Home » Viagens » Portugal » Ribeira dos Caldeirões, o Parque Natural Mais Pitoresco de São Miguel

Ribeira dos Caldeirões, o Parque Natural Mais Pitoresco de São Miguel

Tímido e escondido numa zona afastada das grandes atracções turísticas para ver em São Miguel está o Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões, Um lugar que representa perfeitamente tudo o que a ilha tem a ver Com suas cachoeiras, suas flores, seus moinhos e uma tranquilidade tão agitada que dá vontade de ficar lá para sempre.

O Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões nasceu de um projeto paisagístico em que aproveitar as cascatas e os moinhos que ali correm naturalmente para criar uma área de lazer tanto para a população local como para o turista que visita o nordeste da ilha.

Miradouros a caminho da Ribeira dos Caldeirões

Chegar ao Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões é muito simples. De Ponta Delgada deve seguir para o norte da ilha em direção à Ribeira Grande. De lá, você tem que continuar ao longo da estrada principal em direção à cidade de nordeste.

Sendo uma ilha pequenavocê loga perceberá que é normal atravessar a mesma estrada em ocasiões diferentes. Você passará pela área para visitar as plantações de chá da fábrica Porto Formoso e Chá Gorreana, uma das visitas que definitivamente recomendamos em São Miguel.

Miradouro do Cintrão

Para animar os 46 km que separam Ponta Delgada da Ribeira dos Caldeirões, a nossa sugestão é parar nos miradouros marcados durante o percurso. O primeiro é o mirante do Cintrão (Ribeirinha).

Nesta área da ilha impressionam as grandes paredes vulcânicas caem em direção ao mar formando falésias onde as ondas quebram com alguma violência. Aos seus pés observamos praias de impossível acesso. Um lugar para desfrutar do silêncio apenas quebrado pelo som do vento, do mar e de alguns pássaros comuns na área.

Miradouro Salto da Farihna – Pedra dos Estorninhos

O próximo miradouro interessante a caminho da Ribeira dos Caldeirões é o Salto da Farinha. As vistas deste ponto são nulas porque é realmente o início da trilha para a cachoeira Salto da Farihna (15 minutos) e, claro, em direção à beira-mar. Neste ponto, você pode estacionar seu carro alugado.

À sua frente um pequeno caminho se abrirá em direção ao verdadeiro mirante desta área, Pedra dos Estorninhos. Recomendamos que você caminhe lentamente em direção ao mar e assim que chegar à varanda aprecie as vistas extraordinárias. Não se esqueça de olhar para a direita porque ao longe você pode ver a estância balnear da Foz das Coelhas.

Miradouro Pedra dos Estorninhos

O que ver no Parque Ribeira dos Caldeirões

Provavelmente parece cliché, mas a Ribeira dos Caldeirões é apresentada como um lugar retirado de uma fábula. Um canto de fantasia em que duendes e elfos caminham felizes pela floresta. Em geral, o fluxo de visitantes (principalmente turistas) não costuma ser muito grande, então você pode caminhar tranquilamente apreciando o som da água avançando ao longo do córrego e o canto dos pássaros.

A chegada ao parque é surpreendente. À medida que você avança pela estrada, uma bela cachoeira emerge entre a vegetação da floresta úmida. É nesse momento que você percebe que chegou ao local. Não há dúvida sobre isso. Além disso, tanto o acesso como o estacionamento são gratuitos, algo que nunca deixa de nos surpreender nestes tempos turísticos. Felizmente, as massas ainda não conquistaram os Açores.

O acesso a pé ao Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões faz-se via dois grandes portões de ferro vermelho. Estas portas para o paraíso estão abertas durante todo o ano entre as 09:00 e as 17:00 hrs. a menos que você esteja hospedado em um dos 2 apartamentos que estão disponíveis para alugar.

