Home » Animais » Animais Carnívoros

Animais Carnívoros

Divulgue para seus amigos e seguidores!

Das muitas classificações que a ciência fez dos animais, destaca-se aquela que os identifica de acordo com o tipo de alimento que consomem. As chamadas animais carnívoros Eles se enquadram nessa divisão, e são aqueles que preferem a carne a qualquer outro tipo de nutriente. Muitas vezes um animal com uma dieta carnívora é um predador.

Animais carnívoros

O termo carnívoro vem do latim carnivorum, que significa carnívoro.. Daí vem a tipificação desses animais que se relacionam entre si não apenas pela predileção pela carne, mas também pela presença de órgãos específicos dentro de seu corpo, que os ajudam a caçar e digerir suas presas.

CLASSIFICAÇÃO dos animais carnívoros

De acordo com seus hábitos alimentares, existem várias classificações dentro dos animais carnívoros. Um deles é citado abaixo:

  • Hipercarnívoros ou carnívoros estritos: Este grupo inclui aqueles animais cuja sobrevivência depende exclusivamente do consumo de carne. A carne representa 70% ou mais de tudo o que comem. Seu sistema digestivo não digere outros tipos de alimentos.
  • hipocarnívoros: Apesar de não digerir adequadamente os produtos vegetais, as espécies que estão dentro deste gênero podem ser mantidas com frutas, plantas e vegetais. Em alguns casos consomem cascas e alguns derivados de produtos de origem animal. Sustentam-se de carne quando as condições são adequadas, ou seja, quando há abundância de presas, deparam-se com presas fracas, doentes, jovens, velhas ou pequenas. Em geral, seu “menu” é composto por 30% ou menos de carne.

Da mesma forma, os animais carnívoros podem ser classificados com outras nomenclaturas como:

  • catadores: São aqueles que consomem animais mortos. Seu sistema digestivo possui bactérias e ácidos que são capazes de neutralizar o efeito negativo de bactérias e outros microrganismos que geralmente são encontrados em carnes em estado de decomposição.
  • predadores: Aí vêm os animais carnívoros que caçam suas presas e as devoram imediatamente após matá-las ou as escondem e as comem algum tempo depois. Ursos polares e raposas são exemplos de predadores, pois tendem a acumular seus alimentos sob o gelo ou a neve, mantendo-os e retardando a desintegração da carne.

Tipos de animais carnívoros

Embora existam muitos que são encontrados no planeta, alguns exemplos de animais carnívoros são os seguintes:

Animais carnívoros O que são, características, classificação, tipos, exemplo

  • Mamíferos: Todos os felinos como felinos, gatos domésticos, mangustos e outros. Alguns canídeos, como cães domésticos, coiotes, lobos vermelhos, lobos cinzentos, ursos polares, hienas e furões. Cetáceos, como baleias e golfinhos, e certos morcegos.
  • Aves: Entre eles estão a águia, a coruja e a suindara, e algumas aves marinhas como pelicanos e pinguins.
  • répteis: Vale destacar os crocodilos, pítons, jibóias, jacarés e cobras.
  • peixes e anfíbios: Rãs, salamandras, sapos e tubarões são animais carnívoros.
  • invertebrados: você pode nomear o polvo, o escorpião e a lula, assim como as aranhas e as vespas.

CARACTERÍSTICAS dos animais carnívoros

Os animais carnívoros compartilham características, como a existência de órgãos que são usados ​​para matar e desmantelar as presas. Eles também têm um sistema digestivo diferente para realizar a digestão e, assim, obter a energia e os nutrientes necessários. Destacam-se:

  • Dentes: Possuem dentes formados por presas ou caninos afiados e bem desenvolvidos, adequados para segurar, cortar e rasgar carne. Da mesma forma, eles têm pré-molares avançados que matam presas sob pressão. Suas bordas são afiadas, por isso são adequadas para rasgar carne. Em seus dentes também se destacam algumas peças molares, que são grandes, resistentes e afiadas. Com eles conseguem esmagar os ossos, nervos, tendões e carne dura.
  • Garras: Eles são muito importantes em animais zoófagos. Eles tendem a ser afiados e fortes, perfeitos para paralisar a presa e mordê-la ou matá-la com um golpe forte. Alguns os usam para rasgar a carne enquanto a consomem.
  • Corpo: A constituição de animais carnívoros predadores é criada para a caça. Seus músculos longos e poderosos permitem que eles persigam e subjuguem suas vítimas. No caso dos necrófagos, como o condor e o abutre, suas cabeças não possuem penas, o que os impede de se sujar com a carne e os fluidos pútridos do que comem. Aves predadoras têm bordas afiadas em suas asas que facilitam a implantação em alta velocidade quando atacam suas presas. Quando o fazem, eles os matam instantaneamente. Já os zoófagos têm uma intuição desenvolvida para realizar armadilhas, organizar-se com seu rebanho, estudar o terreno e avaliar o comportamento de suas presas. Graças a isso, eles desenvolvem uma estratégia que favorece a caça e a obtenção de alimentos com a menor perda de energia e perigo físico.

APARELHO DIGESTIVO

animais carnívoros

Especial atenção merece o estudo do sistema digestivo dos animais carnívoros, que varia de acordo com a espécie. No entanto, eles têm algumas condições em comum:

  • Boca: Como dito, os animais carnívoros têm incisivos, pré-molares e molares afiados. As garras são articuladas para ampla abertura. Seus músculos adjacentes aumentam o poder da mordida.
  • intestino curto: Os animais carnívoros têm intestinos curtos, pois a carne e os ossos são digeridos rapidamente.
  • Estômago: O estômago de animais carnívoros contém mais ácido clorídrico, porque as proteínas da carne são mais complexas para quebrar e metabolizar. O excesso de ácido mata os germes nocivos que estão localizados na carne.

Os animais carnívoros geralmente ocupam uma posição avançada dentro da cadeia alimentar.


Divulgue para seus amigos e seguidores!
caio carbonaro

Sobre Caio A Carbonaro Guerreiro

Caio A. Carbonaro Guerreiro é um renomado biólogo da Universidade de Santo Amaro, com vasta experiência e profundo conhecimento em seu campo. Ao longo de anos de dedicação, ele se destacou em pesquisas e projetos que contribuíram significativamente para a compreensão da biodiversidade e conservação ambiental. Sua paixão pela natureza e seu compromisso com a preservação a tornam uma referência respeitada, e seu trabalho tem um impacto duradouro na proteção dos ecossistemas e na educação ambiental.