a crescer dentro do recipiente.
  5. Se você notar pequenos animais aquáticos ao redor das raízes, remova a planta e enxágue a raiz. Em seguida, lave bem o recipiente, troque a água e adicione um fertilizante líquido orgânico.

Curiosidades

No caso de colocar o jibóia em um aquário, os resíduos de peixes geralmente são fertilizantes suficientes para a planta. Além disso, isso geralmente é uma ótima ideia, já que a planta do jibóia absorve nitratos da água do aquário e produz um benefício para os peixes, purificando a água.

silvana occhialin

Sobre Silvana Occhialin

Silvana Occhialin é uma engenheira agrônoma graduada na Universidade Federal de Minas Gerais. Com conhecimento especializado e paixão pela agricultura, ela se destaca na promoção de práticas agrícolas sustentáveis e no aumento da produtividade. Sua formação sólida a capacita para abordar desafios complexos no setor agrícola, aplicando técnicas inovadoras e soluções eficazes. Silvana é uma defensora da segurança alimentar e da preservação ambiental, tornando-a uma profissional valorizada na busca por um futuro agrícola mais responsável e produtivo.