O parque é um local para explorar a pé sendo a duração total estimada de 2 horas. De qualquer forma, é possível investir um pouco mais de tempo se você pretende fazer turismo ativo. Caminhadas e canyoning são populares nesta área de São Miguel.

Moinhos de Água, se você puder entrar em qualquer

Através das portas de acesso, o primeiro local que encontramos é uma lagoa com uma pequena fonte no centro que antecede um dos antigos moinhos de água da Ribeira dos Caldeirões. Lá dentro, como se fosse um museu, a máquina onde o cereal foi moído usando a força da água como motor é preservada. Uma relíquia. Sua visita pode coincidir com a venda de doces caseiros feitos por um vizinho da região. Se sim, prove um deles. Eles são deliciosos.

Cachoeiras de Água, a alma do parque

A visita ao Parque Natural alterna trechos de trilhas com cachoeiras de maior ou menor porte. Da grande cachoeira que se observa ao chegar ao parque, a água desce ruidosa e rapidamente molda um pequeno riacho ao lado dos moinhos de água.

O córrego tem diferentes níveis formando outras cachoeiras com cerca de 6 metros de altura. Ao lado de um deles há uma área de piquenique com mesas, cadeiras e até banheiros públicos abertos (e limpos). A verdade é que sentar neste lugar é a melhor opção se você viajar com crianças. Há muito espaço para correr e pular apreciando a natureza.

Cascata localizada no interior do Parque da Ribeira dos Caldeirões

Aldeia do Nordeste em São Miguel

A vila do Nordeste é uma das mais remotas de São Miguel. No centro fica a praça e a igreja de São Jorge. Com paredes brancas e detalhes feitos de pedra vulcânica, sua fachada é mais ornamentada do que outras igrejas que observamos na ilha. Exceto para Sãou Sebastião, em Ponta Delgada, que tem motivos barrocos na porta principal.

Num percurso como este, pelo poente, e após visitar o Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões, a vila é o local perfeito para almoçar. Infelizmente a variedade de restaurantes é bastante limitada, então não escolha muito e limite-se ao que está aberto. Do Nordeste em diante Há miradouros e pequenas aldeias.

Miradouros para Ponta Delgada

Miradouro Ponta do Sossego

Este miradouro deve fazer parte de qualquer percurso pelos miradouros da ilha de São Miguel. Suas vistas são lindas, mas a verdadeira atração deste mirante é o belo jardim que o precede. Passear por eles lembra os jardins de um antigo palácio na Europa Central. Atenção aos detalhes. Claro, mesas e churrasqueira não faltam.

Miradouro Ponta do Madrugada

Localizado a poucos quilómetros do miradouro anterior encontramos a Ponta do Madrugada onde se diz que as vistas ao amanhecer são espectaculares. Estávamos um pouco atrasados, mas também apreciamos os arredores, apesar do fato de que as vistas são melhores no ponto de vista anterior.

Miradouro Ponta do Madrugada em São Miguel

Mapa com os melhores miradouros de São Miguel

Continuando a estrada em direção a Ponta Delgada encontramos mais locais de interesse em São Miguel. A visita a Vila Franca do Campo, bem como o seu miradouro e igreja de Nossa Senhora da Paz é obrigatória, pode-se ver toda a cidade e o seu ilhéu. Na aldeia não se esqueça de ir à fábrica de queijas (doce típico) chamada Queijadas da Vila do Morgado.

goncalo sousa

Sobre Goncalo Sousa

Gonçalo Sousa, graduado em Turismo, é um apaixonado viajante com uma rica bagagem de experiências internacionais. Seu currículo inclui a exploração de diversos países, o que o tornou um especialista na arte de viajar. Sua formação em Turismo é complementada por vivências autênticas em diferentes culturas, o que lhe confere uma visão única sobre o setor. Com um profundo conhecimento e uma paixão pela descoberta, Gonçalo busca compartilhar seu entusiasmo pelas viagens e contribuir para a indústria do turismo, tornando-o um profissional valioso e inspirador.