Home » Plantas ornamentais » Maranta » Como fazer muda de Maranta por divisão e corte

Como fazer muda de Maranta por divisão e corte

Divulgue para seus amigos e seguidores!

As marantas, também conhecidas como urubá, são plantas de clima subtropical que gostam de ambientes quentes e úmidos. A mais conhecida é a Maranta leuconeura, essas plantas possuem folhagens lindas e coloridas que enchem qualquer espaço de elegância e vitalidade. Aqui dizemos como propagar uma maranta por meio de estacas e divisão de raízes.

Como fazer um corte de maranta?

Para propagar uma maranta por meio de um corte, tudo o que você precisa é cortar pedaços do caule que medem pelo menos 10 ou 15 centímetros, ou contendo pelo menos um nó para que as raízes brotem de lá.
Para fazer o corte use ferramentas de corte bem afiadas e desinfetadas com álcool, corte diagonalmente na haste e depois retire as folhas do fundo.

Como e quando plantar a estaca de maranta?

A melhor época para reproduzir a maranta é durante a primavera e o verão, quando o tempo estiver ideal para o corte enraizar no novo vaso. Para plantar o corte, você deve colocá-lo por algumas horas na água e preparar o novo recipiente. Siga estes passos:

  1. Adicione um punhado de seixos ao fundo da panela para melhorar a drenagem.
  2. Preenchido com um substrato solto (com turfa e perlita) até 70%.
  3. Coloque as estacas e cubra com mais substrato, pressionando levemente.
  4. Molhe o solo com um pulverizador e leve o vaso para um espaço muito brilhante e quente, mas sem sol direto.
  5. Quando as mudas começam a desenvolver novos brotos, você pode transplantá-los para vasos maiores ou para o seu lugar final no jardim.

Como fazer muda de uma maranta por divisão de arbusto?

Este processo de multiplicação também é simples com as marantas, a diferença é que você tem que esperar até que a planta esteja madura o suficiente e tenha desenvolvido descendentes para poder dividi-la. Siga estes passos:

  1. Remova a planta do recipiente atual.
  2. Separe as hastes e corte cuidadosamente a raiz em dois ou mais pedaços (dependendo do tamanho do tufo).
  3. Encha os recipientes separadamente com o substrato escolhido a 50% da capacidade.
  4. Coloque as plantas tomando separadamente cuidado para não danificar as raízes, cubra com mais substrato e pressione.

Divulgue para seus amigos e seguidores!
silvana occhialin

Sobre Silvana Occhialin

Silvana Occhialin é uma engenheira agrônoma graduada na Universidade Federal de Minas Gerais. Com conhecimento especializado e paixão pela agricultura, ela se destaca na promoção de práticas agrícolas sustentáveis e no aumento da produtividade. Sua formação sólida a capacita para abordar desafios complexos no setor agrícola, aplicando técnicas inovadoras e soluções eficazes. Silvana é uma defensora da segurança alimentar e da preservação ambiental, tornando-a uma profissional valorizada na busca por um futuro agrícola mais responsável e produtivo.